A iniciativa “Agenda Mais Crescimento”

Ontem a TSF anunciou que o Governo lançava uma nova iniciativa: a “Agenda Mais Crescimento”. Durante vários meses, o nosso dedicadíssimo PM, articulado com os ministros e com o Presidente da República, a um ritmo aparentemente alucinante (um dia por semana!), “dedicar-se-á ao tema” do crescimento e do relançamento da economia, prioridades do Executivo. Finalmente, um daqueles governos de esquerda que não se limita apenas a declarar o “que é preciso fazer”; este é um governo que põe as mãos na massa! Parece que, além de ter encontrado tempo para pensar nessa questiúncula do crescimento, o Governo terá descoberto uma formula milagrosa que se propõe aplicar. Qual? Como implementar a Agenda Mais Crescimento? Fazendo-se à estrada, de Norte a Sul do País para vender uma teorizinha sobre o empreendedorismo e dar umas lições sobre a qualificação e a competitividade. Lendo a notícia, ficamos a saber que a iniciativa também tem como objetivo, entre outros, “demonstrar confiança no tecido empresarial português”. Pergunto-me se esta demonstração incluirá piruetas e declarações poéticas?

O que o nosso PM não compreende é que por muito empenho que coloque nestes kms que se propõe, estoicamente, percorrer – particularmente oportunos em tempos de campanha pré eleitoral para as autárquicas – a sua política económica e de atração de investimento continua a não ser – como dizer… – atrativa. Este caso, da coca-cola, é disso um bom um exemplo.

fat tax.png

9 pensamentos sobre “A iniciativa “Agenda Mais Crescimento”

  1. Espero que ele vá à minha aldeia. São todos socialistas, vai ser bem recebido! O único problema é que como a malta, lá, já tem toda o RSI e não precisa dessas histórias de empreender, trabalhar, etc., ele irá sentir-se inútil…

  2. Todos os dias as algibeiras “deles” e a dos amigos cresce, fruto do amor que dedicam ao nosso povo. É bonito e digno de aplaudir.
    Se os venezuelanos já pesam as notas, quem somos nós para lhe ficarmos atrás? Acaso faltam notas na venezuela? Nós também temos soporcel e casa da moeda. Deixem as rotativas funcionar à doida! Não se armem em velhos do restelo! A UE acabará por ser “compreensiva” como a iskierda quer. Não contrariemos a iskierda.

  3. Anticapitalista

    Pois claro, estes capangas são uns débeis mentais!
    Venha o Passos com o seu diabo, e a normalidade regressará! …
    Mas só com eleições, e essas têm o seu tempo, mas a julgar pelas sondagens, o dia no pode vir, mas o Passos ganhar, parece improvável!
    Tenham paciência, os pafistas pafiosos, continuem a tomar o XANAX, e para as e os mais adiadas, RENIE

  4. tina

    “Fat tax trava a fábrica da Coca-cola”

    Não nos esqueçamos de apontar este exemplo quando a esquerda quiser culpar o abrandamento geral (Mas qual abrandamento geral?) pelo não crescimento da nossa economia.
    .
    A geringonça mata tudo o resto para salvar os funcionários públicos e continuar no poder. PPC fez uma boa descrição do Alguidar de Banha, a forma como ele mente descaradamente na AR. Estamos a lidar com pessoas sanguinárias, com mercenários, matam tudo para sobreviver.

  5. O que é que os mercenários da geringonça já mataram:
    – o crescimento da economia
    – a redução da dívida, que se tornou num aumento exponencial
    – o saldo positivo da balança comercial que já bate recordes negativos a nível da UE.
    – juros de dívida baixos, que se tornaram os juros mais elevados da UE, só ultrapassados pela Grécia.
    – a dignidade de Portugal, que voltou outra vez a ser um país mendigo, ainda agora Centeno vai de joelhos à Comissão pedir para baixarem os juros.

    O que salvaram: o bem estar dos funcionários públicos refletido no consumo interno, no aumento de importações e no aumento de dívida. Não tarda nada e o desemprego vai começar a aumentar outra vez.

  6. Luís Lavoura

    Fui informado de que há diversas adegas cooperativas que já não produzem aguardente, pois que o imposto sobre esta é tão elevado que o consumo não justifica. Isto é horrível. O imposto sobre a aguardente deveria baixar substancialmente para que houvesse mais investimento.

  7. Luís Lavoura

    É claro como égua que este anúncio público pela Coca-Cola de que vai suspender o seu investimento se destina primordialmente a fazer pressão sobre o governo. Quando a questão deixar de ser discutida eles retomarão, calmamente e sem alarde, o investimento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.