Imposto sobre as janelas

Nos séculos XVIII e XIX, alguns países europeus (notoriamente a Inglaterra e a Irlanda) impunham um imposto sobre o número de janelas que uma casa tinha. Foi considerado um dos impostos mais estúpidos de sempre e teve algumas consequências arquitectónicas que resistem até aos nossos dias.

the_window_tax_1707_by_cloud_factory-d7nx7e5

s2

bricked-up-windows-300x225

stantonhouse40

19 pensamentos sobre “Imposto sobre as janelas

  1. Então se “as vistas” vão pagar imposto, presumo que as más vão ter redução ou isenção. Assim sendo, quem tem casa com vista para o parlamento deve ficar isento. A vista daquela gente é aterradora e o cheiro é nauseabundo.

  2. FilipeBS

    Relembro que um dos partidos do governo tem como hino uma canção em que uma dos estrofes reza assim:

    “Avante, camarada, avante, camarada,
    E o sol brilhará para todos nós!”

    Podem agora substituir essa estrofe por esta nova:

    “Avante, camarada, avante, camarada,
    E quem recebe mais brilho solar
    mais impostos deve pagar”

  3. O parasitismo não tem limites . A cobrança excessiva de impostos é uma forma de parasitismo de alguns sobre todos os outros , com consequências sempre negativas e no limite com a morte do hospedeiro morrem também os parasitas.
    Todos os impostos directos , essencialmente, impedem a produção de valor e o crescimento da economia e como tal são contraproducentes . Ainda que fossem aceitáveis , eles somente o foram quando o dinheiro era representado por mercadorias com valor tangível ( sal , trigo, ouro,prata etc) . Neste momento tais impostos são completamente inaceitáveis pois são cobrados em notas de papel pintado sem qualquer valor tangível e fabricáveis ilimitadamente pelos poderes que perseguem fiscalmente todos aqueles que ousam trabalhar , investir e produzir.
    Assim , mais uma idiotice daqueles que acham que podem aumentar ilimitadamente os impostos sem consequências desastrosas .

  4. JP-A

    Para já a luz e as vistas no IMI, depois o número de descargas na retrete, e por aí fora, sem esquecer as heranças de imobiliário já pago com o resultado líquido de impostos, até se chegar a um ponto que somos todos miseravelmente iguais e respeitáveis.

    Se isto fosse de um governo de direita era inconstitucional e submetido a tratamento de ridicularização durante anos a fio.

    Para mim o comandante é mesmo doido.

  5. JP-A

    Outros projetos interessantes da mesma fonte:

    “No Projeto de Programa Eleitoral do PS, de 20-5-2015 (página 6), no capítulo IV («Um Estado forte, inteligente e moderno»), ponto 1.5. («Melhorar a qualidade da democracia»), medida 1.5., que o Público revelou, pode ler-se: «o PS defende designadamente o seguinte: (…) A garantia de proteção e defesa do titular de cargos políticos ou públicos contra a utilização abusiva de meios judiciais e de mecanismos de responsabilização como forma de pressão ou condicionamento».”

  6. JMS

    Tomem lá “o tempo novo”.

    Cirurgicamente escolhido em plenas férias de verão.

    Tou pra ver o que é que os totós que defendem esta porcaria que se diz governo vão dizer.

    Por onde anda o Bloco de Esquerda, sempre tão indignado com qualquer merda?

    O PCP já faleceu há muito mas esqueceram-se de lhes dizer…

    Devem estar a preparar um decreto-lei para quem for à Serra da Estrela pagar imposto por respirar o ar puro do local.

    Se fosse há 2 ou 3 anos já estavam “1.500.000 pessoas” em frondosas manifestações contra o governo; “powerd by CGTP” (“sponsored by” Barraqueiro, claro).

    Não somos um país, somos um dispensário.

    🙂

  7. Marco

    Se a estupidez, corrupção e incompetência política pagasse imposto … estávamos todos bem. Só temos incompetentes, seja em que partido for …

  8. Pingback: Imposto sobre a orientação solar??? » Poupar Melhor

  9. Marco,

    Não temos só incompetentes, mas por alguma razão estes acéfalos de que fala tendem a deslocar-se para a esquerda e a agregar-se com os seus.

    E, como não sabem fazer nada da vida, vivem, qual sanguessugas, colados à pele de quem faz alguma coisa na vida.

  10. Marco

    Esquerda, direita, uns mais radicais, outros menos, no fim é tudo a mesma porcaria … farinha do mesmo saco …

  11. Troll

    Desde Abril de 74 que a gestão das coudelarias de S. Bento e Belem teem sido feitas por Bolcheviques e Mencheviques e ainda falam em direita e esquerda? Interessante.

  12. Troll

    Desde Abril de 74 que a gestão das coudelarias de S. Bento e Belem tem sido feita por Bolcheviques e Mencheviques e ainda se fala em esquerda e direita?…Interessante.

  13. Marco,

    A alternativa a um estado de direito ou é andar na linha (solução Mais Estado) ou andar torto (solução Anarco-Imbecilismo). O maior problema que temos é mesmo a partidocracia, que quer Mais Estado, mais impostos, mais clientelas, mais funcionários, mais dinheiro.

    Quanto a ser simplisticamente tudo farinha do mesmo saco, convenhamos que mesmo que apenas 5% do deputedo seja honesto e competente, 5% de 230 dá, com arredondamento, 12.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.