Manual Para Negociar Orçamentos Com Bruxelas

No vídeo abaixo, Pedro Nuno Santos – actualmente Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares – ensina como se deve negociar orçamentos com Bruxelas.

Verdades do outro mundo…

“Não conseguimos inventar impostos pagos por marcianos”

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, lembra que o aumento de impostos se reflete sempre na diminuição de rendimentos ou nos aumentos de preços.

Leitura complementar: “O enorme aumento de impostos da ‘geringonça’”; As charlatanices orçamentais da “geringonça”.

#ConselhosDoCosta

conselhos_do_costa

Pato Donald Costa

http://www.nytimes.com/politics/first-draft/2016/02/03/donald-trump-tells-crowd-in-arkansas-i-think-i-came-in-first-in-iowa/

Usando uma tradição muito querida entre alguns políticos portugueses e descoberta nas eleições de 2015, o candidato Republicano à nomeação para as eleições presidenciais nos EUA, decidiu declarar que era vencedor de umas eleições primárias no Iowa em que tinha ficado em segundo e atrás do candidato Ted Cruz por mais de 3 p.p.

Tenho dúvidas que Donald Trump se alie com alguém para conquistar a Presidência, para além da sua própria imagem no espelho, seja ou não engraçadinho. Por outro lado as semelhanças com o tom de pele e de cabelo do actual PM português são escassas. No entanto a capacidade de re-interpretar os resultados de um dia eleitoral a seu favor permitem acalentar que um dia os EUA terão um Presidente a mandar embora todos os mexicanos e muçulmanos para os seus países de origem.

Já o nosso PM terá que esperar que não haja mexicanos, nem muçulmanos a querer vir para Portugal para evitar a aritmética e a contabilidade difícil dos seus aliados com as integrações e os direitos sociais das minorias.

Mas ainda que sem mexicanos o nosso Costa não se vai livrar de uma segunda vaga de brasileiros empurrados pelos êxitos económicos da petista Dilma, em especial se eles tiverem conversado antes com os amigos que por cá andaram numa primeira vaga e saibam quão magnânimo é o contribuinte português .

Há patos para todos os gostos , seja entre o eleitorado brasileiro, português ou americano. No final exclamarão todos eles “quack, quack” tal como o Pato Donald, o que traduzido quer dizer : fui depenado !!!

Zika e Zico

Depois da gripe das aves, da febre das vacas loucas, do vírus Ébola e das famosas polémicas sobre a Hepatite C que ninguém sabe exactamente quanto custam ao SNS , temos uma nova epidemia da OMS e da indústria farmacêutica nos Media, já com contornos de pandemia nas Américas, onde os mosquitos e o Zico se destacam na popularidade.

E eu que julgava que a microcefalia era hereditária nos socialistas e os mosquitos só davam comichão …

Fotografia Não Adulterada Da Apresentação do Cenário Macroeconómico do PS

O Insurgente obteve e publica aqui em primeira mão, a imagem original – não aquela que foi tratada com Photoshop e divulgada pela comunicação social – da apresentação do cenário macro-económico por parte do Partido Socialista.

Totos

Renascimento moderado

estatuas

Itália cobre estátuas de nus na visita de líder iraniano.

Leituras complementares: Cepticismo imoderadoUm balanço também ele moderado e Um balanço também ele moderado II.

That’s All Folks!

4 de Janeiro de 2016:

20 de Janeiro 2016:

Assim se vê a força do pêcê III

jeronimo

Embora custe suster a gargalhada vale a pena ler a intervenção do Jerónimo de Sousa sobre os resultados das eleições.

Leitura complementar: Assim se vê a força do pêcê Assim se vê a força do pêcê II.

O Excel de Mário Centeno em Primeira Mão

O Insurgente – sempre na linha da frente – teve acesso em primeira mão ao Excel do esboço do orçamento de estado de 2016 do Mário Centeno. Este Excel é tão mais valioso porque inclui ainda as notas do autor.

Orçamento2016

O que está em causa nestas Presidenciais?

Marcelo já ganhou estas eleições. Mesmo que não o faça à primeira volta, uma segunda volta mobilizará mais o eleitorado à direita e desmobilizará o eleitorado à esquerda (a ala moderada do PS prefere Marcelo a Nóvoa, e a ala geringonça da esquerda não quer ver Maria em Belém). Dito isto, há muitas outras questões pendentes:

Irá a campanha de Marcelo ser premiada com uma vitória à 1ª volta? Ou seja, a estratégia de ignorar o eleitorado de direita e ir atrás do eleitorado de esquerda terá os efeitos desejados?

Irá a ala mais moderada do PS (representada por Maria de Belém) vencer a ala mais extremista nas urnas (representada por Sampaio da Nóvoa)?

Irão o BE e o PCP sofrer um buraco nas suas contas por não receberem a subvenção estatal para esta campanha (precisam de chegar aos 5% dos votos expressos)?

Portanto, para ajudar os indecisos, fica aqui um esquema de decisão com o que está realmente em causa nesta primeira volta:

presidenciais

Rui Manuel Cerdeira Branco

Felizmente para Rui Manuel Cerdeira Branco – e contrariamente aos seus receios expressos no já longínquo ano de 2012 – ainda sobraram uns lugarzinhos…

rui_manuel_cerdeira_branco