Contratando uma SJW

Riam. Ou chorem. Mas sobretudo aprendam a comportar-se (!)

Só não percebi uma coisa: aos 3:58, quando ela diz que não vai ser contratada por ser uma mulher… ela não tinha dito anteriormente que era não-binária e “coronel”? Se não é mulher, como é que é descriminação contra mulheres? Ou não é “Ms.”, mas é mulher? Todas estas micro-agressões estão a tornar conversas com esta malta um jogo de “Damas” (para não dizer xadrez, e usando a ambiguidade da palavra damas).