Em bom rigor, e sem rodriguinhos, foi isto que se passou. O que se vai passar tem todas as condições para ser, se possível, sim, é sempre possível, pior

assalto

Para já, leitura obrigatória. E, com tempo, também não falhar isto.

A última palavra cabe ao parlamento cipriota, onde nenhum partido tem maioria, e que adiou para amanhã uma votação sobre o assalto «imposto extraordinário único de estabilidade antecipado». O Presidente Nicos Anastasiades avisou que, se a anuência não for dada, os dois maiores bancos do país entram em falência. Detalhes sobre o assunto, aqui.

14 pensamentos sobre “Em bom rigor, e sem rodriguinhos, foi isto que se passou. O que se vai passar tem todas as condições para ser, se possível, sim, é sempre possível, pior

  1. oscar maximo

    Até parece que com o BPN foi e tem sido diferente. Mas concordo, deviam deixar os bancos sem condições falir, quanto aos depositantes: governem-se com a massa falida e só peçam ajuda se forem pobres, o Estado só tem de ajudar os pobres.

  2. Ricardo Arroja

    Os bancos continuam grandes de mais para falir…e os senior bondholders continuam poderosos de mais.

  3. ricardo saramago

    Num sistema monetário fiduciário o colapso da confiança dos depositantes significa o colapso da moeda.
    O dinheiro é confiança. Só existe porque há confiança. Desaparecida a confiança não passa de papel e bits de computador.
    Nenhuma economia resiste ao colapso da moeda.

  4. CN

    Se os depósitos à ordem deixarem de constituir financiamento dos bancos, deixam de estar em risco e a “confiança” deixa de ser relevante.

  5. ricardo saramago

    Aqui não se trata dos bancos, trata-se dos governos se servirem à sua vontade dos valores depositados.
    Sabemos que o dinheiro já voou sob a forma de crédito a empresas públicas, subscrição de emissões do tesouro e calotes diversos.
    No entanto os cidadãos ainda acreditam que os valores depositados serão honrados pelos bancos ou pelo seguro de depósitos.
    Será que vão continuar a acreditar?

  6. Carmen

    Gostava de saber: as contas das empresas e empresários individuais, onde está o IVA e SS a entregar ao estado, também são “aliviadas”? Tramado…
    Carmen

  7. comunista corno

    camarada carmen concordo consigo.
    temos que definir ( preferencialmente eu e você) quanto podemos roubar…, (roubar, nao sacar, …tb nao…, definir impostos!, assim e’ mais correcto)temos de definir o valor de impostos das empresas e empresários individuais, (onde está o IVA e SS a entregar ao estado) para assim podermos aumentar os salarios e o numero de funcionarios publicos, para assim portugal crescer rumo a’ RDA. abaixo as 35 horas semanais, queremos semanas de trabalho de 30 horas. grandola vila morena

  8. Pingback: O que não se pode é destocar uma campaínha | O Insurgente

  9. Nuno

    Alguém sabe se abrir conta no Barclays ou no Deutsch Bank, por serem entidades de direito estrangeiro com sucursais em Portugal e inclusivamente abrangidos pelos fundos de garantia de depósitos de Inglaterra e Alemanha, respectivamente (em vez de, por exemplo, BBVA, Santander e outros, que são bancos portugueses pertencentes a entidades estrangeiras) seria uma protecção contra o possível confisco?

  10. Surprese

    @Nuno: não se trata de uma questão de Fundo Garantia Depósitos, mas sim de uma taxa sobre os depósitos. O objectivo dos alemães é que amanhã toda a gente transfira os depósitos para bancos alemães, na Alemanha (a questão de ter o depósito em sucursais de bancos estrangeiros poderia evitar a taxa, mas não é certo).

    Hoje é um dia triste para o capitalismo…

    Razão tem os malucos americanos: ouro e armas!

  11. Nuno

    Eu sei, falei apenas nos fundos de garantia para reforçar o estatuto de entidade estrangeira destes bancos. De todo o modo não é claro se estas entidades constituiriam refúgio.
    Sim, eu preferiria nesta matéria o Barclays e os ingleses. Um povo menos dado a totalitarismos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.