Fake News

A AFP errou. Aparentemente publicaram uma notícia debaixo do título de “#BREAKING More than 100,000 children in migration-related US detention: UN” que era fake. Afinal, após clarificação pelo autor do estudo, concluiu-se que esse número dizia respeito ao total número de crianças detidas por questão relacionadas com migração em 2015 – não sei se não é novamente fake e o número se refere às detenções desde 2015. “We will delete the story”.

2019-11-20 09_42_49-(1) AFP news agency on Twitter_ _AFP is withdrawing this story. The author of th

A AFP é transparente com o seu erro, e isso é de aplaudir.

Pessoalmente, no entanto, preferiria uma rectificação na história original. É que abre-se aqui o flanco para teorias das conspiração que não ajudam nada ao estado de desconfiança para com os media: então o relatório era notícia se fosse debaixo da acção de Trump, mas já não vale se afinal foi nos tempos de Obama? É certo que há um valor no “BREAKING” da notícia, ou seja se os dados se referirem a uma situação actual isso pode ter valor diferente do que um relatório sobre uma situação de há 4 anos. Mas dadas as circunstâncias de se ter publicado, não seria de manter a notícia no ar, devidamente corrigida?

A imprensa está debaixo de fogo constante nos tempos que correm. Narrativas de conspiração são muito mais fáceis de construir com deslizes deste tipo.

4 pensamentos sobre “Fake News

  1. Não foi o afro-american obama que fez a ‘bosta’? Quem trabalha na informação pública (não na secreta) tem de se explicar limpidamente, senão continuará o que sucede: ninguém acredita.

  2. “A imprensa está debaixo de fogo constante nos tempos que correm. Narrativas de conspiração são muito mais fáceis de construir com deslizes deste tipo.”

    Conspiração?! para que é preciso uma conspiração quando já estamos ao nível de cultura?

    Porque é que não pergunta porque é que esta noticia não saiu com Obama?

  3. conspiração ou cultura ?

    “Over 250 news outlets and journalists partnered with Columbia University School of Journalism’s flagship magazine to shape control of “climate crisis” coverage in the lead up to the United Nations climate conference. The coverage-coordination initiative included directing how much time, space and prominence should be devoted to the coverage, and asking that climate “news” be added to seemingly unrelated stories.

    Some of the biggest media outlets in the country, such as CBS and Bloomberg, joined the effort. But others, such as The Washington Post and The New York Times, declined to participate in a project they reportedly feared appeared activist in nature. More troubling, a number of the major outlets that joined did not disclose participation to their readers.

    In addition to CBS and Bloomberg, the effort, called Covering Climate Now, involved BuzzFeed News, HuffPost, The Daily Beast, the Center for Public Integrity, Newsweek, Rolling Stone, Slate, Vanity Fair and The Weather Channel, among many others. BuzzFeed and The Huffington Post were among the major outlets that did not disclose the coordination. When asked by the Daily Caller News Foundation, the lack of disclosure was criticized by the Society of Professional Journalists.

    The coordination effort was organized in part by Columbia Journalism Review (CJR), a nonprofit that represents professional journalists and was traditionally focused primarily on journalism ethics. Covering Climate Now’s founders hope to continue elevating climate news even after the project ends. .”

    https://wattsupwiththat.com/2019/11/20/inside-the-media-conspiracy-to-hype-greta-thunberg/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.