A Doença Holandesa

Conceito Base: Quando é descoberto um Recurso Natural que se torna relevante na Balança Comercial do país, esse país sofrerá um processo de Desindustrialização, o que deixará o país em dificuldades económicas quando (e se…) esse recurso se esgotar. Como aconteceu na Holanda em meados do Séc. XX.

Traduzindo do Brasileiro o artigo da Wikipédia:

Ou seja, um aumento de receita decorrente da exportação de recursos naturais irá desindustrializar uma nação devido à valorização cambial, que torna o sector manufatureiro menos competitivo nos mercados externos. É, porém, muito difícil dizer com exatidão que a doença holandesa é a causa directa do declínio do sector manufatureiro porque existem muitos outros fatores económicos a ter em consideração.

Embora seja mais comumente usado em referência à descoberta de recursos naturais, pode também se referir a “qualquer desenvolvimento que resulte em um grande fluxo de entrada de moeda estrangeira, incluindo aumentos repentinos de preços dos recursos naturais, assistência internacional ou volumosos investimentos estrangeiros”.

Chama-se assim porque durante os anos 1960, houve uma escalada dos preços do gás que aumentou substancialmente as receitas de exportação da Holanda e valorizou o florim (moeda da época), o excesso de exportações de gás derrubaram as exportações dos demais produtos por falta de competitividade na década seguinte.

Gráfico 1: Como uma Moeda pode valorizar quando é descoberto um recurso natural que alimenta as exportações

Continue a ler “A Doença Holandesa”