Um simulacro de concorrência

“A Caixa Geral de Depósitos volta a carregar nas comissões. Pouco mais de um mês após a última atualização de comissões, em que uma das principais novidades foi o disparo de 60% do preço das transferências online, o banco liderado por Paulo Macedo volta a encarecer alguns serviços e produtos bancários. Desta vez entre os principais alvos estão os clientes com a “conta pacote” mais barata da instituição, as contas de estudantes universitários com mais de 26 anos, mas também os levantamentos de dinheiro ao balcão com caderneta que quase triplicam de preço. As mexidas entram em vigor em maio.” (via ECO – Economia Online)

Não é só a CGD. Mas quem paga é o consumidor de serviços financeiros.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Um simulacro de concorrência

  1. Oscar Maximo

    É ver o BE e o PCP caladinhos sobre o Imposto Europeu. Confirma, se dúvidas houvesse, que são uns vendidos.

  2. Ricardo

    @Oscar Maximo
    Fica aqui escrito para mais tarde recordar:
    Quando chegarmos às eleições, põem-se de fora e dizem que não concordaram com o gov nisto e naquilo, apesar de darem o seu voto a favor… quiçá ainda dirão que é culpa do Passos…

  3. O Ricardo Arroja continua com a estranha ideia de que em Portugal há pouca concorrência bancária.
    Eu já vivi no estrangeiro há muitos anos (cerca de 1990), e recordo o seguinte. Vivi na Alemanha na cidade de Dortmund, que é maior do que o Porto. Em todo o tempo que lá vivi só lá vi balcões de dois bancos: o banco local Stadtsparkasse Dortmund, que pertencia ao município, e o Kommerzbank (este último tinha um balcão somente no centro da cidade). Praticamente toda a gente “normal” tinha conta na Stadtsparkasse, ninguém em nenhum outro banco. Vivi na Pensilvânia na cidade de Pittsburgh, que é pouco menor que Lisboa, e em todo o tempo que lá estive só lá vi balcões de dois bancos, o PNC e o Mellon; toda a gente “normal” tinha conta num desses bancos, ninguém em qualquer outro banco.
    Agora compare-se isso com a situação em Portugal, onde qualquer pessoa que viva em Lisboa ou no Porto tem acesso simples, rápido e universal a balcões de meia dúzia de bancos distintos.

  4. Rão Arques

    O país pacificado e sem crispação de Marcelo:
    O fiel sucessor de Sócrates utiliza a mesma táctica do cadastrado professor atacando cirurgicamente diferentes classes profissionais para nos colocar contra elas, nomeadamente os enfermeiros nossos anjos da guarda quando tudo o mais falha em catadupa.
    O jornalismo de que o próprio é compincha revela em todas as vertentes um tosco analfabetismo e curvada cerviz em tudo o que solta pela cloaca ou pelo sacho escrevinhador.
    A autoridade tributária e aduaneira sempre a mostrar-se zelosa pelos interesses do consumidor está a ser investigada pela judiciária por alegadas fraudes e artimanhas.
    Um célebre espião já terá confessado que foi cabecilha de uma rede de assaltos.
    O banco publico continua a roubar os depositantes aumentando para cerca de 3 vezes mais o montante a pagar ao balcão pelo dinheiro que de cada vez a cada um pertence e pretende levantar.
    Acrescento sem subtilezas que as honrarias medalhadas atribuídas a pomposos ilustres da nossa coisa, que quando retiradas se faça linear e apropriada permuta com diferente metal, pendurando pesados chumbos em bruto no pescoço de quem as atribuiu.
    Sem esquecer ouvir-se em qualquer fórum ou palestra ser dever do cidadão não guardar para si situações que possam configurar ilícitos e atropelos.
    Enquanto isso Rui Pinto que destapou cenas tanto menos dignas como comprometedoras parece seguir a caminho da prisão.
    Vão assaltar para a estrada de coldre à cintura com a bênção do padroeiro dos enganos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.