Teoria da Conspiração 

Eu se fosse de teorias da conspiração esquerdolas (“direita dos interesses” e outros mimos do ataque pessoal) questionava porque raio os mesmos que travam o controlo parlamentar sobre a Caixa e aplaudem a sua transformação num banco privado de facto (infelizmente pagando nós a factura na mesma) são os mesmos que querem o Novo Banco público. 
Mas, enfim, sou só um fixola. 

Anúncios

Entretanto Numa República Das Bananas…

Não só o governo concordou que os advogados de António Domingues criassem uma lei à medida do próprio (algo que por si só é um atentado à democracia e que tem merecido muito pouca atenção mediática), como quem pagou a conta a estes advogados foi o próprio banco do estado, a Caixa Geral do Contribuinte de Depósitos (fonte).

caixadomingues

Dever ser por isto que é tão estratégico para o interesse nacional manter um banco público.

Uma granada de gestão (2)

portugal-telecom-logo

Quando o filho do “merceeiro do Porto”, como assim apelidaram as cortes de Lisboa, lançou a OPA à PT, o valor oferecido era de 11 mil milhões de Euros. Imediatamente, a Caixa Geral de Depósitos foi posta ao serviço dos interesses protocolares, votando contra a operação. Hoje, a PT tem uma capitalização bolsista de 2 mil milhões. O director-adjunto do Expresso, João Vieira Pereira, apresenta um voto de louvor à gestão da empresa. Não é possível senão reiterar este voto de louvor. Uma granada de gestão.