Niall Ferguson e Yascha Mounk sobre as Ameaças à Democracia Liberal

O primeira debate/conversa do novo projeto de Yascha Mounk, Persuasion, foi com o brilhante historiador Niall Ferguson. Embora considere a análise de Mounk geralmente equivocada (tanto por confundir conceitos como por aplicar análises semalhantes a contextos distintos), não devemos subestimar muitos dos seus avisos. Existe, efetivamente, um perigo no “populismo” que se Mounk se refere (o perigo está exatamente no referente de “populismo”, pois não creio que o sentido da palavra seja claro, pelo menos na forma como Mounk a utiliza). Ferguson não discorda de Mounk em praticamente nenhum ponto. Porém, o historiador britânico deixa claro que a perceção de relevância de Mounk (e de grande da media “liberal”) é completamente equivocada. O grande perigo iliberal vem não do “populismo” mas, antes, de muitos auto-proclamados liberais que, numa tentativa desenfreada de expiar os pecados da civilização ocidental, minam as suas instituições e práticas. Na verdade, o próprio populismo que Mounk denuncia pode ser lido, seguindo as lentes de Ferguson em The Great Degeneration (ou O Declínio do Ocidente, publicado pela D. Quixote), como um subproduto da podridão generalizada das instituições liberais clássicas. Deste modo, Ferguson defende que a grande ameaça à Democracia Liberal vem de uma esquerda crescentemente iliberal, anti-democrática, que vê nas instituições ocidentais a razão dos seus pecados (e não aquilo que os amenizou) e que, dada a sua visão de mundo, não consegue sequer contemplar ideias que nos parecem tão basilares como a liberdade de expressão.

 

3 pensamentos sobre “Niall Ferguson e Yascha Mounk sobre as Ameaças à Democracia Liberal

  1. Olympus Mons

    A Niall Ferguson agradeço o facto de me ter mostrado que Barak Obama matou mais 30% de pessoas que GW Bush no medio Oriente/norte de Africa e que ninguém ligou nenhuma. … Nada perturbou o “We love you Obama”.

    Para mim foi o momento em que percebi que não há nada a conversar

  2. “O grande perigo iliberal vem não do “populismo” mas, antes, de muitos auto-proclamados liberais que, numa tentativa desenfreada de expiar os pecados da civilização ocidental, minam as suas instituições e práticas.” 👏👏👏
    É só isto!

  3. ATAV

    O Niall Ferguson anda todo preocupadinho com o “iliberalismo”. O homem que já foi apanhado a incentivar a perseguição ideológica em campus universitários. Por amor da santa…

    Segundo o João Pinheiro da Silva o “populismo de esquerda” é a verdadeira preocupação. Brasil, USA, Hungria, Polónia, India, Rússia, Filipinas, Reino Unido… Aparentemente todos estes paises são governados por populistas de esquerda. A direita não tem nada a ver com isso. Nadinha mesmo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.