O que é necessário para deixar de ser ministro de António Costa?

Constança Urbano de SousaConstança Urbano de Sousa já há muito tempo que tinha a expressão facial de um refém. Soubemos hoje que isso tinha um bom motivo: Ela foi uma Refém!

Atentem à Carta de Demissão:
“Logo a seguir à tragédia de Pedrógão pedi, insistentemente, que me libertasse das minhas funções (…)”.

Uma pessoa que não estava preparada, sem peso político (GNR concorda), sem competências de liderança, e que há muito se refugiava nas salas da Proteção Civil.
Constança: até Sempre Camarada!

A pergunta que fica: O que diz a escolha desta personagem sobre as capacidades de António Costa para formar um governo, senão legitimado pelo voto, pelo menos competente para gerir a função pública portuguesa?

Anúncios