Contar com o ovo no rabo da galinha

No final de 2019 muita atenção se deu ao valor do défice do Orçamento de Estado. E por bons motivos. Finalmente o Estado português teria, em 2020, um superávit. O primeiro, dos quase 46 anos desta democracia.

Problema é que se trata apenas de uma previsão/estimativa. E o impacto na economia mundial do vírus Covid-19 está a estragar as contas do governo do Partido Socialista, liderado por António Costa.

Desde o pedido de ajuda financeira pelo governo de José Sócrates já passaram cerca de 9 anos. E, apesar de uma das mais longas conjunturas económicas favoráveis, governos do PSD/CDS (Passos Coelho/Portas) e do PS (segundo de Costa) não conseguiram preparar as finanças do Estado para a próxima crise económica. Mesmo com a continuada intervenção do Banco Central Europeu a manter yield da dívida portuguesa artificialmente baixa.

Se não for o vírus, será outro evento. O abrandamento da economia mundial já começa a ser um distante cenário optimista. Aproxima-se uma recessão e – face ao resultante acréscimo de despesas estatais e redução da receita fiscal – o Estado português não terá os mecanismos para a enfrentar. Novo pedido de ajuda financeira? Provavelmente sim. Superávit em 2020? Cada vez mais improvável.

15 pensamentos sobre “Contar com o ovo no rabo da galinha

  1. Foi uma pena o governo que seguiu a Coelho não ter conseguido manter grande parte da população na pobreza e outra grande parte em risco de pobreza…
    Foi uma pena para os treinadores de bancada da economia.
    Porém foi muito bom para os que viram aumentar as sua condições de sobrevivivência…
    Portugal tem 21% de pessoas com mais de 65 anos. 1 em cada 5 residente. Uma injeção atrás da orelha desta gente, dava muito jeito para melhorarmos os indicadores económicos…

  2. «Foi uma pena o governo que seguiu a Coelho não ter conseguido manter grande parte da população na pobreza e outra grande parte em risco de pobreza…»

    Conseguiu, conseguiu. E tanto conseguiu que os polacos estão a ser vistos pela traseira e não pelo retrovisor.

    Qualquer socialista traz pobreza, prisão, mentiras e desculpas. Sem ordem definida, duas estão, a terceira começa dia a dia e à prisão lá chegaremos.

  3. Só um ceguinho acha que Mário Soares era socialista, ele que foi o chefe da CIA em Portugal, acompanhado pelo seu mui amigo Frank Carlucci.
    Só um ceguinho acha que Sócrates era socialista e não o homem de mão dos banqueiros que levaram a banca à glória em Portugal.
    E se acham isso e pensam que é possível inverter o caminho, estão muito enganados, porque hoje, quem manda em Portugal não são portugueses, são os donos das acções das empresas do PSI20. São estrangeiros, que gerem o país como se de uma empresa sua se tratasse.
    O PS só está no poder porque os Donos Disto Tudo atuais julgam que o PS é o partido que melhor gere os seus interesses. Que é o partido que vai com menos sede ao pote, de todos os que por cá andam. O pote é deles, e não se vislumbra no PSD e CDS quem compreenda esta realidade.

  4. BZ quer um orçamento equilibrado.
    Faz muito bem. Estou de acordo com BZ.
    Não estou é de acordo com aqueles políticos da direita que passam o tempo a exigir medidas que o desequilibrem.

  5. Filipe Bastos

    “Aproxima-se uma recessão…”, diz o post.

    Mau: uma recessão? Outra? Por que carga de água? Que se passa com o fantástico capitalismo? Ou será – claro! – o “socialismo”?

    A normalidade com que encaramos algo tão absurdo: volta e meia estamos em recessão ou em crise. É cíclico, inevitável, natural. Tão natural como a sua sede. Ou melhor, como a ganância dos mamões que ganham com as crises.

    A economia “abranda”, diz-se, como se se apercebesse da sua corrida louca para lado nenhum. Como se o crescimento infinito, o consumismo alarve e o lento envenenamento do planeta se sentassem um bocadinho a pensar: se calhar é melhor repensarmos isto.

    Mas nunca se repensa; era só o que faltava. Somos comunas ou quê?

  6. “Só um ceguinho acha que Sócrates era socialista e não o homem de mão dos banqueiros que levaram a banca à glória em Portugal.”

    Foi o socialismo que deu de comer aos banqueiros mas tu ainda não percebeste. Sem o poder para impostar e continuar a impostar mais e mais que o socialismo tem, não haveria dinheiro para banqueiros…
    Ainda vais a tempo de perceber que o socialismo é maior amigo dos banqueiros.

    Ali em cimas estavas a tecer loas ao defice?

  7. Eduardo Menezes

    Sócrates pediu ajuda financeira e mais atirou Portugal para a bancarrota.
    O número 2 da altura está a seguir-lhe as passadas, agora com a ajuda do 100tino das massas

  8. O COVID-19 foi descoberto no final de Dezembro de 2019, mas só a meio de Janeiro de 2020 é que a coisa começou a assumir proporções de epidemia. E só em Fevereiro é que se começou a assumir que iria ter impactos económicos significativos.

    Assim sendo, porque é que o COVID-19 iria influenciar as contas de 2019 ? Tem algo a ver com regras de contabilidade ?

    Porque para quem, como eu, percebe muito pouco de de contabilidade e orçamentos de estado, o virús só teria influência nas contas de 2020 e anos seguintes.

  9. Nova teoria económica (teoria Luky): Socialistas são os governos que tiram dinheiro ao povo para o entregar aos banqueiros…

    Alguém me sabe dizer a razão pela qual Sócras ainda não foi julgado?
    Indiciado de ter cometido tantos crimes, podiam começar a julgá-lo por UM crime, que fosse fácil de provar. Só um, para começar. Depois íamos ao seguinte…

    O problema é que ninguém sabe o que pode acontecer se puxarem por uma ponta do esparguete… o que vem atrás dessa ponta não interessa certamente a muita gente… quiçá a quem o acusa de tantos crimes.

  10. ATAV

    Nelson Gonçalves

    “O COVID-19 foi descoberto no final de Dezembro de 2019, mas só a meio de Janeiro de 2020 é que a coisa começou a assumir proporções de epidemia. E só em Fevereiro é que se começou a assumir que iria ter impactos económicos significativos.

    Assim sendo, porque é que o COVID-19 iria influenciar as contas de 2019 ? Tem algo a ver com regras de contabilidade ?”

    O COVID-19 não terá impacto algum nas contas de 2019. o BZ está a referir-se ao facto do Orçamento de 2020, que prevê um excedente orçamental, ter sido aprovado no final de 2019. O impacto económico da epidemia pode fazer com que o excedente previsto para 2020 não aconteça.

  11. «O impacto económico da epidemia pode fazer com que o excedente previsto para 2020 não aconteça.»

    Tem dúvidas de que a cura é pior do que a doença, economicamente falando?

    Quem paga? Nós.

    Não sai do bolso do Costa, com toda a certeza.

  12. Cacim Bado

    Haja calma, que o governo vai reunir em sessão extraordinária para antecipar por largos anos a mudança de clima anunciada para 2050.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.