Ideologia de Género

De acordo com a ideologia de género, o género é uma construção social e qualquer pessoa, independentemente do seu sexo biológico, pode declarar-se de um de uma lista crescente de géneros possíveis.

Catarina Martins, quer levar este conceito também à política, declarando que o Bloco de Esquerda, um partido radical de extrema-esquerda é afinal de contas um partido social democrata (fonte). O mesmo partido que defende regimes totalitários que mataram 100 milhões de pessoas em 100 anos e que defende políticas para Portugal que em todos os países onde foram implementadas, resultaram em fome, miséria e pobreza generalizadas.

Ainda ontem no debate com Assunção Cristas, Catarina Martins afirmava que não queria que Portugal se transformasse numa Irlanda, numa Holanda ou num Luxemburgo (esses países capitalistas com um nível de vida muito superior ao de Portugal). Certamente que Catarina Maritns preferia que Portugal se transformasse numa Venezuela, numa Cuba ou numa Coreia do Norte.

Bónus: para se perceber o nível de sofisticação intelectual da líder do Bloco de Esquerda, actriz de formação, vale a pena ver e rever a explicação que Catarina Martins dá para o problema da àgua em Portugal. Pasme-se: “Nós temos um problema, temos barragens a mais. As barragens provocam evaporação e portanto nós estamos sempre a perder àgua. E isso é um problema muito complicado.

E é este partido que recolhe 10% das intenções de voto nas sondagens. Definitivamente, estou no país errado.

Anúncios

14 pensamentos sobre “Ideologia de Género

  1. Manuel Assis Teixeira

    100% de acordo! Pobre país em que 10% querem votar neste partido! Esta senhora é uma construção da comunicação social! Sabe representar razoávelmente e fazer carinha de sonsa mas quando apertada é completamente vazia e só tem para mostrar a cassete que lhe foi incutida pelo sinistro reverendo Louçã nas lavagens ao cérebro internas do partido! Pobre país! Onde vamos cair…

  2. STALENIN

    Realmente, João Cortez, ainda não percebi que motivo o prende, assim como a outros Observadores e Insurgentes, a este país. Se estão assim tão mal, pois que se mudem e para bem longe. Da minha parte desejo-lhes a todos uma excelente viagem.

    STALENIN

  3. alex.soares

    Oh stalenin (és um chulo) devias ser proibido de beber água. Tu e todos os votantes e eleitos do bloco de esquerda, tanto desperdício.
    Se eu tivesse que escolher entre dar água a beber a ti ou ao cão do pan, já sabes quem era o único que podia mijar de pé mesmo só em três patas.

  4. Que lindo post e melhores comentários.
    No próximo passo termos os liberais a construir uns campos de reeducação para o pessoal do bloco e outros indesejáveis ainda por designar.

  5. STALENIN,

    Sem conservadores, nem você poderá ser comunista.

    É que comunistas são exímios a matar comunistas. Aliás, os comunistas mataram mais comunistas que outros quaisquer mataram comunistas.

    Quando deixa de ter conservadores, o Stalenin deixa de ter o que comer. Comunistas apenas conseguem ser comunistas e socialistas socialistas com o pecúnio alheio.

  6. EMS,

    Não encontra muitos países de democracia liberal — por contraponto Às democracias populares — que reeduquem ou façam trabalhar sem remuneração os dissidentes intra e extraconfessionais. Isso é coisa de vermilhóides, de calhaus de escarro e (pior) de socialistas de armário.

  7. Como diz o Manuel Assis Teixeira o Bloco de Esquerda é uma criação do Jornalismo.

    A inteligência de uma povo tende a convergir para a dos seus jornalistas. Como o jornalismo português é populista, de extracto Marxista estes são os resultados.

  8. FGCosta

    O problema da Catarina é que lhe acontece como às barragens: tem tem a mente muito aberta e a inteligência evapora-se toda.

  9. Pingback: Que Modelo Desejamos Para Portugal: Holanda, Irlanda e Luxemburgo OU Cuba e Venezuela? – O Insurgente

  10. 100 milhões em 100 anos? O capitalismo mata o mesmo em menos anos. Não queremos modelos neoliberais para o nosso país. Post vazio de conteúdo e completamente desorientado, como a alt right já nos habituou.

    Emigra para a Hungria, vais sentir-te em casa

  11. ATAV

    Olha, olha… Que enorme surpresa! Os “liberais” do Insurgente a utilizarem a linguagem da Igreja Católica para baterem nos seus oponentes políticos.

    Já toda a gente percebeu que os liberais daqui e da Iniciativa Liberal são da direita retrógrada, mas bem que podiam tentar disfarçar melhor…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.