Artigo 11 e Artigo 13 Aprovados – Conheçam o Voto dos Eurodeputados Portugueses

Hoje é um dia negro para a Internet tal como a conhecemos. A EUSSR fez hoje aprovar a lei que aprova os polémicos artigos 11 e artigos 13 essencialmente que estabelecem filtros de upload e uma taxa sobre links (ler mais aqui) cedendo a lobbies que representam grupos especializados de interesse e sendo algo que limita a liberdade de expressão e algo também que acelera o caminho para a irrelevância mundial do espaço europeu.

Uma vez que se aproximam as eleições europeias, quero que os leitores deste blogue conheçam os eurodeputados portugueses que votaram a favor desta lei, e cujo voto nos respectivos partidos desaconselho vivamente nas próximas eleições europeias (fonte e fonte):

  • António Marinho e Pinto (PDR)
  • Carlos Coelho (PSD)
  • Carlos Zorrinho (PS)
  • Cláudia Aguiar (PSD)
  • Fernando Ruas (PSD)
  • José Inácio Faria (PT)
  • José Manuel Fernandes (PSD)
  • Liliana Rodrigues (PS)
  • Manuel dos Santos (PS)
  • Maria João Rodrigues (PS)
  • Nuno Melo (CDS/PP)
  • Paulo Rangel (PSD)
  • Pedro Silva Pereira (PS)
  • Ricardo Serrão Santos (PS)
  • Sofia Ribeiro (PSD)

Para quem se interrogar sobre em que partido o humilde autor deste post irá votar nas próximas eleições europeias, será sem dúvida na Iniciativa Liberal.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Artigo 11 e Artigo 13 Aprovados – Conheçam o Voto dos Eurodeputados Portugueses

  1. Eu sou a favor de que haja direitos de autor em todo o lado, ou então de que não os haja em lado nenhum. Sou contra haver direitos de autor nuns sítios, mas na internet não.
    Portanto, não votarei na IL. O que lamento, porque sou militante dela.

  2. JP-A

    Há já muitos anos explicaram-me que mal apareça uma nova associação de reformados, utentes ou qualquer outra coisa do género que possa incomodar, à segunda assembleia geral já está infectada de colas, especialiastas em seguros, militantes partidários comandados e outras faunas autóctones da classe Sabes Mais do que o Papa. Quanto ao assunto, pelas declarações do especialista de ontem na TV deu para perceber (até pelos risos) que se estão à espera de receber qualquer coisa através de uma sociedade de autores, bem podem esperar sentados. Espantoso é que não se tenham em vez disto dedicado ao trabalho de análise e devassa dos cidadãos ou à maneira como a banca se constitui como participante em negócios com taxas pornográficas sobre o valor facturado cobradas por transações electrónicas cujo custo é o mesmo para o pagamento de 1€ ou de 1000. Ou de transferências por prestações de serviços ao exterior das quais são descontadas taxas percentuais a título de custos e câmbios à cabeça que é melhor nem dizer, caso contrário pode parecer mentira. Vai ser bom é para Londres.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.