Don’t stop believing, on and on and on…

O primeiro-ministro voltou hoje a negar ter tido influência, ou sequer ter sido informado, da intenção da Portugal Telecom em entrar no capital da TVI.

Dots to connect

24 de Junho 2009 – Rui Pedro Soares [Jornal SOL]: «As rádios [média capital] vão ser compradas pela Ongoing e pelo genro do Cavaco (…). É o preço da paz. Esse cala-se logo, fica a cuidar dos netos».


18 de Dezembro 2009 Pinto Monteiro de novo em Belém para falar da Face Oculta. Depois da reunião, o procurador-geral da República anunciou que vai divulgar na próxima semana o destino das escutas a Sócrates e Vara.


10 de Fevereiro 2010Cavaco mantém silêncio sobre o conteúdo das escutas: «Estou numa visita de trabalho e seria muito pouco apropriado que eu comentasse matérias dessa dimensão.»

Até onde o polvo estica

Pinto Monteiro esclareceu ontem que publicação das escutas “não altera absolutamente nada do que decidiu nos despachos a propósito proferidos, por não existir qualquer fundamento jurídico para tal. Aliás, as questões relacionadas com as referidas escutas foram decididas em definitivo pelos despachos do senhor presidente do Supremo Tribunal de Justiça (Noronha do Nascimento), proferidos no uso de competência própria e já transitados em julgado”, refere a nota do gabinete de Pinto Monteiro.

As declarações são estranhas na medida em que o presidente do STJ só tem competência para autorizar e validar escutas que envolvam o primeiro-ministro, o que não é o caso. José Sócrates não aparece em nenhuma das escutas ontem publicadas pelo Sol, sendo os especialistas unânimes na validades destas intercepções, que foram devidamente autorizadas.