6 meses de geringonça

Passaram seis meses desde a posse do Governo de António Costa. Através de apoio parlamentar do seu partido (Partido Socialista), Bloco de Esquerda, Partido Comunista e Verdes foi possível a Costa acabar(!) com a austeridade. A julgar pelas intenções de voto das últimas sondagens a esquerda continua em maioria. Será que assim continuará quando novamente chegar a factura? Relembro que Sócrates também foi bastante popular…

Sondagem: quando é duplicada yield da dívida portuguesa?

Antes das eleições legislativas de 4 de Outubro de 2015 a yield da dívida portuguesa fechou a 2,299%.

yield_PT_anual

Quatro meses da geringonça de António Costa e a taxa ontem subiu para os 4,107%. Fica então a pergunta: quando chegará a yield da dívida portuguesa ao dobro da verificada antes das eleições (cotação de fecho no site Bloomberg)? Aceitam-se apostas:

António Costa apela à maioria absoluta do PàF?

António Costa, secretário-geral do PS, bem começou por dizer que sondagens dizem que maioria dos eleitores está contra coligação mas depois diz isto (na TVI24, minha transcrição):

E não havia nada pior neste quadro financeiro e neste quadro económico que gerarmos a incerteza e deixarmos para outros a escolha que verdadeiramente cabe a cada portuguesa e cada português fazer. Como queremos governar e quem queremos que governe. Por que é vamos deixar para debates jurídicos, por que é que vamos deixar para a escolha do Presidente da República, por que é vamos deixar para jogadas políticas na Assembleia aquilo que cada um pode soberanamente decidir que é: quem governa e como governa?