Diz Que É Uma Espécie De Viragem Da Página Da Austeridade

O António Costa tem daqueles livros em que todas as páginas são iguais. Vira-se uma página da austeridade, e lá está outra igual.

A imagem acima foi retirada daqui.

7 pensamentos sobre “Diz Que É Uma Espécie De Viragem Da Página Da Austeridade

  1. Olympus Mons

    Já por várias vezes aqui vim defender a TAP. Não me interessa propriamente se a TAP sobrevive ou não, até porque eu seria dos grandes beneficiados se ela fechasse.

    O meu ponto quando aqui defendo a TAP (a sua existência) é mais provar que vocês (muitos dos que) que aqui comentam, vocês que aqui escrevem post (como o João cortez) … têm, como hei de colocar isto de forma pouco agressiva… uma dificuldade cognitiva e de e conhecimento que é muito característica dos Portugueses chamado de tugice!

    No programa do Negócios da semana, do José Gomes ferreira, aconselho a ver o programa todo, mas o que aqui trago é minuto 41 ao minuto 43.. Custa-me elogiar um sindicalista (é-me genético) mas este jovem sempre foi promissor (e não comuna)…

    A dificuldade que o Tuga, onde incluo o professor João duque lá presente, tem em perceber o que o André ali explica é… surrealista.

    Desafio as pessoas a ouvirem, cada um daqueles factos, cada bocadinho, e depois de ouvirem aqueles 2 minutos, convém recuar ao minuto 38 e ouvir os 3 minutos seguintes. Por esta ordem!

    Quem aceita o desafio e comenta aqui?

    https://barradeferro.blogs.sapo.pt/

  2. Andre Marques

    Eu aceito o desafio:

    1-Não interessa só falar nas exportações da TAP se o saldo exportador (exportações-importações) é negativo. É olhar para o positivo sem olhar para o negativo. É enganar as pessoas.
    2-Não interessa falar nas compras aos fornecedores portugueses, pois se eles têm qualidade conseguirão vender para a empresa que substituirá a TAP se ela falir.
    3-A maioria dos prejuízos da TAP vem do Brasil, uma decisão ruinosa, talvez por compadrios políticos. Como os gestores de empresas públicas em Portugal gostam de fazer estes compadrios para proveito próprio, passado 50 anos de dar oportunidade como contribuinte, fartei-me (além da gestão ruinosa do Fernando Pinto em não ter seguro para o preço do petróleo, viu-se o prejuizo em 2008). Deixei de confiar neles e prefiro uma empresa privada que é obrigada a fazer boa gestão caso contrário vai à falência. Lamento. Os trabalhadores de qualidade da TAP é que sofrem com a decisão, mas como têm qualidade irão arranjar emprego na empresa que irá substituir a TAP.
    4-Dizer que a TAP não recebeu dinheiro de impostos desde 1997 é de louvar…mas foi só adiar o problema. em 2020 levará no mínimo 1700M€, mais tarde ou mais cedo a TAP teria de levar dinheiro de impostos para compensar os prejuizos infindáveis ao longo dos anos.
    5-Como conclusão, para uma empresa ser viável tem de ter resultados operacionais sustentáveis. E a TAP teve 50 anos para tentar com gestores públicos. Não conseguiu, então chega! Que venham os privados. E chega de dizer que sem TAP o turismo de Portugal vai desaparecer. Olhem para a Easyjet nos Açores e a Ryanair a trazer a maioria dos turistas de Portugal.

  3. João Sousa

    Há uma velha anedota de louras que se conta mais ou menos assim: Como é que se entretém uma loura durante horas? Dá-se-lhe uma folha com “vire s.f.f” escrito dos dois lados.

    O nosso zé povinho eleitor é mais ou menos o mesmo: há cinco anos que se entretém com uma folha dada por Costa onde está escrito dos dois lados “Página de austeridade – vire s.f.f.”. Mas claro, como é um governo socialista, logo bondoso (ao contrário dos criminosos fascistas que nos resgataram da bancarrota), o zé povo engole tudo. Merecem-se mutuamente.

  4. Olympus Mons

    @André Marques.

    1- Não. Já há cerca de 10 anos estava calculado um impacto positivo de 950 milhões de euros. Pelos meus cálculos agora deveria rondar os 1.3/1.4 mil milhões.
    2- Não. A saída da TAP é colmatada por aumentos de frequências de outras companhias… ou seja eles vem cá mais vezes e todo o impacto na economia é no pais deles. Não cá. Até a porcaria do catering hoje em dia é feito em Double catering (já trazem a refeição de volta). Sabe aquela coisa da TAP é a quarta cidade em Portugal consumidora de vinhos? … pois.
    3- “irão arranjar emprego na empresa que irá substituir a TAP”… não vão não. Não haverá essa economia em Portugal, arranjarão empregos em indústrias que pagam muito, muito menos impostos.
    4- Sim. Mas durante 20 anos a mantra foi sempre a mesma, tal como agora, e não se conseguiu explicar nunca, nunca… que não era verdade. E ao final dos dias a verdade e os factos contam! Porra, quão burro tem que ser um povo para não aprender uma coisa simples… Não pode receber dinheiro dos impostos porque é proibido por lei, e viveu da sua capacidade de gerar capital e no caminho foi um dos maiores assets do pais.
    5- Treinador de bancada. Fernando Pinto, Luiz Mor, Manoel Torres (o coronel) Michael conoly, Antonoaldo Neves, David Neelman, Elton D’souza… do melhor que o mundo tem. Não se iluda.

    Estamos destinados a ser empregados de restaurante e de limpeza. São profissões respeitáveis.

    Para entender algo sobre o assunto.
    https://barradeferro.blogs.sapo.pt/sobre-a-tap-54450

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.