Ainda o projecto de lei 118

Aos deputados que se preparam para votar o projecto de lei 118, recomendo que leiam este paper da McKinsey já com alguns meses. Neste documento a McKinsey identifica o potencial de criação de valor para diferentes sectores da economia americana oriundo da captura e manipulação de dados . Os benefícios alargam-se a indústrias tão diferentes como a saúde, as novas tecnologias e o retalho.

As recomendações da McKinsey para os decision makers políticos (que eu não partilho) vão no sentido de incentivar investimentos empresariais na captura e partilha de dados, regulando o seu uso. A McKinsey também identifica um gap de talento na ordem das centenas de milhares de pessoas nos próximos 10 anos apenas nos EUA (empregos que, como as empresas Indianas bem sabem, podem ser exportados).

O crescimento exponencial esperado na quantidade de dados que irão ser guardados e manipulados no futuro tem pouco a vêr com os artistas ou direitos de autor. Se a captura e manipulação de dados se tornarem, como prevê a McKinsey, num dos grandes factores de competitividade internacional das empresas, não será difícil de imaginar o efeito que uma lei como esta (se aplicada ao sector empresarial) poderá ter. Não seria a primeira vez que pequenas asneiras, aparentemente inócuas, têm um impacto significativo no futuro do país (lei das rendas, anyone?).

É muitas vezes repetido por aqui que mais do que subsidiar a inovação e o crescimento, o estado deve é sair da frente das empresas. Os nossos deputados têm aqui uma boa oportunidade para isso.

Leitura adicional: Matem o monstro

3 thoughts on “Ainda o projecto de lei 118

  1. Muito bem dito, acho incrível como é que quem “desenhou” esta lei não consegue ver que trará mais malefícios do que benefícios. Isto para além de indirectamente chamar a pessoas honesta, ladrões.

  2. É sinal de muita ignorancia basearem uma lei num estado de arte tecnológico que varia muito; reparem neste desenvolvimento:

    http://www.techrepublic.com/photos/ibm-shows-data-storage-at-the-atomic-level-images/6338947?tag=nl.e102

    e também aqui

    http://geinvestigations.com/blog/tag/new-research-findings-at-i-b-m-allow-for-miniaturized-data-storage-in-atomic-scale-antiferromagnets-the-binary-representation-of-s-01010011-was-stored-in-eight-iron-atom-arrays/

    Se isto funcionar, nos próximos anos vamos ter iPods e afins com capacidades em Terabytes; um autentico campo de petróleo para a Canavilhas e afilhados.

  3. Pingback: Projecto de Lei 118/XII: uma aberração que urge travar (2) « O Insurgente

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s