California em crise

A California pode ser uma das maiores economias do mundo (se fosse um país, estaria no G7); tem colossos como Facebook, Apple e Google e muitos mais; e tem ainda símbolos culturais como Hollywood e educacionais como Stanford. Tudo isto, faz com que California tenha uma horde de cidadãos ricos que pagam imensos impostos. Mas a California está em risco.

Antes de mais, dos 39.600.000 de cidadãos, metade do IRS é pago por apenas 1% da força de trabalho – 150.000 contribuintes. Ora, basta que uns milhares destes se mudem para estados vizinhos para o orçamento do governo estadual entrar em colapso. O último Orçamento de Trump, que limita as deduções no imposto federal a $10.000, mesmo para quem tenha pago milhões em impostos estaduais, pode levar a isso mesmo.

Em termos de água, na última crise de abastecimento os Democratas disseram ao povo que devido ao Aquecimento Global a pluviosidade nunca mais seria mesma – e consequentemente não fizeram diques, barragens e reservatórios. O resultado: as enxurradas dos anos seguintes (2106 e 2017) foram graves e terminaram no mar. Califórnia continua com um problema de água.

O sistema “TGV” da Califórnia é o mais caro e, quando construído, será também o mais lento de todos os sistemas “TGV” no mundo. Ainda sem uma única linha construída, o custo já vai em $5B (biliões americanos). Dinheiro que claro poderia ter sido usado a melhorar as vias actualmente congestionadas. Nem vale a pena dizer que tem havido bastantes derrapagens no orçamento.

As escolas são feitas pelos professores e para os professores. O domínio dos sindicatos é completo. A falta de qualidade é culpa de todos, menos dos professores claro: falta de fundos, pais desinteressados e alunos com falta de motivação. Como sempre nos locais em que a esquerda domina: os trabalhadores preguiçam, os utentes não são servidos.

Mapa de Merda.jpgEm termos de habitação, então é o caos. É complicadíssimo construir (“zoning”, “permits and licenses”, regulamentos de construção, imposição de % para certos públicos, …), os sem-abrigo aumentam anualmente, as zonas santuário para imigrantes ilegais incentivem a imigração de não-qualificados num dos estados que mais exigem qualificações, e a imposição de regras sanitárias nas ruas é vista como Não Politicamente Correcta. As seringas e as fezes na rua abundam (no Google, escrevendo “feces in the streets” a 1ª sugestão de autocomplete é “of san francisco”). Vejam alguns dos vídeos.

Vamos ver quanto mais tempo os Californianos aguentam com uma enorme carga fiscal, regulações complexas, escolas fracas, falta de água, e ruas inseguras e propagadoras de doenças.

Fontes: California’s Rendezvous With Reality e The Day California Died. Imagem.

Mais informação: The Zombie Plague in Downtown Los Angeles is a Consequence of Liberal Utopian Dreams

Sobre o problema das fezes: Liberalism Turns San Francisco into Slum, Homeless, Pooping in Streets

Anúncios

4 pensamentos sobre “California em crise

  1. Luis

    Cerca de 40% da população da Califórnia é hispânica e cerca de 30% católica. Basta olhar para a América Latina para constatar a terrível tendência destas culturas hispânicas e católicas para abraçar o socialismo. A sorte da Califórnia é que beneficou de estar integrada numa federação fundada por protestantes. Se fizesse parte do México seria certamente uma região pobre.

  2. Olympus Mons

    Como na realidade já está a acontecer nos dias de hoje, quando as coisas ficam estragadas, os primeiros a fugir serão os elementos da comunidade mais à esquerda, que genuinamente se pode dizer que foram quem fez a providencial merda.
    Poderia dizer-se que estas coisas são lições, mas situações como as da Venezuela ensinam-nos que não é uma questão de falta de exemplos.
    Mas voltando a essas migrações, Tal como Eric Kaufmann já nos tinha mostrado nos sensos no reino unido, ou Robert Putnan para falar do original, primeiro estragam e assim que começa a cheirar mal serão os primeiros a abandonar o estado. Aliás, como recentemente foi novamente demonstrado nos movimentos populacionais da Califórnia para o estado de Nevada nos últimos anos em esquerdoides entre os 25 e os 35 anos são o grupo que mais está a abandonar o estado.
    Eu já aqui disse. O grande movimento politico do futuro será aquele que dizer Doxing , a este pessoal e que não os deixe abandonar impunemente as áreas que estragaram.

  3. E eu a pensar que a Califórnia era o paraíso na Terra, que era o mais liberal dos estados liberais dos EUA!
    Afinal está infestada de comunistas… Valha-me Deus! o melhor é fazerem mais um muro…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.