Portugal e Grécia são os únicos países europeus pobres que ficaram mais pobres desde 2007

Apesar de estarmos pior quero deixar um elogio ao governo actual e, um muito maior ainda, ao governo anterior que, apesar de não terem feito todas as reformas necessárias, não foram nas cantigas da esquerda radical (de uma ala do PS, BE e PCP).

Felizmente, apesar de Portugal ter regredido, ficou muito longe de estar tão mal como a Grécia. Basta olhar para a diferença no gráfico.

Agora, convém perceber o que não fizemos e não estamos a fazer para estarmos a ser completamente ultrapassados pelos países de leste. Estamos na cauda da Europa. Convém perceber e corrigir rápido.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Portugal e Grécia são os únicos países europeus pobres que ficaram mais pobres desde 2007

  1. Estas comparações internacionais partem todas do princípio de que todos os países são iguais, isto é, de que todos eles podem seguir certas políticas uniformemente e que, se as seguirem, todos eles obterão os mesmos resultados.
    Infelizmente, esse princípio é grosseiramente falso. Os países são diferentes e não há forma de os tornar iguais. As políticas não podem ser implementadas da mesma forma em todo o lado e, mesmo que pudessem, dariam resultados diferentes.

  2. Luís Lavoura,

    Quando se defende o indefensável cai-se no absoluto ridículo.

    Pessoas claramente inteligentes podem ser tolhidas por aficções imbecis. Os óculos cor-de-rosa acabam com a carteira de muita gente.

  3. Claro que os “rich contries dropping back” têm uma explicação mais complexa que a perniciosa influencia da “esquerda radical”.

  4. Luis

    Há 15 anos Portugal não tinha nenhum turismo decente. Lisboa praticamente não tinha turistas, ao contrário de Barcelona, Roma ou Atenas. Apostarem em nós e Adolfo Mesquita Nunes fez reformas inteligentes. Antes disso, tinham-se gasto milhões em campanhas como o Allgarve ou em «grande eventos» sem resultados práticos a longo prazo. Passamos a ter turistas, cria-se emprego, gera-se riqueza, e subitamente isto… passa a ser o maior problema do país para muitos jornaleiros do DN, Público ou Expresso, para o BE, PCP, parte do PS e até para gente da «Direita»! É preciso proibir, «moderar», «regular», em suma, castrar e deixar que o Estado escolha quem pode ganhar dinheiro com isto e quem não pode… e vem o «condicionamento industrial» II versão «condicionamento turístico». Alguma vez um país assim poderá enriquecer e convergir com os vizinhos europeus? Com esta mentalidade e esta cultura entrahada nos partidos, comunicação social, Universidades ou em algumas profissões?

  5. mg42

    “Portugal e Grécia são os únicos países europeus “POBRES”… ”

    Para um militante demagogo o volume de um copo ocupado em metade por vinho, está meio cheio ou meio vazio ?
    R: Depende se é de marca xuxa, ou da marca libertoino.

  6. Quando se quer provar algo “cientificamente” escolhem-se muito bem os eixos de coordenadas que definem o plano em que se projetam as “massas”.
    Mesmo que eles não sejam eixos principais centrais de inércia…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.