Una cosa muy rara

Mandei esta definição por email a um ministro, mas não vou dizer qual.
ne·po·tis·mo
(nepote + -ismo)

substantivo masculino

1. Valimento de que gozavam junto de certos papas os seus sobrinhos ou parentes.

2. [Por extensão]  Favoritismo excessivo dado a parentes ou amigos por pessoa bem colocada. = AFILHADISMO, AMIGUISMO

“nepotismo”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/nepotismo [consultado em 12-12-2017].

Retrato do herói catalão

Imagem que se tornou independente da conta @____tuan

Mr. Bean en Bruselas, por Isabel San Sebastián.

Si no hubieran provocado una catástrofe social, económica y política de consecuencias gravísimas, las andanzas del golpista catalán huido serían dignas de una película protagonizada por Mr. Bean. Porque a Groucho Marx no llega el exalcalde de Gerona. A Carles Puigdemont le faltan clase, ingenio, inteligencia y profundidad para aproximarse al genial Julius Henry, el más brillante de los magistrales hermanos. Lo de nuestro turista en Bruselas se sitúa en la órbita del personaje que interpreta en la pantalla Rowan Atkinson con el pelo engominado, sonrisas babeantes y una mirada tan iluminada como la del «president» a la fuga. Un tipo un tanto ridículo, a caballo entre lo cómico y lo patético, cuya conducta errática acaba provocando situaciones que escapan a todo control. La perfecta encarnación del friki. Solo que en este caso no se trata de un actor interpretando un guion cinematográfico con el propósito de hacernos reír, sino de un presunto delincuente escapado de la Justicia y determinado a reincidir. Un gestor acusado nada menos que de malversación de caudales públicos, prevaricación, sedición y rebelión, a quien demasiados medios de comunicación españoles otorgan honores de gran dirigente. ¡Lo nunca visto! (…)

Problemas De Expressão

Andam para aí a circular umas imagens naturalmente falsas com algumas frases atribuídas a Pedro Nuno Santos, que como todos sabemos tem alguns problemas de expressão. Não tendo estas imagens falsas sido denunciadas pel’ Os Truques da Imprensa Portuguesa, cabe a’O Insurgente a responsabilidade de realizar este serviço público.

Deixamos aos leitores o desafio de perceber quais notícias e imagens são verdadeiras, e quais são falsas.

Faz hoje 1 Ano

mockup

Hillary Clinton perdeu a eleição mais surreal, mais absurdamente cara, e mais ridícula que eu me lembre.

Donald Trump nunca foi o meu candidato preferido (preferiria Ron Paul ou, dos disponíveis em 2016, Rand Paul), mas foi um candidato muito melhor que Hillary.

Que os apoiantes de Hillary tenham sido tão desligados da realidade que não tenham visto a real possibilidade de ela perder, só torna a sua derrota mais engraçada.

E que os mesmos apoiantes tenham reagido de forma tão exagerada, tão sentimentalista, tão irracional, tão Over The Top, só tornou a sua derrota Hillary…ante! 😀

Fiquem com as melhores compilações e as melhores reações.

Continue a ler “Faz hoje 1 Ano”

Chocante: Buzzfeed e Testosterona não ligam

buzzfeed-testosterone-levels-checked

Os rapazes (bem, num sentido lato) que escrevem para a Buzzfeed foram testar os seus níveis de testosterona. Podem ver o vídeo aqui.

Os resultados estão à direita.
Reparem que os valores normais na América são: máximo 1070, média 679 e mínimo 270.

A net está literalmente a rir-se. Procurem “buzzfeed testosterone” e divirtam-se.
Podem também googlar “buzzfeed testosterone savage” e nas ferramentas peçam apenas a última semana.

Pergunta: Alguém ficou chocado com este resultado?!?
PS: A “tinder girl” foi muito boa…

 

70 por cento do actual governo, a dona Câncio e @s d@m@s de honor já terão tido conhecimento deste assunto?

José Sócrates, está acusado de dezasseis crimes de branqueamento de capitais, nove crimes de falsificação de documentos, três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político e três crimes de fraude fiscal qualificada.

Anatomia de um crime.

Foto: António Carrapato-Lusa

Porreiro, pá!

Afro-matemática versus matemática racista

O marxismo cultural está bem e recomenda-se.

Graças ao Lula da Silva e à carteira dos contribuíntes brasileiros, a Universidade Federal do ABC (UFABC), criou duas novas disciplinas no curso de Licenciatura em Matemática: Estudos Étnicos-raciais e Afro-matemática como Transformadora Social. Não sei do que é que está à espera o Ministério da Educação da Geringonça para colocar um travão progressista ao racismo da matemática.

(…) A proposta foi criada pelo “Coletivo Negro Vozes” para “combater o racismo na matemática”. De acordo com o coordenador do coletivo, Jorge Costa, “a disciplina de matemática é uma das responsáveis pela exclusão de negros e negras das escolas e consequentemente dos cursos superiores nas áreas tecnológicas”.

Após objeções conceituais do Núcleo Estruturante da Licenciatura em Matemática da UFABC, a disciplina de “Afro-matemática” foi renomeada como Seminários em Modalidades Diversas em Matemática. A ementa e a bibliografia proposta pelo “coletivo”, entretanto, foi a mesma, o que foi comemorado por Jorge: “Este talvez seja o primeiro ou um dos primeiros cursos de licenciatura em matemática que se propõe a discutir o racismo de modo estruturante como uma obrigatoriedade da instituição”. (…)