CGTP continua a sua luta com a realidade

Leiam se acharem piada.

Desde ditar a taxa de juro do FMI (3.1%) a antecipação da reestruturação da dívida, este documento tem tudo e o seu contrário, mostrando a confusão que vai naquelas cabeças. Recomenda-se.