Unhinged

O “Partido da tolerância” está assim em 2018.
Para derrotar o fascismo, promove práticas fascistas.
Para atacar um presidente “desequilibrado”, tem cabeças de cartaz desequilibradas.
Para atacar a linguagem de Trump, usa linguagem pior.
Para contrariar as mentiras de Trump, mente.
Para impedir a reeleição de Trump, prefere uma economia em cacos.

Fica aqui um bom resumo feito pelo RNC, daqueles que não verão na RTP.

Anúncios

Hillary Clinton corrompeu a eleição

Em 2015, o Partido Democrata estava próximo da falência (como o PS).
Hillary Clinton e os que lhe eram próximos fizeram então uma proposta irrecusável: dinheiro em troca da nomeação. A última líder da direção do partido (após Debbie Wasserman Schultz, que teve de se demitir devido a um escândalo de favorecimento a Hillary…) conta agora detalhes sobre todo o processo.

Inside Hillary Clinton’s Secret Takeover of the DNC

Hillary Clinton DNC takeover

Before I called Bernie Sanders, I lit a candle in my living room and put on some gospel music. I wanted to center myself for what I knew would be an emotional phone call.

I had promised Bernie when I took the helm of the Democratic National Committee after the convention that I would get to the bottom of whether Hillary Clinton’s team had rigged the nomination process, as a cache of emails stolen by Russian hackers and posted online had suggested. I’d had my suspicions from the moment I walked in the door of the DNC a month or so earlier, based on the leaked emails. But who knew if some of them might have been forged? I needed to have solid proof, and so did Bernie.

So I followed the money. (…)

Podem ler mais na Vice, CNN e Washington Examiner. E sim, foi esta Donna Brazile.