A Ver Passar Comboios

A viragem da página da austeridade tem destas coisas (as imagens abaixo foram retiradas daqui , daqui e daqui).

Alguns tweets relevantes do dia relacionados com o estado da ferrovia Portuguesa:

Leitura complementarCP = Comboios do PS

Função Pública no seu habitual

Baseado em informação recolhida no Facebook:

Para que possam programar atempadamente as vossas viagens/migrações pendulares aqui fica o registo das paralisações previstas nas semanas mais próximas:

  1. CTT: 25 de Outubro
  2. Metro de Lisboa: 31 de Outubro
  3. CP: 1ª semana de Novembro, dias a definir
    (sublinhe-se: salário médio superior a 400% da média nacional)
  4. Transtejo: 3 a 9 de Novembro, 3 horas/dia (versão li
    ght, portanto)
  5. Soflusa. 3 a 9 de Novembro, 3 horas/dia (versão light, outra vez)
  6. Transportes colectivos do Barreiro: 6 de Novembro
  7. Refer: 6 de Novembro
  8. Carris: 7 de Novembro (só das 9:30 às 15:30, para plenário… em horário laboral)
  9. F.P.: 8 de Novembro
  10. Manif geral do sector dos transportes: 9 de Novembro

Eu já nem sei para que existe o sector estatal de transportes públicos. Alguém pode depender deles para fazer a sua vida? Este sector deve ser privatizado e depressa!

As Vantagens de Se Ter Uma Empresa Pública de Transportes

Em cada três dias de 2012 dois foram dias de greve na CP. Elaborando:

  • “No ano passado, e segundo os dados dos pré-avisos de greve, terá havido algum tipo de greve – total, parcial e às horas extraordinárias – em 295 dias” – na realidade, pelas minhas contas isto dá cerca de 80% ou seja, quatro em cada cinco dias o ano passado registou-se uma greve de qualquer tipo.
  • No ano passado foram suprimidos, devido a greves, mais de 30 mil comboios, o que representa cerca de 7% do número de comboios programados.
  • Cada paralisação de 24 horas terá um custo da ordem de um milhão de euros.

CP tem dinheiro para pagar mês de Dezembro!

Como podem ler AQUI, a CP ainda vai conseguir os salários de Dezembro de 2011 no dia 31. Não sei como o fizeram, mas ainda há…como direi… tansos para emprestar dinheiro à CP para pagar os salários de 1500 Euros (que podem chegar aos 3000…) auferidos pelos condutores empregados pela empresa.

Sei que parece incrível, mas podem confirmar a notícia neste vídeo.