The precipitous decline in deaths from interpersonal violence in the USA

More Americans Are Dying From Suicide, Drug Use And Diarrhea

Americans are dying in different ways than they used to. As of 2014, more were dying from drug use than in years past, even as deaths from alcohol had largely remained unchanged. Deaths resulting from interpersonal violence were on the decline, but fluctuations (and a recent increase) in deaths from suicide meant that violence was still a relatively common cause of death.

Continue reading “The precipitous decline in deaths from interpersonal violence in the USA”

Anúncios

Pedófilos na creche, Síria na ONU

Não virá grande mal ao mundo nem à ONU (vénia ao engenheiro Guterres), a Síria, um país com uma história, um presente e um futuro tão ricos quanto pacíficos contribuir para o desarmamento químico e nuclear do Planeta.

Syria to chair UN disarmament forum on chemical & nuclear weapons

Portugal, 2018, pós-austeridade: a quimioterapia pediátrica no Hospital de S. João

Crianças fazem quimioterapia num corredor do S. João

Pais queixam-se das condições em que os filhos recebem tratamentos no Hospital S. João e no Joãozinho. Unidade garante que tem feito melhorias.

Continue reading “Portugal, 2018, pós-austeridade: a quimioterapia pediátrica no Hospital de S. João”

A corrupção e a inquestionável superioridade moral da esquerda

Sobre a corrupção — e a inquestionável superioridade moral da esquerda. Por Luís Rosa.

A corrupção não é de esquerda nem de direita, não é católica nem protestante, não é branca nem preta e não é do norte nem do sul. A corrupção atinge todos os países, partidos e grupos sociais.

Continue reading “A corrupção e a inquestionável superioridade moral da esquerda”

Uma boa pergunta sobre Lula, Doutor Honoris Causa pela Universidade de Coimbra…

Rule of Law

Jornalista agredido por segurança de Lula

Clima político no Brasil está, infelizmente, a ficar cada vez mais de alto risco: Repórter do GLOBO é agredido por segurança de Lula: Agressão ocorreu quando jornalista gravava homens batendo em manifestantes anti-PT

O repórter do GLOBO Sérgio Roxo foi agredido por um segurança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no início da tarde desta segunda-feira, enquanto fazia a cobertura de uma manifestação contrária ao petista em Francisco Beltrão, no interior do Paraná. A agressão ocorreu na área externa do aeroporto da cidade, logo depois de Lula embarcar rumo a Foz do do Iguaçu, onde está programado um novo ato.

Joana Marques Vidal e o futuro do Ministério Público – 6 de Abril na Universidade Católica, em Lisboa

Continue reading “Joana Marques Vidal e o futuro do Ministério Público – 6 de Abril na Universidade Católica, em Lisboa”

A atracção por ditadores

Portugal e Rússia: a “geringonça” tem as costas largas, por João Miguel Tavares. A atracção do PS por ditadores e cleptomaníacos – uma tradição que vem de Sócrates.

O Governo virou as costas aos aliados. É uma vergonha que nos sairá cara, por José Manuel Fernandes.   A diplomacia portuguesa de mãos dadas com o regime de oligarcas.

Fake news. Putin, O porteiro do Kremlin adorado por liberais variados, socialistas e integralistas lusitanos perdidos de amor por super-líderes, oferece estátuas de ditadores socialistas? A culpa é dos ingleses.

Compreender o putinismo LXXXIV

Artigo de Daniel Hannan sobre o putinismo: Putin will keep up his aggression until he encounters resistance.

(…) Putin’s experiences so far have taught him that the West is craven, sluggish, and filled with useful idiots. In the old days, the useful idiots came from the far Left. While a few of these are still around – notably the British Labor leader, Jeremy Corbyn, who seamlessly transferred his sympathy from Communist Russia to Putinite Russia – most now come from the authoritarian Right: Marine Le Pen and Geert Wilders in Europe, UKIP in Britain, and a few Trump cheerleaders in the U.S.

Putin will probe and probe until he encounters real resistance. And, so far, he hasn’t.

Compreender o putinismo LXXXIII

Razões de ser da superioridade Ocidental face à Santa Mãe Rússia de Vladimir Putin.

We must stand up to Russia – even over the fate of just one man. That’s what makes us better than Putin, por Daniel Hannan.

 

Feliciano Barreiras Duarte e a Universidade de Berkeley

Secretário-geral do PSD mente em currículo e universidade de Berkeley acusa-o de falsificar documento

O secretário-geral do PSD, Feliciano Barreiras Duarte, que subiu ao cargo depois de Rui Rio se tornar presidente do PSD, incluiu durante anos no seu currículo o estatuto de visiting scholar na Universidade de Berkeley, apesar de o seu nome não constar nos registos da universidade e de nem sequer ter estado lá.

Perante esta revelação, o secretário-geral do PSD, antigo chefe de gabinete de Pedro Passos Coelho no PSD e ex-secretário de secretário de Estado adjunto de Miguel Relvas, avançou que vai corrigir essa informação.

Secretário-geral do PSD retifica currículo

Feliciano Barreiras Duarte estava convencido que tinha o estatuto de ‘visiting scholar’ de Berkeley. Mas não consta dos registos da Universidade da Califórnia. Porque não o tem. Confrontado pelo SOL, o deputado diz que até chegou a pedir parecer à Comissão de Ética da Assembleia da República, mas reconhece que nunca esteve em Berkeley, porque foi para chefe de gabinete de Passos e depois para o Governo. Professora luso-americana fala em ‘falsificação’.

Paulo Gonçalves, perfil profissional

Paulo Gonçalves, portista de coração e “vieirista” de profissão

É portuense. É aquela a cidade onde cresceu e ainda mantém casa. Mas é sobretudo portista dos sete costados. Ou terá sido. O antigo vice-presidente do clube, José Guilherme Aguiar, chegou mesmo a adjetivá-lo como “ferrenho e fanático” do FC Porto.

Paulo Casimiro de Jesus Leite Gonçalves, hoje com 48 anos, estudou advocacia na Universidade do Porto e, terminado o curso, em 1994, entrou depois para a sociedade de advogados Graça Moura. Próximo que era de Alexandre Pinto da Costa, o filho do presidente do clube, chegaria ao FC Porto em 1997, estando diretamente envolvido na constituição da SAD portista logo naquele ano, a 5 de agosto.

As universidades portuguesas e a endogamia (2)

Para os interessados em ler mais sobre o tema, com particular incidência neste caso no segmento dos cursos superiores ligados à área da Administração Pública, recomendo este meu artigo conjunto com Cláudia Sarrico (que na altura em que realizámos o estudo ainda trabalhava numa Universidade portuguesa mas entretanto se mudou para a OCDE, onde é actualmente Higher Education Lead Analyst) publicado na revista científica Higher Education: Academic staff quality in higher education: an empirical analysis of Portuguese public administration education.

Leitura complementar: As universidades portuguesas e a endogamia.

As universidades portuguesas e a endogamia

Um artigo de leitura obrigatória do Alexandre Homem Cristo: A Universidade que temos.

Quem tivesse aterrado há cinco dias em Portugal, e ouvisse as críticas à contratação de Passos Coelho para dar aulas no ISCSP da Universidade de Lisboa (UL), poderia convencer-se que, por cá, se leva muito a sério a qualidade no recrutamento das universidades, assim como o rigor na atribuição de graus académicos. E se se convencesse disso estaria obviamente equivocado.

Poder-se-ia entrar no debate e explicar que ter ex-políticos de relevo a dar aulas numa universidade é uma prática comum no contexto internacional. Ou até esclarecer a ignorância de quem não sabe que o estatuto de catedrático-convidado, que Passos Coelho terá no ISCSP, não equivale a professor catedrático em termos de carreira académica. Mas o ponto não está nesta argumentação. A questão que realmente importa tem raízes mais profundas: a contratação de Passos Coelho nunca poderia ser bem-recebida num sistema universitário alheio ao mérito, alimentado por compadrios e redes de influência. Isto é, um sistema que aclama a endogamia – e que é, portanto, arbitrariamente precário para uns e generoso para outros.

Continue reading “As universidades portuguesas e a endogamia”

Sonangol e Isabel dos Santos

Isabel dos Santos acusa presidente da Sonangol de ser “mentiroso”

Isabel dos Santos considera que atual presidente da Sonangol, que denunciou uma transferência de 38 milhões de dólares, mente e quer confundir a opinião pública. “Factos são simples e verificáveis.”

Vargas Llosa, um homem com juízo

Vargas Llosa: «En España no hay ningún partido liberal en el poder»

(…) «El nacionalismo es un monstruo, una ideología antidemocrática. En Cataluña se ha creado ese monstruo, a través fundamentalmente de la educación, inoculando esa ideología tóxica según la cual Cataluña estaría mucho mejor si se independizara de España», ha sostenido. De ahí que «si hay un brote de nacionalimso, hay que combatirlo», como hicieron «cientos de miles de catalanes» en la manifestación que tuvo lugar el pasado 8 de octubre en Barcelona y de la que Vargas Llosa no se va a olvidar «nunca». «Mi esperanza es que Cataluña vuelva a ser otra vez la vanguardia de España, que este fenómeno haya quedado atrás y el “seny” se imponga», ha destacado.

Volviendo la vista a América Latina, el escritor ha defendido que para poder juzgarla «conviene comparar la de hoy con la del pasado»: «Tenemos que reconocer que hay un progreso muy notable. Dictaduras tenemos Cuba y Venezuela, el resto son democracias imperfectas y algunas van camino de la prosperidad, de la civilización». No obstante, Vargas Llosa ha advertido que «lo que ocurre en Venezuela debería servir de ejemplo preventivo a los países latinoamericanos». «Esas elecciones -en relación a las presidenciales venezolanas del 22 de abril- van a ser una farsa. Sólo se puede esperar un fraude monumental y no creo que haya gente tan ingenua como el expresidente español José Luis Rodríguez Zapatero que invoca a ir a votar a una mentira tan flagrante», ha concluido al respecto. (…)

Aniversários

No dia do 13º aniversário d’O Insurgente, há um outro aniversário que importa realçar: o do assassinato de Boris Nemtsov. Vale a pena ler o artigo de Vladimir Kara-Murza, How I Remember Boris Nemtsov.

Leitura complementar: Remembering Boris Nemtsov, por Keith Gessen.

 

 

The Oxfam sex scandal and the EU

Oxfam warned it could lose European funding over scandal

The warning on Monday evening came as the UK’s Charity Commission launched a statutory inquiry into Oxfam amid concerns it might not have “fully and frankly disclosed” all details about the Haiti allegations. The charity’s deputy chief executive, Penny Lawrence, has resigned, saying was “desperately sorry”.

A former senior official at the charity also said she had repeatedly warned senior management of a culture of sexual abuse in some offices around the world, and asked for more resources to tackle the issue. Helen Evans, the head of global safeguarding at Oxfam from 2012 to 2015, told Channel 4 News that in a single day she received allegations about a woman being coerced to have sex in a humanitarian response by an aid worker, a woman being coerced in exchange for aid and another case where a staff member had been struck off for sexual abuse and hadn’t disclosed that.

She also claimed that volunteers as young as 14 in Oxfam shops in the UK had alleged abuse. In at least one case an adult volunteer had allegedly assaulted a child volunteer. In 2012-14 there were 12 allegations, she said.

The European commission, which provided almost as much funding as the UK government last year, said: “We are ready to review and if needed cease funding any partner who is not living up to the required high ethical standards.”

Oxfam sex scandal deepens (2)

Abuse rife in BRITISH Oxfam shops: 123 cases of alleged sexual harassment and NO criminal record checks for 23,000 volunteers. Shocking statistics are revealed as whistleblower says she was ‘IGNORED’

The Oxfam sex scandal and the UK government

The Oxfam scandal will unearth some difficult facts for ministers

The UK government gave Oxfam £31.7 million in 2016 which isn’t a huge amount in government terms but is considerable in charity terms.

This means that the scandal engulfing the aid world, which started with the revelations about the behaviour of certain Oxfam employees in Haiti, also involves the use of public money. As a result, various Commons committees are going to get involved looking at how these organisations handled these allegations, and what the government knew and when. This process will, I suspect, unearth various difficult facts. I would be very surprised if Oxfam’s deputy director Penny Lawrence is the only senior figure who ends up having to resign over how this whole issue has been handled.

When it comes to the aid budget, the debate nearly always concentrates on how much is spent. But this episode is another reminder that how it is spent is actually more important.

Oxfam sex scandal deepens

Oxfam scandal deepens with allegations of ‘sex for aid’ and abuse in charity shops

The sexual misconduct scandal at Oxfam deepened on Monday night as the charity’s former head of safeguarding revealed teenage volunteers at UK shops had been abused and overseas staff had traded aid for sex.

In some of the most explosive allegations yet against the charity, Helen Evans accused her bosses of ignoring her evidence and her pleas for more resources, forcing her to quit in despair.

Ms Evans said that staff had been accused of rape and that sexual abuse by shop managers in UK stores against young volunteers was covered up.

Oxfam Haiti sex scandal (3)

President of Haiti condemns Oxfam scandal as a ‘serious violation of human dignity’

The President of Haiti has condemned Oxfam’s handling of a sex scandal in his country, describing the controversy as a “serious violation of human dignity”.

President Jovenel Moise last night described the aid workers who are alleged to have exchanged “aid for sex” as “sexual predators”, amid reports that the country is preparing to launch a criminal investigation.

Taking to social media, Mr Moïse said: “There is nothing more undignified and dishonest than a sexual predator who uses his position as part of the humanitarian response to a natural disaster to exploit the needy people in their moments of great vulnerability.

Oxfam Haiti sex scandal (2)

Senior Oxfam aid workers ‘paid for sex with underage prostitutes’ in earthquake-ravaged Haiti

In one incident, a “full-on Caligula orgy” with girls wearing Oxfam T-shirts was filmed in the Caribbean island’s capital Port-au-Prince in 2010, sources claimed.

An internal 2011 report said: “It cannot be ruled out that any of the prostitutes were under-aged.”

But police were not called and no one has been arrested.

A major relief effort was launched following the quake that killed 220,000 people, injured 300,000 and left 1.5million homeless.

Continue reading “Oxfam Haiti sex scandal (2)”

Oxfam Haiti sex scandal

Oxfam has admitted it ‘got it wrong’ and should have made its Haiti sex scandal public

Oxfam has admitted it ‘got it wrong’ and should have made its Haiti sex scandal public as the Government reviews the charity’s multi-million pound funding.

It comes as staff involved in the investigation were given references by former employees and went on to work for other aid agencies who were unaware of their conduct.

Oxfam had allowed three men to resign and sacked four others for gross misconduct after they were found to have hosted “Caligula” style sex parties involving Haitian prostitutes in the aftermath of 2010 earthquake.

Continue reading “Oxfam Haiti sex scandal”

#MeToo: Cristina Garcia e Daniel Ferro

Um dos principais rostos do movimento #MeToo investigada por assédio a colega

Cristina Garcia, uma das principais figuras do movimento anti-assédio sexual nos EUA, foi acusada por outro funcionário da Assembleia Estadual da Califórnia de o ter apalpado e assediado. O caso, que está a ser investigado pela mesma assembleia, remonta a 2014. Daniel Ferro tinha, nessa altura, 25 anos e, durante um jogo de baseball que reunia todos os funcionários da assembleia estadual, terá sido encurralado por Cristina Garcia. Segundo o Politico, que falou com o acusador, a influente deputada democrata agarrou o homem, apalpou-lhe as nádegas e as costas, e tentou tocar-lhe na zona genital.

Continue reading “#MeToo: Cristina Garcia e Daniel Ferro”

Joana Marques Vidal: o alvo a abater

Afinal a culpa é do Ministério Público. Não dos corruptos. Por José Manuel Fernandes.

Em Portugal não há corruptos. Há vítimas do Ministério Público e das violações do segredo de Justiça. Seria patético se não fosse trágico e sinal de que há um alvo a abater: a PGR Joana Marques Vidal.

Continue reading “Joana Marques Vidal: o alvo a abater”

Compreender o putinismo LXXXII

Fotografia de Alexander Nikolayev/AFP/Getty Images

Pobre santa mãe Rússia.

Putin: From Oligarch to Kleptocrat, por Ruth May no The New York Review of Books.

 

Um juiz devia ser um eremita

Tenho uns quantos amigos que são juízes, contados assim de cor quatro, colegas de faculdade, que se não sabem deviam saber o quanto os admiro pela profissão que escolheram. A minha crónica hoje no i.

Um juiz devia ser um eremita

A semana foi marcada pela notícia de que Rui Rangel está a ser investigado pela alegada prática de quatro crimes de tráfico de influências. Não vou aqui tirar conclusões até porque, como jurista, conheço bem a delicadeza de qualquer processo judicial. Mas há um ponto que gostaria de referir e que é da máxima importância.

Sempre entendi, e muitos consideram que exagero nesta matéria, que um juiz deve quase ser como que um eremita. Não significa isto que se isole do mundo e perca o contacto com a realidade. Apenas que, por ter escolhido julgar os comportamentos dos outros, deve ter o cuidado de se envolver o menos possível em negócios, na política e, naturalmente, no mundo do futebol.

Ser juiz é das profissões mais importantes que se pode escolher. A responsabilidade é extrema porque sempre que um juiz decide, e por muito trivial que seja a questão, é o próprio Estado de direito que está em causa. Errar, que é humano, é um risco com repercussões extremas quanto mais não seja para a pessoa que é vítima desse erro. É por este motivo que sempre admirei quem decide seguir uma vida como aquela a que a magistratura obriga.

Sendo profissão tão exigente, a começar desde logo pela imparcialidade, um juiz não deve distrair-se com questões externas que moldem, tolham essa mesma imparcialidade. Pode ser uma perspetiva que alguns considerem antiquada, mas que é preferível à incerteza, à desconfiança que surge quando notícias como a da investigação de um juiz podem causar nos cidadãos.

 

Twitter is suppressing life-affirming speech

Petition to Twitter

Twitter’s stated mission is to “give everyone the power to create and share ideas and information, instantly, without barriers,” while also claiming that “fighting against censorship and for free expression is ingrained in the company’s DNA.”

Yet, Twitter is suppressing life-affirming speech and advertising, calling such ads “offensive” and “inflammatory.”

While Twitter has reversed its decision to ban U.S. Representative Marsha Blackburn’s pro-life advertising, it has yet to lift its ban on similar advertising by national pro-life organization Live Action.

I implore you to live up to the stated values of your company and the spirit of the First Amendment with consistency and remove all bans on opinions affirming life and human dignity, a belief that is held by millions of Americans and Twitter users.