Portugal é o único país da sua liga económica a crescer menos de 2%

O ministro dos Negócios Estrangeiros Santos Silva defendeu hoje como “grande objetivo para 2020 manter o ritmo do crescimento económico”.

Quem o ouve até pensa que temos um crescimento monstruoso que é necessário manter. A realidade colocando em perspectiva com países que já estão ao nosso nível é a seguinte:

Portugal, o país do poucochinho…

24 pensamentos sobre “Portugal é o único país da sua liga económica a crescer menos de 2%

  1. ATAV

    Esta comparação é desonesta. Os países do bloco soviético têm realidades muito distintas da nossa. E até mesmo entre eles…

    E o crescimento da Grécia – convém mencionar que os liberais acabaram de dar como exemplo um país gerido por… *gasp* SOCIALISTAS!!!! – é maior que o nosso por causa dos efeitos de convergência. Como a crise lá foi mais pronunciada que aqui, o crescimento será maior que o nosso até recuperarem totalmente. Tendo em conta a violência da crise na Grécia, até acho estranho não estar a crescer mais…

    Mais trafulhices patrocinadas pela IL. Isto nunca acaba. Um autêntico fartote…

  2. Tudo depende de como se define uma “liga económica”.
    No desporto, as ligas definem-se por critérios geográficos. Os países na Europa Ocidental (como Portugal) estão então numa liga, os países na Europa Oriental (como Eslovénia, Grécia, etc) estão certamente noutra liga.

  3. Os países de leste têm uma realidade muito diferente da nossa, a começar pela geográfica. Um automóvel montado na Eslováquia vai para a Alemanha de comboio e chega lá num instante; se montado em Portugal, tem que ir para a Alemanha de barco (porque o comboio na Península Ibérica tem uma distância entre carris diferente de na Europa Central), que demora muito mais tempo.

    A economia moderna é baseada nos serviços, os quais são em grande parte baseados numa população educada. Em matéria de educação, a Estónia ou a Lituânia estão milhas à frente de Portugal.

  4. ATAV

    Outra coisa. Estão a usar previsões para fazer politica barata. Ou seja, algo que ainda não ocorreu e que pode alterar-se de forma significativa mas que estão a apresentar como facto consumado.

    Ainda há pouco tempo a previsão de crescimento de Portugal de 2019 foi revista em alta para 2%. E o crescimento de 2018 também foi revisto em alta de 2% para 2.4%.

    Maravilha! Que enorme demostração de seriedade intelectual!

  5. O nosso azar é alguém querer meter-nos na liga onde joga a Lituânia e a Letónia.
    Se estivéssemos noutra liga seriamos campeões.
    Não sei se é preciso lembrar que há países “poucochinhos” como a Alemanha, a Finlândia, a Islândia, e a Suíça que estão estão abaixo dos 1% de crescimento.
    Mas podia ser pior. Se jogássemos com a Colômbia ou com a Turquia levávamos uma cabazada na ordem dos 3%.

    https://data.oecd.org/gdp/real-gdp-forecast.htm#indicator-chart

  6. A. R

    È curioso este contorcionismo da esquerda. Leiam a notícia tontos: “Portugal cresce menos que os lanterna vermelha da Europa”. Portugal converge para o último lugar!

  7. Carlos Guerreiro

    Quem nos põe nesta liga de miseráveis são os imigrantes forçados a vir para Portugal, à primeira oportunidades lá vão eles para quem cresce (ou paga) mais, e não é nenhum destes países da liga dos últimos.
    ATV a Grécia teve a governar uma coligação de caviares com nazis (a melhoria deve ter-se devido aos nazis, com os xuxas já sabemos que só vem miséria).

  8. Filipe Bastos

    Esta obsessão com PIBs e rankings, esta constante comparação de crescimentos, como pilinhas, num mundo limitado e em rápida deterioração, refém do cíclico boom and bust capitalista e cada vez mais desigual, tem algo de obsceno.

    “Se isto fosse o seu clube mantinha a confiança no treinador?” – entre um treinador xuxa, chulo e trafulha, e outro obcecado com aumentar a desigualdade e encher mamões, a escolha não é, digamos, ideal.

    Melhor mesmo seria deixar os treinadores na bola, para a carneirada que suspira por ela. Já é tempo de evoluir de chefes e messias, de supostos ‘representantes’ que representam ninguém. Temos de começar a votar as decisões relevantes.

  9. ATAV

    lucklucky

    Outra vez com a mesma treta do Nazismo ser socialista? Aqui esse argumento é como uma hidra. Cada vez que se corta uma cabeça desse chavão desmiolado, duas mais se levantam…

  10. Carlos Guerreiro

    ATV
    Como todo o bom apreciador dos amanhãs a cantar só consegue ver em frente, tem as vistas laterais condicionadas.
    Recordei que a coligação na Grécia era entre caviares e nazis (nacional socialistas). Os caviares, como é do conhecimento geral, não sabem gerir a economia, logo chegou à conclusão verdadeira.
    Mas não se excite, a UE já decretou, e por ampla maioria, que comunismo e nazismo são equivalentes (com os comunas em vantagem em termos de controle do excesso de população e portanto mais eficazes no combate à alterações climáticas).

  11. ATAV

    Carlos Guerreiro

    Realmente isto é sempre a mesma coisa por aqui. Toda a gente que discorda de si é comunista e os nazis são socialistas de gema.

    Mas os outros é que têm palas….

    NOTA: O ANEL é considerado da direita populista, tal como o Ventura, Vox, Partido Lei e Ordem, o Orban e os fachos italianos.

    Ainda bem que os rotulou de nazis. De uma assentada e sem se aperceber reconhece que os nazis são de direita (minando propaganda que você próprio debitou) e que a xenofobia é uma parte integrante da estratégia eleitoral da nova(?) direita que vai surgindo. Eu próprio não teria feito melhor.

  12. Carlos Guerreiro

    ATV

    Os Nazis são considerados de direita pelos que evitam chamar-lhes nacional socialistas. Quem os conhece por nacional socialistas sabe que eles se revêem na esquerda. Os comunas alemães que foram a muleta da subida ao poder dos nacional-socialistas, foram os comunas soviéticos que ao protegerem a frente leste abriram a porta à segunda guerra mundial (de caminho, os comunas soviéticos ocuparam os países bálticos, parte da Finlândia e parte da Polónia).
    NOTA – O ATV decretou o fim do nazismo e do fascismo, agora são direita populista! Assim desaparece o nacional-socialismo que tanto incomoda a esquerda e desaparece a origem socialistas do fascismo italiano (Mussolini foi secretário geral do partido socialista italiano donde se afastou, não por divergências ideológicas, mas porque não apoiava a posição neutral do partido na primeira guerra mundial).

  13. ATAV

    Carlos Guerreiro

    Mais revisionismo. E o pior é que os argumentos são sempre os mesmos.

    “Os Nazis são considerados de direita pelos que evitam chamar-lhes nacional socialistas.”

    Está a dar a entender que por ter socialista no nome os nazis eram de esquerda. Já pensou em emigrar para a República Popular Democrática da Coreia ou para a República Democrática Alemã? São conhecidos por Coreia do Norte e Alemanha de Leste respectivamente. Ia-se dar bem lá, afinal são países democráticos…

    “Quem os conhece por nacional socialistas sabe que eles se revêem na esquerda”

    E isto é uma tentativa pueril de alguém da extrema-direita (você) atirar os cadáveres que a sua ideologia produziu para o quintal da esquerda.

    Os comunistas também utilizam um esquema parecido para se livrarem dos cadáveres produzidos por eles. Sempre que alguém menciona essas atrocidades, os comunistas apressam-se a dizer que não era o “verdadeiro comunismo”.

    “Os comunas alemães que foram a muleta da subida ao poder dos nacional-socialistas,”

    Quais comunas? Aqueles que foram excluídos do Reichstag enquanto a direita conservadora e os liberais votaram para dar ao Hitler os poderes que lhe permitiram transformar-se num ditador? Ou seria a esquerda moderada que votou contra o reforço dos poderes do Chanceler? São esses os comunas? Pois… A culpa é sempre da esquerda, mesmo quando não está lá ou vota contra.

    “foram os comunas soviéticos que ao protegerem a frente leste abriram a porta à segunda guerra mundial (de caminho, os comunas soviéticos ocuparam os países bálticos, parte da Finlândia e parte da Polónia).”

    Sim, os dois ditadores fizeram esse acordo. Depois a Alemanha invadiu a União Soviética. E a União Soviética aliou-se às potências Ocidentais e venceram os nazis. Nada disto é novidade…

  14. ATAV

    Carlos Guerreiro

    “NOTA – O ATV decretou o fim do nazismo e do fascismo, agora são direita populista!”

    Eu?? Não despeje para cima de mim a sua aselhice! Não fui eu que rotulei um partido de direita populista de nazi, reconhecendo implicitamente as semelhanças entre os dois.

    Nomeadamente que pertencem ao mesmo quadrante ideológico (direita) e que têm uma estratégia eleitoral baseado na xenofobia (os nazis mandavam vir com os judeus enquanto os populistas vituperam os imigrantes).

    Está a ver o que acontece quando você foge à cartilha? É só tiros nos pés.
    Eu, como sou prendado, faço-lhe o favor de indicar os clichés que deve vir para aqui debitar:

    – O Nazismo é de esquerda porque tem socialista no nome.
    – O fascismo é de esquerda porque o Mussolini passou a juventude num partido socialista.
    – Todas as politicas que dão bons resultados são liberais.
    – Todas as politicas que dão maus resultados são socialistas.
    – Toda a redistribuição é socialista, logo é má (a não ser que produza bons resultados, aí passa a ser liberalismo).
    – Toda a forma de redistribuição deve ser revogada de forma sub-reptícia mesmo que produza bons resultados.
    – Os países nórdicos são liberais apesar de estarem cheios de funcionários públicos, terem imensas empresas públicas e impostos muito pesados
    – O PS é socialista apesar de ter passado os últimos 25 anos a privatizar, liberalizar o mercado de trabalho, desregulamentar e a montar PPPs.
    – Todos os problemas de Portugal são da responsabilidade da governação PS (para ignorar o grosso da governação da direita só devemos contabilizar os últimos 25 anos).
    – O mercado resolve tudo e o sector privado é só virtudes, excepto quando dá asneira. Aí a culpa é do socialismo.
    – A esquerda, quando propõe quotas está a entrar no mundo perigoso das politicas identitárias, mas quando a direita vilipendia gays, mulheres, migrantes e minorias étnicas está apenas a dizer as verdades como elas são.
    Quando alguém apoia a tomada de medidas para as alterações climáticas que são consenso científico estamos na presença de fanatismo religioso que deve ser denunciado imediatamente. Os padres a meterem-se na vida pessoal das pessoas e políticos a quererem acabar com a separação entre a igreja e o estado são gente moderada que devem ser deixados em paz.

    Pronto. Acho que estão todos. Utilize-os quando quiser mas não fuja do guião! Já deu para ver que quando o faz dá asneira.

  15. ATAV

    Carlos Guerreiro

    “Assim desaparece o nacional-socialismo que tanto incomoda a esquerda e desaparece a origem socialistas do fascismo italiano (Mussolini foi secretário geral do partido socialista italiano donde se afastou, não por divergências ideológicas, mas porque não apoiava a posição neutral do partido na primeira guerra mundial).”

    Para lhe responder a esta parvoíce, utilizo o que escrevi na última vez que alguém veio com esse argumento da treta.

    “O Mussolini abandonou os comunistas para desenvolver o fascismo e o Hitler aproveitou a estrutura do partido onde se inseriu para aplicar as politicas nazis. E ambos fizeram estas coisas enquanto estavam a mandar vir com os comunas.

    É evidente que o Mussolini e o Hitler foram influenciados pela época em que viveram. Não conheço quem não o seja. Ser influenciado por algo não é ser igual ou ter origem nessa coisa. E mesmo a militância num partido não significa que uma pessoa vá defender para sempre aquelas ideias.

    Quer exemplos? O José Manuel Fernandes (JMF) do Observador e o Vital Moreira eram do MRPP e do PCP respetivamente. O Vital Moreira refere-se a si próprio hoje em dia como simpatizante do PS e defende o Ordoliberalismo alemão e todos nós conhecemos os artigos de opinião do JMF. Estes dois são comunistas? E o Durão que era do MRPP? Estava a aplicar o Marxismo aos países do Sul durante a crise das dívidas soberanas?”

    Há ainda a Zita Seabra. Sem contar com muitos outros que saltaram de partido ao longo do tempo.

    Outra coisa. O fascismo é frontalmente contra o igualitarismo e o comunismo não. É apenas uma das muitas diferenças.

  16. ATAV

    Carlos Guerreiro

    Ohhhhhhhhhhhhhh!!!! O que foi? Realmente é complicado ter uma resposta à altura quando o nosso interlocutor já sabe o que vamos dizer. Olhe, arranje outra cartilha…

  17. Filipe Bastos

    Carlos Guerreiro: não sou suspeito de apoiar o ATAV, cuja simpatia por esta partidocracia e pelo Partido Sucateiro lembram demasiado um avençado xuxa.

    Ainda assim, nesta como noutras ocasiões, creio que ele mais que responde à altura. A malta aqui até pode insurgente, mas parece não ter pedalada para alguém tão persistente, diligente e certo do que diz.

  18. ATAV

    Correcção ao meu post de 10 de Janeiro às 16h14

    O JMF militou numa organização ligada à UDP não no MRPP. Apesar desta organização ser de inspiração maoista tal como o MRPP não alterando argumento que faço no post, uma correcção continua a ser necessária.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.