Geringonomics

A geringonça não se cansa de referir Portugal como um caso de sucesso, quando na realidade tem desperdiçado uma conjuntura extremamete favorável. Em vez levar a cabo as reformas que o páis precisa urgentemente, limita-se a manter o status quo e a comprar votos e acordos com os partidos que apoiam esta solução de governo. Assim que a conjuntura se tornar menos favorável, serão apresentados como responsáveis o Trump, a União Europeia, o Banco Central Europeu, os “mercados”, os especuladores e até o Passos Coelho…

Abaixo, o International Tax Competitiveness Index de 2018. calculado pela Tax Foundation, e que coloca Portugal na 32ª posiçao entre 35 países analisados.

Avante, Geringonça!

Anúncios

Password

O deputado Silvano pediu ontem a intervenção da PGR para descobrir quem tinha usado uma password que o próprio cedeu a colega(s), sem antes perguntar a esse(s) colega(s) se, por acaso, a tinham usado. É isto, não é?

De direita e liberal, sem a vossa licença

Podem vir os Davids, os Danieis, os Pedros, os Franciscos e o diabo a quatro. Como diria Pinheiro de Azevedo, vão…

https://observador.pt/opiniao/de-direita-e-liberal-sem-a-vossa-licenca

O muro que protegeu o socialismo

Crédito da foto: © Crown copyright. IWM (HU 73009)

Hoje os fásssistas comemoram o fim da edificação do socialismo na saudosa RDA.

Diz Que É Uma Espécie De Viragem Da Página Da Austeridade

A página da austeridade parece ser mesmo muito difícil de virar.

Imaginem como seria a reacção da comunicação social e dos partidos da geringonça se no tempo de Passos Coelhos o governo anunciasse a intenção de cortar 800 milhões na despesa pública.

É na despesa pública, e nos planos do Governo para a cortar em 800 milhões de euros no próximo ano, que reside a grande diferença entre as previsões da Comissão Europeia para as finanças públicas e as metas definidas pelo Governo no Orçamento do Estado.

E se a comissão europeia não acredita nas previsões do governo para 2019, é enviar o Super Ronaldo-das-Finanças, o doutor Mário Centeno – um super-herói que em 2015 conseguiu prever a criação de 466 empregos em 2019 como resultado das políticas de promoção do papel da lusofonia.

A notícia acima foi retirada daqui.

Leitura complementar: Bruxelas põe défice português no pódio dos menos credíveis

Protestos na América pela vitória dos Democratas nas Midterms

Um Fascista também pode ser eleito

Controlo da economia através do conluio com grupos económicos e da infiltração de homens de confiança nos mesmos. Check. Controlo do quarto poder, os meios de comunicação, através da televisão estatal e da tentativa de aquisição dos meios privados que lhe fazem oposição. Check. Violação da separação de poderes através da protecção dos elementos dos poderes legislativo e executivo pelo poder judicial, inutilizando o Supremo Tribunal de Justiça e a Procuradoria Geral da República. Check. Captura do poder legislativo e do poder executivo por grupos económicos. Check. Criação de meios de comunicação a serviço do partido. Check. Utilização extensiva de propaganda através de influenciados, muitas vezes anónimos, cujo objectivo é defender o chefe. Check. Tomada do banco estatal. Check. Captura do Estado pelo partido através da colocação de homens-chave do mesmo. Check. Modelo de economia Modelo económico altamente intervencionista – keynesiano no caso – e corporativista. Check. Utilização de fundos obtidos por desvios ou subornos para financiamento da campanha do partido. Check. Culto da personalidade, manipulação exacerbada da imagem do líder e recorrência a grupos organizados recrutados para esse feito. Check. Utilização da direita neoliberal como inimigo interno e da finança internacional como inimigo externo. Check. Apoio caloroso a ditadores pelo mundo fora. Check.

 

Nota: não quero com isto provar que Sócrates é fascista. Mas que na prática está mais perto que muitos que assim são apelidados pelos seus companheiros, está.