Pequena entrevista a pessoa de grande mérito intelectual

Após a confirmação por email, foi com enorme prazer que O Insurgente enviou o seu repórter Bel’Miró para um conversa com o Doutor Baptista da Silveira, especialista em várias coisas. Figura reconhecida nos meandros da ONU e Hollywood, é naturalmente convidado para participar em programas de debate televisivo sempre que o Doutor Adão e Silva … Continue reading Pequena entrevista a pessoa de grande mérito intelectual

Trump, as sondagens e o futuro

O artigo que marca o fim de ciclo na colaboração regular com o Observador que mantive, com muito gosto, desde o início do projecto: O Presidente Trump, as sondagens e o futuro. O enviesamento, arrogância e sobranceria com que a sua candidatura e os seus apoiantes foram sistematicamente analisados dificultaram e muito a compreensão do … Continue reading Trump, as sondagens e o futuro

O que importa é a amizade entre as pessoas

O verdadeiro significado da amizade, está na TAP. Amizade é a relação afetiva entre os indivíduos. É o relacionamento que as pessoas têm de afeto e carinho por outra, que possuem um sentimento de lealdade, proteção etc. A amizade pode existir entre homens e mulheres, irmãos, namorados, maridos, parentes, pessoas com diferentes vínculos. É um … Continue reading O que importa é a amizade entre as pessoas

Um país sem memória não se governa

Lembram-se da inflação? Não? É porque a vida tem sido boa com o euro. O meu artigo hoje no Jornal Económico. Um país sem memória não se governa Na minha infância era a inflação, 20,9%, em 1978. Com a AD, em 1980, 16,1%. E, em 1984, a meio da intervenção do FMI, em pleno Bloco … Continue reading Um país sem memória não se governa

Make us poorer, again

Trump, o proteccionista. Therefore, despite the naive proclamations from Trump about “making America great again” with protectionism and tariffs, the economic analysis above demonstrates that protective tariffs make the country imposing them worse off,on net, and that proposition is supported by 200 years of economic theory and hundreds of empirical studies. That is why economists … Continue reading Make us poorer, again

Rebenta a bolha

Ao que parece, Portugal emitiu títulos de dívida pública – ou seja, pediu dinheiro emprestado – por um prazo de seis e doze meses a juros negativos. Tendo em conta que isto sucede poucas semanas depois de ter sido obrigado a aceitar juros de 4% por empréstimos com o prazo de dez anos, só se … Continue reading Rebenta a bolha

Costa quebra acordo com o Bloco

António Costa ao colocar na Concertação Social a redução da TSU dos empregadores quebra o exposto no acordo de governo com o Bloco de Esquerda. Extraordinariamente o próprio Bloco não quis lembrar a questão. Na “Posição conjunta” assinada entre PS e Bloco sobre a “solução política” da XIII Legislatura, lê-se: (número 3 do anexo) De António Costa, … Continue reading Costa quebra acordo com o Bloco

Costa quebra acordo com Os Verdes

António Costa ao colocar na Concertação Social a redução da TSU dos empregadores quebra o exposto no acordo de governo com Os Verdes. Extraordinariamente os próprios Verdes não quiseram lembrar a questão. Na “Posição conjunta” assinada entre PS e PEV sobre a “solução política” da XIII Legislatura, lê-se: (artigo VI, número 2) De António Costa, claro, … Continue reading Costa quebra acordo com Os Verdes

Geringonça no eucaliptal

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) tem a arte de existir, possuir um grupo parlamentar sem nunca se conhecer a quantidade de votos expressos em qualquer urna de votos, desde que existe, decorria o mês de  Dezembro do ano de 1982. Este partido claramente democrático e de votações expressas muito constantes, criado pelo PCP durante … Continue reading Geringonça no eucaliptal

CDS escolhe Mesquita Nunes para a Câmara da Covilhã

Diário de Notícias “A Comissão Política Concelhia do CDS-PP da Covilhã torna público, após aprovação por unanimidade no plenário concelhio realizado na última sexta-feira, que formalizará nesta data convite ao covilhanense Adolfo Mesquita Nunes para encabeçar a candidatura”, refere o comunicado hoje enviado à agência Lusa. Na nota de imprensa, o CDS mostra-se convicto de … Continue reading CDS escolhe Mesquita Nunes para a Câmara da Covilhã

Mário Soares da discórdia

Um texto meu na Folha de São Paulo, sobre as opiniões que se formaram sobre Soares pela minha geração e querubins ainda mais novos. Um amuse-bouche: ‘Algumas pessoas em Portugal estão por estes dias espantadas pela ausência – gritante e ostensiva – do povo comum português nas cerimónias fúnebres de Mário Soares. Houve funeral de … Continue reading Mário Soares da discórdia

Manifesto Anti-Keynes – Apresentação, dia 18 às 19.00 no Grémio Literário, Lisboa

Um livro corajoso de Carlos Novais que será apresentado esta quarta-feira no Grémio Literário. Nas palavras dos autor, o livro pretende refutar o Keynesianismo em que o consumo cria a própria produção, o investimento cria a própria poupança e a despesa cria o seu próprio rendimento. A apresentação será feita pelo Adolfo Mesquita Nunes e … Continue reading Manifesto Anti-Keynes – Apresentação, dia 18 às 19.00 no Grémio Literário, Lisboa

a limpeza que não se quer fazer

“(…) a regeneração da banca será claramente ineficiente se não for acompanhada por uma regeneração do tecido empresarial, expurgando aquelas que manifestamente só se mantêm à tona à custa de um tratamento preferencial e de uma teia de interesses de natureza diversificada. A nacionalização do Novo Banco servirá para esconder este problema estrutural, da mesma … Continue reading a limpeza que não se quer fazer

Gente de bem e de pás

Recordar os benefícios da diversidade. Members of Anjem Choudary’s terror cell are facing jail today after drumming up support for ISIS in hate speeches calling for ’40 trucks driving down Oxford Street full of explosives’. A covert officer infiltrated the Luton chapter of the banned group Al-Muhajiroun (ALM) and secretly recorded speeches over 20 months … Continue reading Gente de bem e de pás

Guião de thriller financeiro “O Lobo do Intendente”

Afirma-se que esta coisa do Novo Banco é para vender com urgência. Se não for vendido, o melhor é fechar, resolver, liquidar, etc. Surpreendentemente (Not), ao ser confrontados com esta informação os potenciais compradores fazem ofertas baixas. Algumas vozes queixam-se que as ofertas são demasiado baixas. Dizem que se é para pagar então mais vale … Continue reading Guião de thriller financeiro “O Lobo do Intendente”

O Novo Banco não será nacionalizado

Fica aqui a minha aposta pessoal. Por vezes, os comentadores parecem subestimar a capacidade negocial e manipulativa de António Costa. Tornar a nacionalização num cenário credível (e nisto, o BE e o PCP têm tido uma intervenção bastante útil) dá poder negocial nas discussões com os compradores. Se eu tiver razão, António Costa está a … Continue reading O Novo Banco não será nacionalizado