Re: Economia única

Já li muitos posts idiotas, mas este leva a bicicleta. Como já comentou o Ricardo Francisco no Small Brother, o post não apresenta um único argumento para contrapor ao originalmente proposto pelo Luis Aguiar-Conraria; excepto a opinião não-fundamentada do autor, o inefável ladrão de bicicletas João Rodrigues.

Começa logo com uma clara demonstração do mindset colectivista e de bucaneiro das caraíbas do autor:

“Muitos economistas excedem-se no seu esforço para promover uma redistribuição do rendimento que favoreça os mais ricos.”

Aparentemente não cabe na cabeça corsária do ladrão de bicicletas a concepção de que antes de cobrados, os impostos são propriedade daqueles que produziram a riqueza taxada. Logo, alterações nos impostos que tendam a recuar na progressividade cega, a incidir no consumo e a favorecer o investimento, não constituem um “favorecimento dos mais ricos”, mas antes um menor desfavorecimento de quem mais produz.

Ah. E mais uma coisa: isso do paraíso da terra não é o LA-C que promete, mas antes os ideólogos e economistas ultrapassados que aparentemente são tão do agrado do João Rodrigues.

4 pensamentos sobre “Re: Economia única

  1. Pingback: blogue atlântico » Blog Archive » Reforma fiscal

  2. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » O mundo ficcional da extrema-esquerda (2)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.