O Insurgente memória 2

A Pulhice avassaladora de Valupi, no Aspirina B

Os deputados do PSD, representados pelo Pacheco Pereira, estão a pôr em causa o bom nome de Paulo Penedos, João Carlos Silva, José Maria Ricciardi, Zeinal Bava, Manuel Polanco, Armando Vara e José Sócrates. (…)
Se eu me chamasse António Costa, saltava fora da quadratura da infâmia. Há mínimos de respeito e dignidade(…)

11 pensamentos sobre “O Insurgente memória 2

  1. Luís Pereira

    E o António Costa não saltou fora da quadratura da infâmia”. Não só não saltou fora, como lá continua, mesmo depois de ser escolhido pelo PS e outros simpatizantes que morderam o anzol como “candidato a 1.º ministro”, com um tempo de antena que mais nenhum “candidato a 1.º ministro” tem. É um escândalo!

  2. Pingback: Foi para isto que o Al Gore inventou a Internet | Aspirina B

  3. mja

    tempo de antena? com um contraditorio, de homens como pacheco pereira e lobo xavier? este comentario do luis pereira é simplesmente ridiculo.tempo de antena tem o psd atraves do marcelo há mais de 15 anos e sem contraditorio e agora até temos o governo na tv atraves do pequenino marques mendes.não se esqueçam do expresso, correio da manha , publico e outros.luis pereira quer mais gente a bater no ps e agora no costa. nem o” partido democratico e catolico de salazar” tinha tantos aliados!

  4. mja

    a quadratura da infamia,diz o senhor magalhaes pinto (por acaso não é familiar do economista magalhaes pinto de escrevia no jornal economico?) se é, faleceu mas deixou um herdeiro com uma carga genetica que o deve orgulhar muito .se não é, meu pedido de desculpas (está na moda…) mas aproveito a oport,unidade para lhe dizer que antonio costa vai sair quando tomar posse do cargo de lider do ps.recordo que os outros dois intervenientes são militantes do psd e cds,com o peso politico que todos lhe reconhecem,menos os coelhinhos e coelhinhas!

  5. tina

    Muito bem lembrado, Carlos. A esquerda passa a vida a engolir sapos vivos. São uns falhados em todos os aspetos.

  6. Pingback: É divertido ser liberal em Portugal | O Insurgente

  7. Fássista

    É preciso sofrer de alguma condição crónica para, em 2014, dizer que o Expresso é um jornal “da direita”. Crónica!

  8. Luís Pereira

    O mja, na resposta ao meu posto, parece não ter reparado que nem o Marcelo nem o Marques Mendes são “candidatos a 1.º ministro”. A resposta dele segue a velha táctica de acusar os outros para esconder o alvo das acusações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.