Não É Para Produzir EBITDA, É Para Produzir Prejuízos Para Serem Pagos Pelo Contribuinte

A geringonça orgulha-se de ter anulado a subconcessão dos transportes públicos de Lisboa e do Porto (anulação essa cujas indemnizações, pagas pelo contribuinte, irão a tribunal).

António Costa também anunciou alto e bom som que as o objectivo das empresas de transportes (neste caso a Carris) não é produzir EBITDA, mas sim “transportar pessoas“.

As empresas de transporte parecem ter seguido as indicações de António Costa à risca, e eis que no primeiro semestre deste ano apresentaram prejuízos 33% acima do previsto:

A Carris registou um resultado líquido negativo de 19,2 milhões, mais 4,8 milhões (ou 34%) do que está orçamentado, enquanto na STCP os prejuízos de 20,2  milhões superam em 56% (7,2 milhões) o estimado. No caso da Metro do Porto, as perdas ultrapassam os 123,9 milhões, superando em 41,5 milhões (50%) o objectivo. E no Metropolitano de Lisboa, o prejuízo era em Junho de  47,4 milhões, superior em 92% ao previsto.

Regogizemo-nos como contribuintes (sobretudo aqueles não utilizam transportes públicos) porque apesar de termos de pagar mais esta factura, temos a consolação e a satisfação de sabermos que os transportes públicos servem para “transportar pessoas“.

Porreiro, pá!

Função Pública no seu habitual

Baseado em informação recolhida no Facebook:

Para que possam programar atempadamente as vossas viagens/migrações pendulares aqui fica o registo das paralisações previstas nas semanas mais próximas:

  1. CTT: 25 de Outubro
  2. Metro de Lisboa: 31 de Outubro
  3. CP: 1ª semana de Novembro, dias a definir
    (sublinhe-se: salário médio superior a 400% da média nacional)
  4. Transtejo: 3 a 9 de Novembro, 3 horas/dia (versão li
    ght, portanto)
  5. Soflusa. 3 a 9 de Novembro, 3 horas/dia (versão light, outra vez)
  6. Transportes colectivos do Barreiro: 6 de Novembro
  7. Refer: 6 de Novembro
  8. Carris: 7 de Novembro (só das 9:30 às 15:30, para plenário… em horário laboral)
  9. F.P.: 8 de Novembro
  10. Manif geral do sector dos transportes: 9 de Novembro

Eu já nem sei para que existe o sector estatal de transportes públicos. Alguém pode depender deles para fazer a sua vida? Este sector deve ser privatizado e depressa!