O Ministério da Verdade

Marcelo está há meses a pedir apoios públicos para a imprensa (sabe bem de quem precisa para ser reeleito). Segundo noticiado, o “Governo lança em 2020 campanha de sensibilização para o consumo de “informação séria””.

Ora, o que é informação séria? Imagino que nas redes sociais e blogues não haja informação séria, apenas na imprensa.

Mas em que imprensa haverá informação séria? Há tanta imprensa diferentes em conteúdo e forma. Há tantos grupos diferentes.

Aliás, quem define o que é informação séria? Quem são os senhores do Ministério da Verdade?

Nem um dinheiro de impostos para a imprensa. A imprensa deve ser o que sempre foi. Um poder independente do Estado e muitas vezes fiscalizador do mesmo, financiado exclusivamente por cidadãos de forma directa.

Resultado de imagem para ministerio da verdade
Ministério da Verdade. Livro 1984

16 pensamentos sobre “O Ministério da Verdade

  1. Filipe Bastos

    “Um poder independente do Estado e muitas vezes fiscalizador do mesmo, financiado exclusivamente por cidadãos de forma directa.”

    De acordo quanto à independência do Estado, mas e a independência dos privados que lá anunciam, ou que até são os donos? Que imprensa ousava ir contra o Mamão Salgado, ou contra o corrupto regime angolano, ou ainda hoje contra qualquer grande anunciante?

    E como é isso do ‘financiamento directo por cidadãos’ na era da internet, do facebook, do twitter, dos blogues gratuitos? O Sr. Blanco não deu conta que a maioria dos jornais que restam estão falidos ou para lá caminham?

  2. JMS

    Absolutamente incrível!

    Tá tudo doido.

    Isto é tão absurdo e assustador como o aquecimento global… perdão, as alterações climáticas… perdão, a emergência climática. Assim é que é.

    Até inventarem outro nome qualquer. “Buraco do Ozono II (revisited)”, por exemplo.

    “Noticias sérias”??!… A sério? Os maiores fake news makers, os maiores vigaristas ao cimo do planeta? Os media “tradicionais”?

    Vão dar banho ao cão!!!

  3. financiado exclusivamente por cidadãos de forma directa

    “de forma direta”???!!!

    Sempre e em toda a parte, a imprensa foi financiada essencialmente pela publicidade, não pelo dinheiro que os compradores de jornais pagam diretamente por eles!

    A imprensa pode de facto ser financiada exclusivamente por cidadãos, mas é-o de forma muitíssimo indireta – através da publicidade.

  4. Luís Lavoura,

    Bem visto.

    Mas a publicidade é tanto maior quanto maior for a audiência.

    Seja pela publicidade, seja por compra, o orçamento do Estado não precisa de custear boa imprensa. Precisa apenas de custear boa imprensa para mais políticos.

  5. JP-A

    Diz a senhora que manda na saúde sem se rir que não pode dar alguns números porque resultam de planos plurianuais. Mas faz os anúncios para a legislatura.

  6. Francisco Miguel Colaço

    JP-A,

    No me vai dizer que a verdade na Esquerda não é consistente! É claro que é consistente.

    Com a massa consistente de que é feita a esquerda, toda a verdade desliza para onde eles a quiserem mandar.

  7. Se a informação não presta porque é que alguém deve comprar jornais?
    Se a informação nos jornais é cada vez mais restrita a uma cada vez menor Overton Window porque é que alguém há de comprar jornais?
    Se os jornais têm cada vez mais fake news porque é que alguém há de comprar jornais?
    Se os jornais são cada vez mais feitos por uma monocultura Marxista porque é que alguém há de comprar jornais?

    desde há décadas que os jornalistas vêm falhando:

    -a URSS nunca iria cair, nem o muro de Berlim.
    -o petróleo iria acabar – hoje os EUA são o maior produtor mundial.
    -o Aquecimento Global iria colocar Nova Iorque inundada.
    -a bolha de crédito do imobiliário nem foi “descoberta” e tal não levantou questões sobre as estatísticas dos INE’s dos mais diversos países.
    -os terroristas agem por desespero e contra opressão
    -a desertificação vai aumentar
    -o islamismo não era ameaça.
    -O Trump, o Bolsonaro, o Brexit nunca iriam granhar.

    etc, etc…

    Como é que alguém fica informado com os jornalistas?

  8. Filipe Bastos

    -a bolha de crédito do imobiliário nem foi “descoberta”…

    Isso também é parte da monocultura Marxista?

    Será como aquela do outro dia: os mamões privados que compram governos e saqueiam os contribuintes são ‘socialistas’?

    E a mama da Banca e dos ‘mercados’? Será trotskista?

  9. “-a bolha de crédito do imobiliário nem foi “descoberta”…

    Isso também é parte da monocultura Marxista?

    Será como aquela do outro dia: os mamões privados que compram governos e saqueiam os contribuintes são ‘socialistas’?

    E a mama da Banca e dos ‘mercados’? Será trotskista?”

    Socialista Sim.
    Porque é toda a esquerda chorou pelo regresso das condições que proporcionaram a bolha Filipe Bastos e estiveram/estão contra a “austeridade”?

    A bolha foi feita pelos governos para aumentar as receitas dos impostos pelo aquecimento da economia e conseguir pagar os sempre crescentes gastos do Estado Moderno num contexto em que o crescimento é muito menor que nos anos 60.
    Enquanto os gastos crescem sempre, as receitas do estado estavam a estagnar ou em limitado crescimento.
    Ao aquecer a economia as receitas subiam sem aumentar impostos logo sem custos políticos.

    Obviamente beneficia também os bancos : crédito barato, mais dinheiro imprimido, mais transacções , o valor absoluto do dinheiro para bónus é bem maior.

    A industria “verde” é mais outra especulação do Estado-Capitalismo destruindo riqueza mas aparecendo como crescimento do PIB. afinal abrir e tapar buracos é crescimento do PIB.

  10. 🙂

    Ainda há por Portugal muitas fundações de vivendas que ficaram incompletas. , Uma manancial de impostos para o Estado e Câmaras foi-se.

    Quando o Governo Sócrates teve 12% de défice isto foi “só” 1/4 ou seja 25% dos gastos do estado pedidos emprestados.

    Note-se que ninguém contestou como se mede a inflação apesar de ter existido uma bolha de grandes dimensões. Não há interesse nenhum em ter instrumentos para descobrir a próxima bolha.

  11. Filipe Bastos

    «afinal abrir e tapar buracos é crescimento do PIB.»

    Pode então explicar esta verdade pedestre ao Sr. João Cortez e a todos os direitistas que adoram medir os PIBs e o seu crescimento, ou a falta dele, como meninos a comparar pilinhas?

    É que o PIB passa a vida a ser aqui cantado como o grande, o único desígnio nacional, o propósito da nossa existência, a medida final de todas as coisas.

  12. Filipe Bastos

    «Porque é toda a esquerda chorou pelo regresso das condições que proporcionaram a bolha e estiveram/estão contra a “austeridade”?»

    Porque quer poder gastar à vontade para comprar botinhos e enriquecer compinchas. Não é óbvio? Quando a coisa rebentar esperam já estar longe, num belo tacho ou num curso em Paris.

    Mas isto não significa que a direita e os privados estão inocentes, ou que a ‘austeridade’ não seja um pretexto para (ainda mais) encher mamões. E muito menos que isto tenha algo de socialista.

    Entenda o seguinte: tal como v. diz que isto não é capitalismo, porque o verdadeiro capitalismo – o true Scotsman – é 100% livre e lindo e assim, também um socialista lhe dirá que o socialismo é a gestão e a distribuição pelo colectivo. Não é isto. Nada disto.

    E v. dir-lhe-á: pois, mas isso é uma fantasia, acaba sempre em ditadura e fome e o fim do mundo e etc. Tal como ele lhe dirá: o capitalismo limpo e o mercado 100% livre são fantasias; os mamões irão sempre comprar e corromper tudo.

    E assim andamos, em milhões de blogs e fóruns, pela internet fora, repetindo a mesma coisa e discutindo o coiso dos anjos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.