O dedo do Varoufakis

Este artigo pretende ser um breve explicador para o bizarro fenómeno do dedo do Varoufakis.

1. Varoufakis participou numa conferência em Zagreb, em 2013, onde efectivamente disse “Greece should default […] and stick the finger to Germany”, o que em português traduzido pelo Bloco de Esquerda seria algo como “A Grécia deveria mostrar o dedo à Alemanha”, e em bom português seria “a Alemanha pode enfiá-lo pelo **”;

Este é o video original, publicado no YouTube há mais de um mês (minuto 40).

2. Um programa alemão convidou, há poucos dias atrás, Varoufakis a explicar-se. Este referiu que “the video was doctored”, isto é, adulterado, e que este nunca havia mostrado o dedo, para total estupefacção do apresentador alemão, cuja lisura não lhe permitia compreender o que se estava a passar;

3. Dado o ridículo de toda a situação, e numa clara demonstração do peculiar humor alemão, um comediante decidiu fazer um vídeo satírico, reconstituindo o video original mas sem mostrar o dedo. Note-se o twist de humor: eles deturparam o video, retirando o dedo de Varoufakis.

4. O The Guardian e os outros jornalistas, exasperados por repor a virgindade de Varoufakis, noticiam que o video do dedo é falso, feito pelo humorista do ponto 3. Varoufakis reporta o video feito no ponto 3 como sendo o verdadeiro.

5. O humorista do ponto 3, usado no ponto 4, faz um video a esclarecer que o video do dedo é mesmo original, e que o fake sem o dedo era uma sátira deles.

Posto isto, é agora óbvio que a Grécia virou um kindergarten. Folgo em saber que a ala esquerda do PS sempre se distanciou do Syriza, não é assim?

Acção de defesa socialista

O senhor advogado do 44 precisa de menos acção socialista e de mais e melhores conselhos em termos de asessoria de imprensa.

Notícia o Observador:

O Correio da Manhã vai interpor um processo contra o advogado de defesa de José Sócrates, João Araújo, que esta manhã aconselhou uma jornalista daquele jornal a “tomar mais banho porque cheira mal”. Tudo se passou à porta do Supremo Tribunal de Justiça, na Praça do Comércio, em Lisboa, quando o advogado do ex-primeiro-ministro saía da audiência sobre o habeas corpus que apresentou.

Perseguido por alguns jornalistas, João Araújo recusou fazer comentários. “Desampare-me a loja”, disse o advogado à jornalista Tânia Laranjo, do Correio da Manhã, que transmitiu toda a cena em direto na televisão. “A senhora devia tomar mais banho porque cheira mal”, afirmou de seguida, à medida que ia sendo questionado pela jornalista. “Esta gajada mete-me nojo”, diria ainda, sempre a ser acompanhado pela equipa de reportagem da CMTV.

 

Ler+ é possível e promove a saúde e a economia

Momento de enorme felicidade do Autor e amigos.

Momento de enorme felicidade do Autor e amigos.

Devemos agradecer ao autor de Tortura em Democracia, actualmente a residir em Évora.

Várias Câmaras Municipais financiaram o livro de José Sócrates que esteve, pelo menos, um mês em primeiro lugar em todas as livrarias. O Sexta às 9 descobriu que, em Lisboa, foram emitidas faturas em nome de autarquias do norte do país que compraram este livro às dezenas, várias vezes.

Fica registado

No debate de ontem na Assembleia da República, Telmo Correia mencionou a subserviência do PCP à União Soviética. O deputado do PCP Jorge Machado não ficou satisfeito e deixou uma mensagem ao seu colega do CDS. A mim parece-me que diz “Fica registado, camarada de luta”. Alguém com mais jeito para ler lábios tem uma versão alternativa?

(agradecimento ao leitor PC por nos ter enviado o vídeo)

Revista de Imprensa Insurgente (2)

IMG_0225

Fonte: Sol

Comentário: Anti-sistema!? Eanes foi presidente 10 anos e é um dos “fundadores” do regime. Sampaio da Nóvoa foi reitor de uma das principais universidades. Carvalho da Silva liderou a CGTP, um dos principais pilares da organização corporativa do regime durante anos. Marinho Pinto foi bastonário da Ordem dos Advogados, outro pilar corporativo. Estão a gozar, só podem.

Nova oportunidade para os críticos de cartoons XI

2015-03-11

 

Fonte: Jesus and Mo.

A new low: Charlie Hebdo’s murdered staff receive an ‘Islamophobe of the Year’ award

 

Ser grego é ser syris@

Da auto-palhaçada patrocionada pela carteira dos contribuíntes.

Less than 50 of Parliament’s 300 deputies refused the privilege of a complimentary car that they are entitled to as elected MPs but which Prime Minister Alexis Tsipras had exhorted them to reject during his presentation of the government’s policy program.

Via Jorge Costa.

Compreender o putinismo XX

Foto: Vladimir Filonov/MT

Foto: Vladimir Filonov/MT

Na Rússia de Vladimir Putin, um museu sobre os Gulag irá reabrir com a particularidade de ignorar os crimes do ditador Pai Josef Vissarionovitch Stalin.

Gulag Museum to Reopen But Proof of Stalin Crimes Removed, Director Says

Perm-36 museum director Viktor Shmyrov said the “memorial won’t disappear, but the museum has been taken over by other people appointed by the new authorities, who have totally changed the content,” BBC Russian Service reported Wednesday.

“Now it’s a museum about the camp system, but not about political prisoners. They don’t talk about the repressions or about Stalin,” he was quoted as saying.

Arseny Roginsky, president of Russia’s leading human rights group Memorial — which founded the museum two decades ago — said the new management included former prison camp guards, AFP reported.

“The museum’s format is being completely changed,” Roginsky was quoted as saying. “It’s tragic that a museum to Soviet terror will be transformed into a museum to the penal system.”

The takeover of Perm-36, which is located in the Perm region, comes as an increasing number of Russians express favorable views of Stalin and amid the government’s glorification of its Soviet past.

NYT “crop” de referência

bush

George W Bush cropped out of New York Times front cover image of Selma march

US newspaper accused of “liberal bias” after using image of Selma anniversary march on front page showing Barack and Michelle Obama, but with George and Laura Bush missing

Democracia participativa

Formulação da pergunta do referendo de Campolide sobre a manutenção da calçada portuguesa:

984279_841244372603545_6768335487855763714_n (via Luis Paixão Martins)

Senhores eleitores, preferem manter a porcaria do piso actual ou mudar para algo muito melhor?

Método socrático: Conhece-te a ti mesmo

think-before-you-speakInterpretar a referência de Passos a não ter enriquecido no exercício de um cargo público como uma crítica a Sócrates diz mais sobre o juízo que o intérprete faz de Sócrates do que sobre o juízo que Passos fará do mesmo.

Ai Lello, recordar é viver

lello

José Lello não declarou conta de 658 mil euros Deputado do PS esteve 14 anos sem declarar este valor ao Tribunal Constitucional

Leitura complementar: Pode um homem que tenha falhado o pagamento de impostos no passado ser primeiro-ministro de Portugal?

Oremos pelo príncipe Carlos

Prince Charles

We can only pray that our sick planetary patient might be placed on a road to recovery, in the process bringing gains for human well-being.

“Failure to write the prescription, however, might leave us contemplating the death certificate instead.

Procura-se consciência na Câmara de Lisboa

Roseta diz que Salgado tinha “perfeita consciência” dos 4,6 milhões.

A presidente da Assembleia Municipal de Lisboa diz que o vereador Manuel Salgado “tem perfeita consciência” de que a isenção de taxas e compensações urbanísticas que a Câmara de Lisboa propôs que fosse concedida ao Benfica é de 4,6 milhões de euros e não de 1,8 milhões. Então por que é que o autarca nunca corrigiu o valor que tem sido divulgado? “Isso pergunte-lhe a ele”, responde Helena Roseta, recusando fazer uma leitura desse facto.

Costa perde sentido de estado

António Costa fez um discurso em português, sem tradutor, onde disse que Portugal estava bastante melhor do que há 4 anos atrás. Toda a cerimónia, mesmo os discursos dos membros da comunidade chinesa, foi em português. Assistiram à cerimónia membros da comunidade chinesa em Portugal que entendiam português e, portanto, podem ler a nossa imprensa. O que sentirão esses “chineses” ao ler hoje que afinal Costa estava a tentar iludi-los? Que impacto terão estas declarações na confiança daqueles “investidores”?

P.S.: Fica aqui uma sugestão para o PSD: contratar 20 chineses para ir a todos os comícios do PS.

Dialética Marxista

180px-grouchomarxpromophotoDepois dos “radicais-moderados” do Syriza, a mente fervilhou tentando antecipar de onde viria a próxima e brilhante síntese de teses e antíteses. Pois chegou agora, crédito a Alfredo Barroso, na ideia da China “comunista-neoliberal”.

Exercícios intelectuais nas fronteiras do conhecimento e da paz

Rússia anuncia manobras militares na fronteira com Estónia e Letónia,

Polónia não aprecia comemorações.

 Suécia e a Finlândia assinaram um pacto militar entre si como resposta à crescente ameaça da Nato.

I Have Never Left Russia“.

Os oito erros que levaram a Ucrânia a invadir várias regiões da Rússia.

Showbiz (arquivo cultural-caridoso do então PM russo).

Métodos Socráticos

Os tiques de Sócrates ainda estão entranhados na cultura política portuguesa e custam a sair. Em reacção ao episódio chinês de António Costa, Vieira da Silva esclareceu que Costa usou a palavra “diferente”, não especificando se estava “melhor” ou “pior”. Já Luis Montenegro elogiou a falta de “botabaixismo”.

Os apoios de António Costa

O próprio messias no Casino da Póvoa.

O Terceiro excluído, por João Cardoso Rosas.

(…) Os partidos da social-democracia, que sempre constituíram a primeira ou segunda força política europeia, estão em crise profunda. Não se trata de pensar agora no caso português e na ambiguidade da liderança do PS – António Costa pode andar por aí a repetir as vacuidades que quiser porque na Europa não sabem sequer que ele existe. O que deve fazer pensar são os casos da Alemanha ou da Holanda, onde os social-democratas alinham inteiramente pela política de austeridade. Nos Governos de França ou da Itália, eles pareciam ter uma visão diferente, mas acabaram por não ser consequentes.

O actual debate na Europa é muito importante e dele depende não só o futuro da Grécia, ou de Portugal, mas também o destino do projecto europeu. Neste debate o aspecto político mais surpreendente é, sem dúvida, a auto-exclusão do centro-esquerda.

Entretanto no PCTP/MRPP

Já não s@m@s Syris@.

Adenda: Por um qualquer motivo revolucionário que me escapa, os camaradas do site do PCTP/MRPP removeram o link para o vídeo. No entanto, a revolução do Garcia Pereira continua por aqui. Divirtam-se.

O alquimista do Rato

alchemistÉ incompreensível que o nosso pérfido governo não siga a estratégia de “ovo de Colombo” de António Costa. Basta “criar riqueza” para resolver todos os nossos problemas. Só não vê quem não quer, realmente.

Maduro: a última vítima da “direita pelo direito à blasfemia”

 

CartoonSemana

O Presidente da Venezuela é a mais recente aquisição da glamourosa equipa dos críticos de cartoons.

Fonte: Semana.

Nova oportunidade para os críticos de cartoons IX

12cartoons

O evento intitulado “Arte, Blasfémia e Liberdade de Expressão” que visava discutir aqueles temas foi interrompido pelo participante Omar Abdel Hamid El-Hussein, nascido e criado no Reino da Dinamarca, que dentro da sua liberdade decidiu responder aos tiros, assassinando o realizador dinamarquês Finn Norgaard. Guiado pela natural insatisfação humana, o crítico expôs os seus pontos de vista à porta de uma sinagoga, assassinado Dan Uzan, membro daquela comunidade judaica. Pelo caminho, dentro da sua liberdade feriu mais cinco pessoas. O crítico de arte – variante cartoons – foi abatido pelas forças repressivas dinamarquesas.

Uma vez mais e ao contrário das vítimas,  os afamados críticos dos cartoons têm a oportunidade para se exprimirem em liberdade. De preferência através da caixa de comentários.

Alberto João Jardim: «Je suis Syriza»

Bate certo: Alberto João Jardim declara-se: «Je suis Syriza»

O presidente cessante do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, manifestou este sábado a sua solidariedade com o povo grego ao usar um chapéu de folclore da Grécia na tribuna onde viu o cortejo alegórico de Carnaval.

«Hoje estou numa atitude de protesto e de solidariedade. Trouxe um chapéu grego para exprimir a minha solidariedade com o Syrizae, por isso, levanto a minha voz: não pagamos, não pagamos!», cantou aos jornalistas, no Funchal.

A palavra que não pode ser pronunciada

Grécia negoceia com BCE, FMI e UE. Não com a troika

“Temos todo o gosto em deixar de lhes chamar troika, mas as três instituições vão continuar a monitorizar a situação na Grécia”, afirmou o porta-voz do Ministério das Finanças da Alemanha.