#somosTaxi? Não!

Em dia de manifestação dos taxistas no centro da cidade de Lisboa, alguns destes motoristas usavam t-shirts com a hashtag (que modernos!) #somosTaxi e praticamente todos carros tinham bandeirinhas com essas duas palavras.

Então porque não investirem esse dinheiro numa app que faça real concorrência à Uber, Cabify, etc? A resposta é simples: isso significaria que tinham de oferecer um serviço de melhor qualidade e sujeitarem-se ao escrutínio dos seus clientes (através de avaliações).
Melhor que concorrer em pé de igualdade, será fazer tudo para “eliminar” a concorrência. A nossa liberdade de escolha não tem qualquer valor para os taxistas. Mas… e para vocês? Mesmo que não usem aquelas plataformas digitais, querem viver num país livre?

Anúncios

6 thoughts on “#somosTaxi? Não!

  1. JMS

    Em resposta à pergunta do último parágrafo, é óbvio que não. Ou já se esqueceu da mentalidade socialista do nosso país?

  2. Basta olhar para a cara do javardo do “patrão dos taxistas” para perceber a “razão” deles.
    Os partidos, o governo, o presidente da república até se podem comprometer em mudar a lei, desde que os “senhores” taxistas, passem a andar vestidos de fato e gravata, ter os carros impecavelmente limpos, não falarem nem de bola nem do tempo do Salazar, não terem o radio no “Amália” em altos berros, arrumarem a bagagem e já agora não roubarem nas tarifas.

  3. Luís Lavoura

    porque não investirem esse dinheiro numa app que faça real concorrência à Uber, Cabify, etc?

    Porque agora já é tarde para isso.

    Grandes utilizadores de táxis são especialmente os turistas. Esses turistas conhecem as plataformas estrangeiras, das quais vêem habituados dos seus países, e não utilizariam a plataforma dos táxis portugueses.

    As plataformas digitais têm em geral um efeito de crowding: quantos mais utilizadores têm, mais utilizadores atraem e mais bloqueiam a aparição de concorrentes.

  4. O que é mais fantástico é como pode existir um cartel que impede outras pessoas de aceder à profissão. Mas estamos no Portugal Social Fascista

    Não se vê histerismo dos jornalistas pelo preço de uma licença para conduzir um taxi.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.