Privatizar a RTP

Ai que vem (ou vinha) aí uma greve da RTP… e agora? O que fazemos? Como vamos viver SÓ com centenas de canais privados em qualquer box, youtube, netflix, etc? Deixo abaixo um texto que escrevi há sensivelmente um ano, com pequenas edições, e que se mantém actualizado.

Entre 2012 e 2017, a RTP recebeu praticamente 1000 Milhões de euros dos pagadores de impostos via CAV (Contribuição para o Audiovisual), uma Taxa criada em 2003 que vem na factura da electricidade e que em média aumenta em 6% a conta da luz.

Este ano lá vão mais 186 Milhões de euros para a RTP roubados às pessoas e às actividades produtivas. Alguém inteligente no século XXI, com acesso a centenas de canais privados (desde cinema, a desporto, a música, a notícias, entretenimento… Hollywood, vários canais FOX, Canal História, Discovery Channel, National Geographic, TVI 24, SIC N, MTV, etc.), com acesso a Netflixs e Youtubes da vida e por aí acha que precisamos de um serviço de televisão público? Alguém no seu perfeito juízo vê de forma sensata serem roubados 186 milhões de euros para subsidiar algo que os privados (desde TV a Internet) já fazem? Ainda por cima falamos de algo com um share que deve rondar os 15% se tanto. A esmagadora maioria não vê este canal sequer.

A RTP se competisse num mercado livre, onde não tivesse subsídios e onde não tivesse o monopólio garantido pelo Estado de certos eventos que poderiam ser colocados a concurso entre privados e assim até render muito mais dinheiro aos cofres públicos (como a Eurovisão), provavelmente já nem existia. Para existir teria de se adaptar e reinventar como fazem as centenas de canais privados. Querem existir? Tenham público, receitas comerciais e donativos suficientes para se sustentarem. Isto sim seria justo. No fim deste ano são 35 euros a cada “contribuinte” que poderiam ser poupados só nesta CAV. Com estes 35 euros comprava uma boa prenda de Natal. Talvez por ser um valor pequeno cada um de nós não dê muita importância e, assim, contas feitas no total, a maioria é explorada pela minoria em quase 185 milhões de euros num ano. Espero que um dia esta maioria com interesses dispersos se organize a sério para acabar com grupos de interesse como este que são uma pura perda económica.

Eu sei que em vários países na Europa se faz o mesmo e se paga mais, e daí? Lá por os outros roubarem os deles e preferirem ineficiências à coragem de lutar contra lobbies e sindicatos não temos de fazer o mesmo. E também sei que na Constituição diz que “O Estado assegura a existência e o funcionamento de um serviço público de rádio e de televisão”, e daí? Já tivemos vários exemplos de que o que está na Constituição pode ser interpretado de várias formas. Em último caso isto é mais um motivo para mudar a Constituição (a juntar a dezenas que já existem).

PS: Aos meus amigos que dizem que a RTP 2 é algo diferente, inovador, cultural, etc… vamos fingir que o que eles passam não há na Internet, vamos fingir que todo o país vê e vamos fingir que é conteúdo excelente de serviço público (o que quer que isso seja). Pronto, depois de fingirmos isto tudo, podemos deixar a RTP 2 pública como está e começar por defender a privatização da RTP 1. Realmente não é mal pensado, até porque resolvia o problema da Constituição obrigar a ter um canal público.

Anúncios

13 pensamentos sobre “Privatizar a RTP

  1. “Aos meus amigos que dizem que a RTP 2 é algo diferente, inovador, cultural, etc… vamos fingir que o que eles passam não há na Internet”

    Não sei onde se encontra o conteúdo da RTP2 na Internet.
    Se responder que posso ver esse conteúdo nos arquivos do site da RTP, essa resposta não será honesta,

    “podemos deixar a RTP 2 pública como está e começar por defender a privatização da RTP 1”
    Por mim tudo bem, desde que deixem a 2 em paz.
    Eu por mim já perdi o habito de fazer zapping.
    É que para levar com novelas, reality shows, sucateiros, leiloeiros, o gajo com cabelo esquisito que fala de extraterrestres e ainda os gajos aos berros por causa da magna questão da bola, não vale a pena exercitar o dedo.

  2. Bernardo Blanco

    Imensas horas são desenhos animados e Zig Zags da vida. Depois há sempre uma série agora é o 19-2 que se apanha na net facilmente. E, aí sim, costumam ter um filme / documentário de vez em quando mais difícil de apanhar… mas tirando isso o tipo em si de conteúdo encontra-se na net. Mas tudo bem, dou a RTP 2 de barato 🙂

  3. “uma Taxa criada em 2003”

    O Governo era do PSD e CDS , a suposta “direita anti socialista” não é?

    E estou me a lembrar do PSD e CDS serem eleito com este programa ou parecido em 2002…sabemos como acabou: com um novo “comentador da direita”.

  4. Bernardo, desenhos animados na 2? A que horas é que o Bernardo tem disponibilidade para ver TV?

    Não vejo o “19-2”, pronto, não engracei com a serie, mas lembro-me de outras como a “Borgen”, “uma aldeia francesa”, “sitiados”, “fraude”, “1992”.
    Isso é difícil encontrar legalmente na net e mesmo que se não o fosse, valha-me Deus, apanhar o “Borgen” ou o “fraude” sem legendagem não seria propriamente sedutor.

  5. mg42

    “Eu sei que em vários países na Europa se faz o mesmo e se paga mais, e daí? Lá por os outros roubarem os deles e preferirem ineficiências à coragem de lutar contra lobbies e sindicatos não temos de fazer o mesmo”

    LMAO.
    De onde é que surgiu este anjinho “dinâmico” acabadinho de sair do forno ?

  6. Os “walkingdeads” que mandam em Portugal sabem que o seu poder se deve essencialmente ás TVs . A multidão de mortos-vivos não para de engrossar devido ás lavagens aos cerebros dos portugueses com o marxismo cultural e o politicamente correcto , servidos em doses maciças em todos os canais incluindo os privados . Os do estado são completamente inuteis em todas as perpectivas . O seu financiamento é mais um roubo descarado aos portugueses . Seria crime , se os walkingdeads quizessem expressar na constituição que sacar dinheiro em impostos para sustentar determinada clientela é roubo.

  7. Algarve

    A questão de um milhão na queda do helicóptero do INEM: atendendo a que os destroços não evidenciam que tenha havido explosão e atendendo à intolerável demora na chegada de socorro ao local; QUEM GARANTE QUE TODAS AS VÍTIMAS MORRERAM NO MOMENTO; QUEM GARANTE QUE NENHUMA DAS PESSOAS (E ERAM 4) QUE ALGUMA ESTEVE VIVA DURANTE 1H OU 2H À ESPERA DE SOCORRO ACABANDO POR MORRER.

    ESTE CENÁRIO NÃO ESTÁ A SER COLOCADO COMO POSSIBILIDADE QUANDO SABEMOS QUE NÃO HOUVE EXPLOSÃO , NEM O HELICÓPTERO CAIU DE ALTURAS ELEVADAS

  8. A. R

    A RTP é um emprego de famílias inteiros em uma quinta do PCP: fechem isso. Eles que a paguem que são ricos proprietários.

  9. mg42

    O que nos vale vai ser o Netflix…

    “According to internal Facebook documents seen by the Times, Spotify could see the messages of more than 70 million Facebook users a month. The Times reported that Spotify, Netflix, and the Royal Bank of Canada could read, write, and even delete people’s messages.”
    https://www.timesunion.com/technology/businessinsider/article/Facebook-admits-that-it-allowed-Netflix-and-13477159.php

    Liberalzinhos liberalzinhos , que aspiram à liberdade liberdade e mais liberdade.
    Se o totalitarismo vier sob a capa do corporativismo capitalista vocês todos levantam-lhes o rabinho e batem palminhas…

  10. Nuno Duarte

    Quem escreve isto obviamente não sabe o que é um serviço público de televisão. Com certeza também não está de acordo com qualquer outro tipo de subsídio, nomeadamente às artes, como o cinema. Faz falta um pouco mais de cultura, um pouco mais de saber, a quem “opina”.

  11. “A RTP é um emprego de famílias inteiros em uma quinta do PCP: fechem isso. Eles que a paguem que são ricos proprietários.

    Se julga que a RTP é só uma quinta do PCP está enganado…

  12. Pingback: A Pátria do Subsídio – O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.