Jorge Sampaio culpa a bala, mas esquece o gatilho

Jorge Sampaio pede o fim da austeridade. Chegou atrasado.

Eu pedi o fim da Austeridade quando ouvi os planos de Sócrates para o TGV (só em estudos foram 300 milhões).
Eu pedi o fim da Austeridade quando ouvi os excessos da Parque Escolar.
Eu pedi o fim da Austeridade quando ouvi os excessos das PPP.
Eu pedi o fim da Austeridade quando ouvi os excessos de todo o estímulo Socialista.

Jorge Sampaio culpa a bala pelo disparo. Eu culpo o gatilho.