Salvar o SNS da Ministra da Saúde

A propósito do apagão administrativo nas listas de espera do SNS, confirmado há dias por um grupo de trabalho independente, recupero um artigo que escrevi em Dezembro passado no ECO – Economia Online no qual citei o relatório do Tribunal de Contas (TdC) que despoletou a presente polémica. O texto foi premonitório em tudo: da situação indecorosa retratada pelo TdC à irracional preferência ideológica por um modelo falido de gestão hospitalar. Mas, em vez de “Salvar o SNS da Nova Lei de Bases da Saúde”, deveria ter dado ao artigo o título de “Salvar o SNS da Ministra da Saúde”. Enfim, a conduta da senhora não surpreende. Afinal, esta mesma ministra, quando ainda na ACSS, também assinou um memorando que ainda hoje está na gaveta e que, provavelmente, também um dia será apagado. Uma bandalheira, é o que é.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Salvar o SNS da Ministra da Saúde

  1. JP-A

    O melhor é começarmos já a pensar em nos salvarmos de Pedro Nuno Santos, que acaba de revelar o seguinte:

    – Não descansam enquanto não estourarem o país num TGV
    – O TGV serve para “as pessoas chegarem do Porto a Lisboa em 1 hora”
    – “O país vai ser muito diferente”

    Eu imagino como será o país quando ele pensar em levar pessoas de Lisboa para Porto e quando houver aeroportos e aviões nas duas cidades. Aí é que vai ser.

    Eles brotam cada vez mais inteligentes, cada vez mais descentralizadores e cada vez mais idiotas. E quanto piores forem, mais aplaudidos e idolatrados são. Não percam tempo porque o processo de venezuelização de Portugal já está em boa velocidade e tem como principal aliado os silêncios. A frieza com que António Costa (a verdadeira causa extremista disto tudo) demonstrou ao continuar a falar para uma plateia e para a televisão como se ninguém estivesse a roubar-lhe o microfone e a colocar-se à sua frente diz tudo sobre o mundo cão. É só abrir os olhos. O que se passa com a ministra e com o apelo à promoção das queixas contra a Ordem dos Enfermeiros tem a estampa da foice e do martelo.

    Já vi disto em 1975. Não escapámos nem vamos escapar.
    Este, a prazo e no seu gelo, é muito mais perigoso que o 44.

    Finalmente, a nulidade incontinente de Belém.

  2. AB

    É assim Sr. Ricardo Arroja, vocês têm o meu voto, e eu sei que não vão resolver os problemas, estão a começar e se chegarem a 3 ou 4% do eleitorado já será uma vitória. É preciso começar por algum lado.
    Porque isto está podre. Não é só o caso do TGV que o JP-A aqui descreve, foram os serviços mínimos inicialmente só para Lisboa e Porto na greve dos camionistas, é a ministra do mar que não responde porque não lhe apetece, e é o presidente da assembleia que não a obriga a responder. E é Pedrógão e Tancos e a CGD, e o SNS e a reforma que não irei receber, e tudo. É muito. Neste momento é muito mais fácil listar o que funciona do que o que não funciona no país.
    A actuação deste governo parece a definição de sabotagem da Wikipedia:

    When possible, refer all matters to committees for “further study and consideration”. Attempt to make the committees as large as possible—never fewer than five
    Bring up irrelevant issues as frequently as possible.
    Haggle over precise wordings of communications, minutes, resolutions.
    In making work assignments, always sign out unimportant jobs first, assign important jobs to inefficient workers with poor machines.
    Insist on perfect work in relatively unimportant products; send back for refinishing those with the least flaw. Approve other defective parts whose flaws are not visible to the naked eye.
    To lower morale, and with it, production, be pleasant to inefficient workers; give them undeserved promotions. Discriminate against efficient workers; complain unjustly about their work.
    Hold meetings when there is more critical work to be done.
    Multiply procedures and clearances involved in issuing instructions, pay checks, and so on. See that multiple people must approve everything where one would do.
    Spread disturbing rumors that sound like inside information.
    From the section entitled, “General Devices for Lowering Morale and Creating Confusion” comes the following quintessential simple sabotage advice: “Act stupid.”

  3. When possible, refer all matters to committees for “further study and consideration”. Attempt to make the committees as large as possible—never fewer than five
    Bring up irrelevant issues as frequently as possible.
    Haggle over precise wordings of communications, minutes, resolutions.
    In making work assignments, always sign out unimportant jobs first, assign important jobs to inefficient workers with poor machines.
    Insist on perfect work in relatively unimportant products; send back for refinishing those with the least flaw. Approve other defective parts whose flaws are not visible to the naked eye.
    To lower morale, and with it, production, be pleasant to inefficient workers; give them undeserved promotions. Discriminate against efficient workers; complain unjustly about their work.
    Hold meetings when there is more critical work to be done.
    Multiply procedures and clearances involved in issuing instructions, pay checks, and so on. See that multiple people must approve everything where one would do.
    Spread disturbing rumors that sound like inside information.
    From the section entitled, “General Devices for Lowering Morale and Creating Confusion” comes the following quintessential simple sabotage advice: “Act stupid.”

  4. Rão Arques

    Sabe-se agora que Marcelo não comenta a exposição da bastonária dos enfermeiros.
    Este faz de conta anda a brincar connosco.
    É dever institucional de um presidente de corpo inteiro dar uma resposta a uma bastonária que se lhe dirigiu, e no minimo tinha que esclarecer se vê alguma razão para tomar como aceitáveis os argumentos expostos.
    Se alguma vez precisar de uma enfermeira para lhe dar assistência deviam remete-lo para o bruxo de Alcochete.
    Ou para uma fila de um posto médico às 4 da matina para apanhar consulta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.