Licença moral

Socrates-e-LulaHillary Clinton nos EUA criou uma fundação multimilionária com o marido, vive de forma luxuosa desde que ele deixou de ser presidente e dá conferências nas quais recebe mais para falar uma hora do que a maioria dos americanos ganha num ano. José Sócrates foi viver para um apartamento de luxo em Paris logo após o fim do seu mandato e era conhecido por, ainda em Lisboa, ter uma vida digna de um milionário. No Brasil, Lula da Silva, um simples metalúrgico como gostava de se identificar, é suspeito de ser o verdadeiro dono de uma quinta de luxo e outros imóveis com que um metalúrgico brasileiro normal só pode sonhar. Independentemente da discussão sobre a forma como obtiveram os rendimentos, há uma questão que fica no ar: porque é que tantos líderes de esquerda sentem-se confortáveis para viver uma vida luxuosa? Porque é que os apoiantes dos partidos de esquerda, que afirmam lutar contra as desigualdades, aceitam tão bem que os seus líderes tenham estilos de vida dignos das pessoas contra quem sempre direcionaram os seus discursos? A resposta para este aparente paradoxo é que os líderes de esquerda sentem-se à vontade para viver vidas luxuosas acima do cidadão comum precisamente porque acham que a sua luta contra a desigualdade em público lhes dá esse direito. Consideram que as suas posições políticas públicas lhes dão créditos suficientes para uma vida privada de luxo. Ou seja, é por acharem que lutam contra a desigualdade – e não apesar de lutarem contra a desigualdade – que as pessoas de esquerda se consideram moralmente aptas para adoptar estilos de vida que reflectem exactamente essa desigualdade.

É a isto que em psicologia se dá o nome de “Licença moral”. Em 2009, investigadores em psicologia da Universidade de Stanford fizeram um estudo no qual concluiram que pessoas que expressavam abertamente o seu apoio a Barack Obama tinham maior probabilidade de ter atitudes racistas. A explicação para este paradoxo era simples: os apoiantes de Barack Obama sentiam que, ao apoiar um candidato negro à presidência, se tinham livrado de qualquer suspeita de serem racistas, sentindo-se mais à vontade para, paradoxalmente, terem atitudes racistas.

Com os líderes de esquerda a situação é semelhante. Independentemente dos fracos resultados das políticas de esquerda em tirar pessoas da pobreza de forma permanente, a verdade é que esquerda tem a reputação de atacar as desigualdades, e de penalizar os mais ricos. Independentemente dos efeitos de longo prazo destas políticas, que muitas vezes até acabam por prejudicar os mais pobres, os efeitos directos e imediatos aparentam beneficiar os mais pobres. Esta percepção alivia a sua consciência e faz com que os políticos de esquerda se sintam mais à vontade para beneficiar dessa desigualdade de rendimentos que afirmam ser imoral. O perfil sócio-económico dos apoiantes do Bloco de Esquerda (a chamada esquerda caviar) é outro bom exemplo disso. Outro bom exemplo aconteceu há uns meses quando a deputada do PS Isabel Moreira e a activista de extrema-esquerda Raquel Varela, entre textos sobre a desigualdade salarial e o salário mínimo, publicaram uma fotografia sua a jantar num restaurante onde a refeição custava tanto como uma semana de salário de um operário fabril. Elas tinham passado semanas a pedir o fim dos salários baixos, defendiam o fim das desigualdades, portanto já tinham feito a sua parte pelos pobrezinhos. Agora era a altura para aproveitar esses créditos para jantar num restaurante de luxo. As suas consciências estavam tranquilas: podiam agora aproveitar o facto de estarem no melhor lado da desigualdade. Mais um típico caso de Licença Moral a funcionar.

Mas não é só à esquerda que este sentimento se nota. À direita também se aceita, implicitamente, esta realidade. Tendo a reputação (merecida ou não) de não lutarem contra as desigualdades, e de se colocarem menos ao lado dos pobres, os líderes de direita evitam a todo o custo serem vistos a ter vidas luxuosas durante e depois dos seus mandatos. Não considerem ter a mesma licença moral que os líderes de esquerda têm. É irónico que dois dos líderes da esquerda que mais tempo governaram o país (Mário Soares e José Sócrates) tenham ficado conhecidos pelas vidas sumptuosas que levavam, enquanto os dois líderes da direita que mais tempo governaram (Cavaco Silva e Passos Coelho) fizeram sempre um esforço por passar a imagem de levarem um estilo de vida comum, com os seus apartamentos nos subúrbios e férias baratas em Portugal. Eles sofrem do problema simétrico aos líderes de esquerda: por existir a percepção de que lutam menos pelos pobres do que os seus opositores de esquerda, eles sentem a necessidade de exibir as credenciais de homens do povo.

Vivemos assim numa situação paradoxal em que aqueles que defendem políticas que levaram milhões à pobreza assumem ter licença moral para viver como milionários, enquanto que aqueles que defendem políticas mais próximas (ainda que em Portugal bastante distantes) das que elevaram milhões da pobreza, sentem-se obrigados a viver vidas modestas para ganharem a credibilidade necessária para aplicar essas políticas.

39 pensamentos sobre “Licença moral

  1. Este artigo não aborda, mas a conclusão que facilmente se retira do texto é que há muito ( ia a dizer imbecil mas retiro) a votar MAL, não só em Portugal como no resto do mundo

  2. Filipe

    Sempre foi assim, apesar de não ser apoiante da politica de Salazar, devo dizer que foi o unico que morreu sem guito, deixou um apartamento à viuva, nada mais.

  3. A.R

    A vivenda do Cavaco é que era a má. As várias casas de Soares, incluindo a do Vau à volta da qual mais ninguém construiu já que não conseguiu inexplicavelmente licença, são ignoradas. Como acumulou tanto património? Não sabemos!

  4. JP-A

    Duvido muito que o Ministério Público faça o mesmo que foi feito com os Contos Proibidos com o livro de Fernando Lima que está para sair. Se fosse com a direita não passavam outra coisa nos telejornais dos últimos 4 dias. Pela maioria da comunicação social vai pelo mesmo caminho dos Panamá Papers e de resto vão ser repetições vagas aos bochechos. Atente-se na descredibilização que vai acontecer aquando das notícias do lançamento, dia 8.

  5. Marco

    Vamos cá ver … Cavacos, Isaltinos, Portas, Loureiros …

    Depois é só na esquerda …

    Partidos políticos = máfias organizadas, sejam quais forem as cores.

  6. Ó santo Deus!….
    A Hillary Clinton é de esquerda!
    O Mário Soares, é de esquerda!
    O Sócrates é de esquerda!
    O Lula da Silva é de esquerda!
    A Isabel Moreira é de esquerda!
    ….
    Marx viveu miseravelmente e deu a vida pela causa do SOCIALISMO
    enquanto etapa que, como a sua análise histórica da evolução do Homem e a luta de classes parecem evidenciar, se seguirá ao CAPITALISMO.
    Também Lenine, Ho Chi-Minh, Mao Tsé-Tung, Fidel Castro, Che Guevara, Álvaro Cunhal, Bento de Jesus Caraça, Fernando Lopes Graça, Agostinho Neto, Eduardo Mondlane, Samora Machel, Salvador Allende, Xanana Gusmão, José Saramago, Catarina Eufémia, e tantos outros nomes, alimentaram a esperança de ver o fim do capitalismo que explora os povos mais fracos em favor dos mais fortes, e por isso foram, são e serão considerados de esquerda.

    Ora, não consta que qualquer dos nome citados: Hillary Clinton, Mário Soares, Sócrates, Lula da Silva, Isabel Moreira, alguma vez possam ser considerados de esquerda, na medida em que defende o capitalismo, apenas com uma nuance: dizem que querem democratizá-lo, mas isso não existe.

  7. lucklucky

    Pela mesma razão que os Regimes Comunistas assassinaram mais Comunistas que os Regimes Fascistas assassinaram Comunistas.

    Mas os Comunistas pelo mundo fora continuam a votar para implementar esses mesmos regimes.

    É Fé.

    Tal como Muçulmanos matam milhares de outros Muçulmanos.

    Quantos Comunistas teriam já sido fuzilados, enforcados ou simplkesmente desaparecidos em Portugal caso o PCP tivesse chegado ao poder em 1974 ou 75?

  8. André Miguel

    O socialismo é a via rápida para a aristocracia, a forma mais fácil de enriquecer. Ser capitalista dá muito trabalho, é mais fácil viver à pala dos pacóvios que trabalham e pagam impostos. Assim como os anticapitalistas, estão a ver?

  9. Anticapitalista,

    Já ouviu falar das limusinas ZiL? Ouvi dizer que cada cidadão soviético tinha à sua disposição uma.

    ANEDOTA SOVIÉTICA:

    No plano quinquenal de 1975 apareceu a menção de cada soviético ter uma casa e um helicóptero. Dois amigos discutiam na cozinha o plano:

    — Mas por que carga d’água preciso eu de um helicóptero se passo os dias na fila para comprar pão, carne e peixe, quando os há?

    — Mas não vês tu o que está à tua frente? Vivemos em Leninegrado. Se soubermos que num armazém em Moscovo há carne à venda, pegamos no helicóptero e vamos lá comprá-la.

  10. Anti Capitalista,

    Fala em Lenine sem saber de quem fala. Já ouviu falar da Новая экономическая политика (Nova Política Económica)? Veja lá o que essa expressão significa, quem a aplicou e por que é que teve de nascer.

    Descubra quem a aboliu e o que é o Голодомо́р (esta não lhe irei transliterar, mas informo-lhe que decorreu em 1932 e 1933 no Sul da União Soviética).

    NOTA: descobrir o que é o Nova Política Económica pode ter efeitos secundários graves para fervorosos crentes no marchismo vermilhóide.

  11. Anticapitalista,

    «Marx viveu miseravelmente e deu a vida pela causa do SOCIALISMO»

    Cada tiro, cada melro. Veja as biografias de Marx (se souber ler russo, recomendo-lhe uma muito boa). Quando o tipo tinha dinheiro, estrampalhava-o em festanças e nada escrevia.

    Dele disseram que passou dois anos bêbedo em Londres, a gastar dinheiro de Engels, enquanto a família vivia na mais absoluta miséria, com as roupas em farrapos. Quando escrevo disseram, até penso no autor: refiro-me à própria filha do seu ídolo.

    G’anda exemplo.

    Quanto a Agostinho Neto, este é o mausoléu, construído num tempo em que Angola figurava no fundo da tabela em mortalidade infantil e milhões morreram por terem o mau hábito capitalista de necessitarem de alimento para a consecussão das suas funções orgânicas.

    Já agora, já lá vivi e sei quão grande ele é. A fotografia não lhe faz justiça. Note-se que ele não está enterrado lá.

  12. Finalmente, Xanana:

    Quanto é que gastou a Zenilda, a filha dele, no casamento? Dou-lhe uma pista: não se podem contar pelos dedos de uma não os portugueses que apresentam valores de rendimento para declarações de IRS com um valor tão grande.

  13. licença moral deve ser a meritocracia hereditária a que os capitalistas se agarram para justificarem para si mesmos a destruição de vidas humanas e a destruição ambiental que provocam por meia duzia de zeros a mais na conta bancária

  14. André Miguel

    Francisco Colaço, eu gabo-lhe a paciência… a sério… Você julga que ele não sabe isso? Sabe e está-se nas tintas, a fé move montanhas. A culpa dos vícios dos socialistas é dos capitalistas, ainda não percebeu isso? Se Londres não existisse como antro capitalista Marx não teria sucumbido à tentação. Abaixo a tentação! Abaixo o capitalismo! Nós, capitalistas e liberais, é que temos a culpa de existirmos e corrompermos as suas almas perfeitas! Devíamos apenas existir para lhes proporcionar bem estar, leia-se: trabalhar para e por eles.

  15. Pergunta,

    «destruição ambiental que provocam por meia duzia de zeros a mais na conta bancária»

    Nunca vi pessoalmente maior destruição ambiental do que aquela perpetrada por socialistas e comunistas em países socialistas e comunistas.

    Nem tantas valas comuns. Estas não vi mas sei que existem; e de vez em quando lá se noticia a descoberta de outra na Federação Russa do tempo da URSS.

    Aconselho-lhe a tirar a trave do seu olho antes de tentar tirar o grão de areia do nosso. Enxergará melhor.

  16. André Miguel,

    Desculpe a ambiguidade. Quando falava das suas posições respondia ao seu repto de paciência, e portanto as posições a que alegava eram as dos vermilhóides.

    Quanto ao resto, quem diz Fidel Castro diz Maduro.

    Eu, para meu mal, não tenho uma personalidade amoral de tal forma a agregar essa fortuna pelos mesmos meios que os nominados esbirros.

  17. trave no olho,

    não justifico politicas contemporâneas com o que fizeram reis e rainhas durante a idade média. sabe porquê? porque é estúpido.
    até o bill gates já conseguiu perceber que o capitalismo é inepto para resolver o problema das alterações climáticas. mas você continua aí a contabilizar os mortos da inquisição espanhola.
    homem, largue os traumas e abrace o futuro

  18. Pelo contrário, ser de esquerda é enriquecer e viver uma vida de luxo à custa do zé povinho parolo que acredita nas promessas da igualdade social com que os socialistas enchem a boca todos os dias.

  19. lucklucky

    “já agora, para ser de esquerda é necessário fazer um voto de pobreza?”

    Claro que sim, não é você que defende a igualdade, então pratique-a.

    Enquanto existirem pobres têm de distribuir é o vosso argumento para os outros que não são socialistas e que com violência querem obrigar a ser.

    Já agora quantos Comunistas começaram uma Comuna?

  20. lucklucky

    “resolver o problema das alterações climáticas”

    É impressionante a hubris ignorante desta gente.
    A ciência é incapaz de combater as manias, inclusive dos cientistas.

    Demonstre a evolução dos ventos e nuvens dos últimos 1000 anos.
    Não demonstra porque não tem maneira de saber.

    Cientistas que na grande maioria estão levar na tromba com as ultimas não descobertas do LHC….

  21. Lucklucky, como é incapaz de entender o que escrevo, eu vou ser directo: não sou de esquerda. Já agora, esqueceu-se de chamar marxista aos cientistas!

  22. Lucklucky,

    «Já agora quantos Comunistas começaram uma Comuna?»

    Não exagere, Lucklucky. Isso era pedir a um médico que se curasse a si mesmo.

    Houve várias comunas que começaram em Portugal. Não há nenhuma que tenha subsistido. Os médicos sociais morreram hécticos ou tinhosos.

  23. Pergunta,

    «até o bill gates já conseguiu perceber que o capitalismo é inepto para resolver o problema das alterações climáticas.»

    Pois o comunismo é especialista em estragar o ambiente. Já alguma vez percorreu uma zona industrial da Rússia ou da Polónia ou da República Checa nos anos subsequentes à queda do comunismo?

    Percorra-as agora. Note a diferença. Acreditando nas suas asserções idiotas, eles teriam percorrido o caminho do capitalismo para o comunismo e não o inverso.

    Aconselho-lhe veementemente, e para seu bem, que não recalcitre contra os aguilhões: não há maneira de me conseguir provar que o transplante de um cérebro de azêmola numa cabeça humana conseguiu alguma vez criar uma criatura razoável, inteligente e fluente.

  24. Adivinha mal. Ninguém espera que os porcos limpem a pocilga. Os partidos (actuais) são parte do problema, não da solução!

  25. A.R

    “ser de esquerda é necessário fazer um voto de pobreza”? Sim, se não fores o pobre dos mais pobres és o respectivo explorador.

  26. oh colaço,

    cantas bem mas não m’alegras!
    então e acerca da ineptitude do capitalismo para resolver um problema que implica cooperação em vez de concorrência, nada? nada de nada?
    pois é, engulhos…

  27. André Miguel

    Pergunta, hum???! Pode explicar melhor esse raciocínio? Desde quando o capitalismo pressupõe unicamente e simplesmente concorrência e não cooperação? Os disparates que um gajo tem de ouvir… Que eu saiba é o socialismo que diaboliza as trocas livres e sem interferências externas, assim como o trabalho voluntário!

  28. André Miguel

    Sff não me trate por tu que não andámos juntos à escola.

    Ena pá… Chutar um link do Gates a falar sobre o clima para querer justificar que o capitalismo é só concorrência e não cooperação, diz tudo sobre os seus argumentos. Estamos conversados.

  29. andrézito filho,

    é que era mesmo disso que eu estava a falar com o Francisco quando te vieste meter na conversa.
    se calhar convém leres bem antes de tentar meter a colher senão ainda acabas como o outro a perguntar “o que é aleppo?”
    só pra acabar, chegou a ler a entrevista do bill gates ou também não?
    fica-lhe mal andar de pálas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.