Obrigado às 30 mil pessoas que votaram Iniciativa Liberal!

Obrigado às 30 mil pessoas que votaram Iniciativa Liberal!

Tivemos mais de 2% nas cidades de Lisboa e Porto (concelhos), 1.29% no distrito de Lisboa, 1.16% no distrito do Porto e 0.9% a nível nacional com poucos meses de trabalho sério. O resto do país virá a seguir aos poucos.

Há muitos poucos meses uma sondagem dizia que apenas 1% dos portugueses sabia que a Iniciativa Liberal existia (que existia!) e 0% tinha intenção de votar neste novo partido.

Estamos contentes, mas longe de satisfeitos. É difícil, mas estamos confiantes para eleger um deputado nas legislativas em Outubro se fizermos as coisas bem! As bandeiras da redução da carga fiscal e da despesa pública, da descentralização, da concorrência e da liberdade de escolha do indivíduo continuarão. A mudança de Portugal começou ontem.

Hoje, depois de uma campanha fantástica nos últimos meses com poucos recursos e sem o colinho da comunicação social como outros (e com muitos erros nossos obviamente que servem de aprendizagem) tivemos estes resultados. Fomos dos partidos com custo (de campanha) por voto mais baixo. Com um ano de vida chegámos aqui! Vejam onde está o PAN passado 10 anos de vida (depois de ter 1% na primeira eleição). É possível!

Menos Estado, Mais Liberdade.

Ps: A Iniciativa Liberal que os socialistas diziam ser o “partido do twitter” tem uma conta de twitter com 8 mil seguidores e teve… 30 mil votos. A batalhas das ideias continuará por muito que tentem menosprezar. Obrigado.

Anúncios

25 pensamentos sobre “Obrigado às 30 mil pessoas que votaram Iniciativa Liberal!

  1. Miguel Rijo

    Viva Bernardo. Votei IL e espero que esta onda cresça. Por isso, apresento a minha disponibilidade para o que for necessário.
    Abraço,

    Miguel Rijo

  2. Eu votei Ricardo Arroja, embora o tenha achado algo impreparado num dos debates que vi com ele, com um discurso excessivamente apressado e roupido de economicismos demasiado velados para o cidadão comum. Espero votar IL nas legislativas. Estou à espera de ideias. Ouvi o podcast do debate sobre a Europa, promovido pelo movimento 5.7, em Aldoar, no Porto. Está ali um excelente exemplo daquilo que eu considero um debate de ideias ao melhor nível.

  3. Eu votei Ricardo Arroja, embora o tenha achado algo impreparado num dos debates que vi com ele, com um discurso excessivamente apressado e roupido de economicismos demasiado velados para o cidadão comum. Espero votar IL nas legislativas. Estou à espera de ideias. Ouvi o podcast do debate sobre a Europa, promovido pelo movimento 5.7, em Aldoar, no Porto. Está ali um excelente exemplo daquilo que eu considero um debate de ideias ao melhor nível.

  4. AB

    Tem mesmo que agradecer. Eu votei no IL apesar dos comentários, aqui, dum tal BZ, que me chamou iliterado financeiro a propósito da greve dos camionistas de matérias perigosas – segundo esse, o problema da escassez de combustível nas bombas seria resolvido “liberalmente” permitindo aos operadores aumentar os preços. Suponho que a isso chama deixar o mercado funcionar. Acontece que não vejo as coisas assim, vejo uma opção dessas como deixar mas é o mercado estrangular artificialmente a oferta, e isso não é o mercado a funcionar, é o mercado negro a funcionar, como nas antigas Repúblicas Socialistas Soviéticas. Para mim, uma solução liberal seria deixar o mercado (espanhol, por exemplo) entrar e fornecer as bombas.
    Não sei quem é o BZ, que ainda por cima colou Ricardo Arroja a essa opinião. Votei IL porque prometi, aqui, que o faria. Pelo Ricardo Arroja. Nas próximas legislativas têm menos um voto. Pelo BZ. Porque, ou eu não sou tão liberal como pensava, ou o IL não é.

  5. JMS

    Depois de décadas a votar PSD (como um mal menor), fiquei “órfão” de voto logo na altura da candidatura a presidente de Rui Rio, um reconhecido amanuense de António Costa.

    Nestas europeias votei IL, sem grande convicção, reconheço, até porque não concordo com algumas posições do partido sobre, nomeadamente, a Europa e o Euro. Andamos todos distraídos e esquecemo-nos que, sem Bruxelas e o Euro, seríamos hoje uma qualquer Venezuela na periferia da Europa.

    Mesmo assim, os cerca de 95.000 portugueses que emigram anualmente não indica nada de bom para o nosso país. Passa totalmente despercebido porque já não há mesas redondas nos canais de “informação”, aberturas de telejornais nem primeiras capas de jornais.

    Quanto ao desempenho desta espécie de governo, não esquecer o papel de António Costa:

    1. Salvar a própria pele no partido,

    2. Salvar a pele de Ricardo Salgado e José Sócrates,

    3. O país é uma chatice que ele tem que aturar.

    Não nos admiremos de nada ter acontecido a Ricardo Salgado e de termos, um dia destes, José Sócrates candidato a presidente da república. Tudo indica que JS nem a julgamento irá. Com a conivência do actual PR já conseguiram mudar a PGR e “sortear” um juiz de conveniência.

    Voltando ao IL, vou dar tempo ao tempo.

    Não estou, no entanto, arrependido de ter votado como votei nestas europeias.

  6. Rui

    Eu sei que a coisa está a ir no caminho certo quando tive um stalinista a me chamar de fascista.

  7. Oscar Maximo

    Votei IL. Há muita coisa que precisa de ser afinado para as próximas eleições. Por exemplo, cartazes como o do Marquês, que precisa de ser explicado ou com objectivo longínquo, não atrai um voto. Felizmente outros eram melhores.

  8. JMS
    os cerca de 95.000 portugueses que emigram anualmente não indica nada de bom para o nosso país
    Errado. A década de 1960, que foi aquela em que mais portugueses emigraram, foi também aquela em que a economia portuguesa mais rapidamente cresceu. Atualmente a economia do Bangladesh está a crescer rapidamente, e a emigração do Bangladesh também.
    A emigração faz bem, não mal, à economia de um país.

  9. Não serei um filiado, porque considero que logo à partida isso limita a liberdade individual, mas para além de votar IL fiz de tudo para que mais algumas pessoas o fizessem.

    Estou obviamente disponível para ajudar no que precisarem, preferencialmente no concelho de Cascais.

    Cumprimentos,

  10. A quantidade de votos é directamente proporcional á atenção que é dada por parte das TVs . Sem estas não há votos !
    Espero que a IL consiga com paciência romper o muro marxista eregido á volta dos media e difundir a sua mensagem de liberdade e respeito pela pessoa individualmente considerada.

  11. Ricardo Abreu

    O meu voto foi decisivo para ultrapassar a votação do PURP na freguesia 🙂

    Com o cenário que se está a formar faz todo o sentido lutar para a eleição de um deputado nas legislativas.

  12. Deviam iniciar já um périplo pelo pais, falar com as pessoas e darem-se a conhecer.

    Pela minha parte, esmago a margem de lucro e faço-vos t-sjirts da IL a preço de custo, uma t-shirt o pessoal veste sempre e perguntam o que é isso? Nada mais simples.

  13. Bernardo Blanco

    Obrigado! Cada um de nós está a aprender e a melhorar ao longo do tempo. As ideias certas já temos, o conhecimento e a experiência profissional em diferentes áreas, agora é ir corrigindo a comunicação e chegar a cada vez mais pessoas com os meios que temos. Obrigado! abr

  14. Bernardo Blanco

    Não sei quem é o BZ, mas vejo o debate de ideias entre liberais como saudável. Nem na IL concordamos com tudo enquanto membros, não seria de esperar que simpatizantes ou quem nos segue o fizesse. As pessoas terão certamente ideias diferentes nalgumas áreas, importa é que concordem com a maioria da mensagem liberal. Esperamos (re)conquistar a sua confiança até Outubro. Abraço

  15. Bernardo Blanco

    Obrigado pela confiança. O que disse sobre a Europa foi algo que nós comunicámos várias vezes. Quanto ao Costa concordo totalmente. Esperamos continuar a ter a sua confiança, faremos por isso. É difícil eleger um deputado nas eleições legislativas em Outubro, mas não impossível. Já estamos a trabalhar nesse sentido. Aqui ninguém pára. Não fazemos política só nas duas semanas antes das eleições, para isso estão cá os do costume.

  16. Bernardo Blanco

    Todos vamos aprendendo com alguns erros. Obrigado Oscar. Estamos a trabalhar desde ontem já para em Outubro tentarmos eleger deputado. Vamos a isso!

  17. Bernardo Blanco

    Obrigado, é isso mesmo. Enquanto a Tv não der atenção terá de ser, passo a passo, pelas redes sociais e artigos de opinião. Já estamos a todo o vapor para eleger em Outubro! Muito obrigado pelo apoio

  18. Bernardo Blanco

    Tivemos bons resultados de mais de 2% em Lisboa e Porto (e também fora do país), o resto do país virá a seguir. Passo a passo. O deputado é difícil, mas possível

  19. Bernardo Blanco

    Faremos por isso! Tentaremos conquistar a sua confiança até outubro 🙂 Todo o voto conta

  20. Fui um dos que votou na IL. Repare-se que não concordo com metade do que dizem, mas pelo menos concordo com metade. E isso é muito mais do que posso dizer dos partidos, como o CDS, em que concordo com quase tudo o que dizem e quase nada do que fazem quando estão no poder.

    Não distingo a acção da Cristas como Ministra do Plano Quinquenal da Agricultura com a que perceberia a um Jerónimo de Sousa no quadro sócio-político vigente, com essa coisa da União Europeia e da Zona Euro. Isto é, infelizmente, o socialismo que até agora nos vai atravessando. A única excepção é a do Adolfo Mesquita Nunes, através do qual muitos empregos e salários foram criados.

    Gostaria de poder dizer da IL, se alguma vez fosse poder, que se portaria como o ex-secretário de estado do turismo e não como a mentirista da ingrícola.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.