Do bairro da Jamaica para o bairro do mundo

Excelente artigo do actor Gany Ferreira . Destaco uma parte onde explica brevemente como num mercado livre a discriminação tende a diminuir, apesar do resto do texto valer a pena também.

O economista Gary Becker dizia que a discriminação saía cara, que num mercado competitivo, os empregadores que discriminam, acabariam por sair vergados aos custos adicionais da sua atitude. Nada melhor para combater a discriminação do que a concorrência e o mercado livre. Isso aliás já acontece no desporto e nas artes. Não é difícil imaginar o que aconteceria a um clube de futebol que se recusasse contratar negros. Para acabar de vez com a discriminação, precisamos que estas consequências se alarguem a todos os sectores. Precisamos de uma economia mais dinâmica e concorrencial. Precisamos que o poder empresarial deixe de estar concentrado em meia dúzia de empresas agarradas ao estado.

Fiquei a saber que o Gany Ferreira é actor da TVI, admito que desconhecia porque já não vejo muito conteúdo na TV. Googlei e parece que para além disso é locutor, músico, modelo, apresentador e estudou economia. Que tenha sucesso e que continue a defender as ideias liberais.

4 pensamentos sobre “Do bairro da Jamaica para o bairro do mundo

  1. Oscar Maximo

    Até que ponto a ideia que os pretos têm grandes qualidades nessas áreas não contribuiu para o resultado ? Ou terá sida essa aposta de indiferenciação só nessas áreas que contribuiu para formar essa ideia ?

  2. Gany… Cala a boca miúdo. Nesse teu meio não falar a cartilha, não tocar ao som do tambor, não ser ecochamber vai-te meter em problemas.

    A não ser que o faças consciente, que o faças sabendo que vais pagar o preço da tua carreira. Essa gente é viciosa, má e pulha.

    Se mesmo assim o continuares a fazer, ‘bora, estou contigo porque a coragem deve ao final do dia ser obrigação de todos os que não são beta, que não são geleia… errr, Junta-te ao Aliança? podemos sempre manda-los passear se não entregarem nada de jeito.

  3. mg42

    “Não é difícil imaginar o que aconteceria a um clube de futebol que se recusasse contratar negros.”

    Ora mais uma perola dos inteligentinhos liberteens…
    O autor só deve ter visto o ultimo campeonato mundo de futebol, hum ? Ou está a confundir o futebol dos yankes com o futebol europeu.
    Digam-lhe para deixar os “talking points” saídos da terra da liberdade por lá mesmo. Em vez de os querer amanhar e traduzir à nossa realidade.

    Por falar em “googlar”…
    Coisinhas como o google sairam dos mercados mais dinâmicos e liberais e tornaram-se monopólios, que agora já se dedicam à discriminação racial em nome da justiça social. Vamos ver então quanto tempo a google vai demorar a cair e quantos concorrentes vão aparecer para a destronar. Esperemos então sentados, sim.

    https://www.nbcnews.com/news/asian-america/ex-recruiter-accuses-google-hiring-discrimination-against-white-asian-men-n853601

  4. Ricardo Sebastião

    Vereadora do PSD em Lisboa critica goleada do Benfica: “não se deve humilhar, nem espezinhar” “Aos 5-0, substituía-se a equipa e dava-se tempo de jogo aos menos usados”, defendeu Sofia Vala Rocha.

    Ainda se admira o PSD quando for humilhado nas próximas eleições…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.