Campeonato do Mundo, visto do Iraque

O campeonato do Mundo de futebol é um evento verdadeiramente global. No Iraque, por exemplo, apesar da falta de bons talentos locais, o futebol é o desporto-rei. Senão veja-se as imagens de soldados iraquianos (imagens gentilmente cedidas pela ISIS).

(cuidado, imagens chocantes, de pouco interesse futebolístico)

1
Nesta primeira imagem de soldados iraquianos a serem transportados para o lugar onde serão executados, nota-se a camisola de Kaká, jogador brasileiro que desta vez não foi chamado por Scolari.

4

Já nesta imagem, em que a ISIS expõe os prisioneiros iraquianos capturados, consegue-se vislumbrar claramente a camisola de Jordi Alba, jogador do Barcelona presente neste Mundial, Ibrahimovic, que ficou de fora eliminado por Portugal e aquilo que parece ser a camisola 7 do Real Madrid da estrela portuguesa Cristiano Ronaldo.

7

Mas Cristiano Ronaldo não é o único jogador apreciado no norte do Iraque. Apesar da má época, a camisola de Nani também é vista nas costas deste soldado iraquiano que caminha para a vala onde irá ser executado.

2

O adversário português de segunda-feira também está representado. Aqui, onde os terroristas da ISIS executam os soldados iraquianos, nota-se a camisola de Ozil.

5
Finalmente, apesar de não ser mais usado pela selecção espanhola, também Raul encontra fãs entre os soldados iraquianos.

20 pensamentos sobre “Campeonato do Mundo, visto do Iraque

  1. … realmente os “missionários” islâmicos já nem disfarçam as suas intenções de hegemonia e domínio global. Cada vez fazem mais “pressão” em todas as frentes: em África, no Médio Oriente, na “quinta coluna” que se move dentro dos países ocidentais. Vi um mapa “engraçado” e chocante acerca da violência atual no mundo, em se constata claramente a existência desta “guerra santa” que procuramos ignorar… O Ocidente assobia para o lado, não passa nada, são apenas extremistas, terroristas, grupos sectários da “religião de paz”… Por outro lado estranham-se os resultados eleitorais na Europa, a “fuga” dos públicos do “centrão” os nacionalismos, (ainda) marcados com o anátema de xenófobos (essa carimbadela implacável com que o pensamento dominante da esquerda criminaliza as consciências…
    Quando se está perante a eminência duma guerra, a pior coisa que pode acontecer é não dar conta que ela começou e não identificar claramente o inimigo…
    E, paradoxo final, se o dinheiro fosse marcado com “chip” certamente seria possível ver que a maior parte das balas executoras foram compradas com os petro-dólares do ocidente…
    Um dia isto vai acabar mal.

  2. jmatos

    um grupo de loucos que não entendem o islão essa religião de paz e tolerância. Aliás, à semelhança de outros grupos de loucos na Siria, na Libia, no Egipto, Nigéria, Sudão, Paquistão, Irão, Arábia Saudita, no Ocidente etc, que não compreendem a beleza da religião que querem impor ao mundo. Nada de preocupante, como se constata diáriamente com as lições do Prof. Marcelo Rebelo Sousa ( nivel local) , Obama ( nivel Mundial) e o nosso querido Papa Francisco ( nivel dívino) que nos juram a pés juntos que o islão é paz e amor.

  3. JSP

    Nunca esquecer o 8 Nov 2008 – e tirar as concomitantes conclusões…
    E , apesar de aparentemente o posterior não ter nada a ver com o tecido que o recobre, não deixar de comparar um “entertainer” de secundaríssima categoria com um estadista como Putin, ( com idiossincrasias imperiais, evidentemente, “et pour cause”) .

  4. Pedro S. Guerreiro

    Resta dizer que os responsáveis por esta chacina são os mesmos que foram escorraçados da Síria, onde Assad, com o apoio russo e iraniano, lá conseguiu resistir à estupidez ocidental (cujo expoente máximo é o inenarrável Hollande).

    Bom, mas agora os “rebeldes” ou “guerrilheiros” da Síria, agora já podem ser chamados de terroristas, que é o que sempre foram.

    As contradições americanas sempre foram tremendas ao longo da sua história, mas as de alguns líderes europeus ultrapassam todos os limites do bom senso.

  5. lucklucky

    O Totalitarismo não aceita a diferença. Sejam os vermelhos do Comunismo ou os verdes do Islão.

  6. Carlos Guimarães Pinto

    Aquele rapaz ali na terceira fotografia com a camisola do Nani que caminha para a vala para ser executado, certamente muçulmano, é um inimigo do Ocidente?

  7. mggomes

    “Aquele rapaz ali na terceira fotografia com a camisola do Nani que caminha para a vala para ser executado, certamente muçulmano, é um inimigo do Ocidente?”

    Provavelmente não.
    Mas o rapaz que, empunhando a AK-47 (de certeza fabricada nos EUA e vendida pelos malvados sionistas, está-se mesmo a ver…), encaminha o rapaz com a camisola do Nani para a vala sê-lo-á, muito provavelmente. De forma absolutamente fanática e irracional, como é norma naqueles que se julgam detentores da verdade suprema…

    E por falar em irracionalidade, a posição ocidental sobre esta questão também não é lá muito abonatória…

  8. O inimigo do Ocidente, é a ideologia totalitária mais perigosa, assassina e “antiga”, de todas… Ao pé desta os “comunistas” são simples amadores de feiticeiro. Leiam a “literatura de base”, para conhecer melhor…

  9. António

    Caro Carlos Guimarães Pinto,
    a forma leviana como apresenta este terrível acontecimento é LA-MEN-TÁ-VEL!
    Querendo ter graça, não tem graça nenhuma e faz a figura de desgraçado! Vergonhoso!
    Contudo, não deixa de ser curiosa a forma como os autores deste triste acontecimento são apresentados por alguns órgãos de comunicação: «insurgentes»:
    http://observador.pt/2014/06/12/rebeldes-jihadistas-avancam-para-bagdade/
    http://expresso.sapo.pt/jihadistas-impoem-forca-no-iraque=f875060
    , deve ter passado ao lado do editor internacional d’A Batalha!
    Salvaguardando as devidas distâncias, penso eu, ingenuamente, que serão enormes – corrigir-me-á o Carlos se por ventura estiver errado -, pergunto, não partilharão ambos do mesmo conceito de liberdade?
    Ambos procuram a bajulação pelas suas ideias e têm um receio imenso da contra-argumentação. A liberdade, faz-se respeitando o outro e, se não se concordar com as suas ideias refutamo-las, ci-vi-li-za-da-men-te. Não é fazer como no Iraque, onde se matam os oponentes, ou como aqui, onde se apagam-se os comentários ou bloqueia-se o acesso de todos aqueles que não bajulam o ideário «insurgente», seja ele qual for, como faz o vosso designado “el comandante”!
    https://oinsurgente.org/2014/03/12/o-manifesto-do-status-quo/#comment-226331
    https://oinsurgente.org/2014/01/15/o-misterio-do-post-desaparecido/#comment-220357
    É a insurgência! Ou antes, é a hipocrisia!

  10. António

    Caro Carlos,
    Como vê, por aqui a censura funciona: «O seu comentário aguarda moderação.»
    É o conceito de liberdade insurgente!

  11. Carlos Guimarães Pinto

    Se acha que o objectivo deste post foi ter piada, claramente não o percebeu minimamente.

  12. Manuel Costa Guimarães

    António,

    Não é preciso ser um génio para se perceber que este post não era para ter piada; muito pelo contrário!

    Quanto aos comentários, se não me engano, todos os comentários, em todos os blogs que tenham links associados são logo retidos, de forma a averiguar possíveis spams/trojan, etc.

    Quanto à liberdade, repare que você pode, constantemente, espingardar à vontade sem recurso a lápis azul.

  13. António

    Caro Carlos,
    presumo que esteja errado na sua apreciação, por duas razões:
    1º As imagens que apresenta, não foram confirmadas por nenhuma fonte independente como tendo realmente acontecido (atenção, não estou a dizer que não tenham acontecido);
    2º A forma como apresenta as fotos, partindo do pressuposto que são verdadeiras, e a associação que faz, é, meu entender, lamentável. Foi um exercício infeliz da sua liberdade criativa!

    Caro Manuel Costa Alemão,
    eu, neste espaço nunca espingardei! Eu neste espaço somente concordei ou refutei ideias.
    Quanto aos comentários… enganou-se na sua apreciação!
    Quanto à liberdade… enganou-se na sua apreciação!
    Todos os meus comentários são retidos… e, se ler este, isto deve-se somente à boa vontade Carlos e do conceito de liberdade de expressão que ele possa ter.
    Desde que comentei que, determinado «insurgente», em relação ao caso BPN, se preocupava mais com o mau policia do que com o ladrão, que o meu acesso foi bloqueado!
    Como já disse, aqui gosta-se da monocórdia e da bajulação, jamais de opiniões contrárias!

  14. Manuel Costa Guimarães

    Caro António,

    Já não é a primeira vez que se “engana” no meu nome. Agradeço um pouco de respeito.

    Ainda bem que você é retido, porque não passa de um dos trolls de serviço, mas no seu caso, sem qualquer piada. Sempre com os trocadilhos com os nomes, etc.
    Você não comenta: refuta e debita a sua k7. Basicamente, é uma seca.

    “Como já disse, aqui gosta-se da monocórdia e da bajulação, jamais de opiniões contrárias!”
    Se assim fosse, eu e outros já teríamos sido retidos/expulsos logo ao princípio.

    Também tem um remédio santo para as suas agruras: não comente aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.