Os dez erros de Costa

1º A aliança, por motivos puramente oportunistas, com propostas políticas que não têm qualquer compromisso com os elementares princípios democráticos;
2º A colagem ao velho PS, representante dos piores vícios do Bloco Central, com Carlos César e Ferro Rodrigues, que Costa não só afastou mas promoveu a cargos de grande visibilidade, como figuras que os personificam;
3º A colagem ao PS socrático, mais uma vez não estabelecendo qualquer faixa de protecção entre a sua liderança e personagens profundamente conotadas com o desastre governativo e pessoal do antigo primeiro-ministro como Vieira da Silva ou João Galamba.
4º A normalização do nepotismo como forma de ocupação do Estado, evidente a todos os níveis da Administração, desde o próprio governo até à estrutura da Protecção Civil e de que se pode tomar como símbolo o percurso e a prática de Maria Begonha;
5º A entronização da ilusão, do expediente da manipulação e do embuste como forma de governação por defeito, iniciada com o slogan do fim da austeridade, continuada com a dissonância entre orçamento prometido e execução, aqui com recurso ao expediente das cativações, e concretizada como técnica recorrente como ainda agora se viu com a substituição do imposto sobre a gasolina pela taxa do carbono.
6º O desprezo pelo princípio da responsabilidade política, com a tragédia dos incêndios, Tancos ou Borba como expoentes de uma visão em que o poder político desaparece de cena deixando os cidadãos entregues à sua própria sorte;
7º A erosão acelerada da capacidade de o Estado assegurar as suas funções essencias, na Protecção Civil com evidência trágica, mas na Defesa, na Saúde e na Educação também com profundas consequências.
8º A degradação acelerada de infra-estruturas e transportes essenciais ao desenvolvimento do país, decorrente de anos consecutivos de ausência de investimento que o governo de Costa não só não resolveu como agravou, nomeadamente, com a política de cativações.
9º A incapacidade de assegurar reformas políticas e económicas estruturais que lancem as bases de um desenvolvimento sustentado, limitando-se o exercício governativo a uma gestão táctica do ciclo económico e dos interesses sectoriais e profissionais.
10º O agravamento do fosso entre funcionários públicos e trabalhadores do sector privado, aqueles cada vez mais com esquemas de benefícios e remunerações francamente mais favoráveis.

O ciclo económico e as baixas expectativas iniciais relativamente ao seu governo têm permitido a António Costa prosseguir a sua marcha apesar destes erros e é muito provável que não afectem, sequer, a performance eleitoral do PS durante o ano de 2019. Será no entanto por estes erros que Costa responderá quando a conjuntura menos favorável que se aproxima fizer aparecer os primeiros sinais de descontentamento.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Os dez erros de Costa

  1. Rão Arques

    De Bolsonaro a Maduro, Marcelo diz que segue orientação do governo.
    Orientado por Costa já tínhamos reparado, mas porque lhe virá tanto medo daquelas partes para andar com ele ao colo?
    “Quem é e o que faz o Presidente da República?
    1.O Presidente da República é o Chefe do Estado. Assim, nos termos da Constituição, ele “representa a República Portuguesa”, “garante a independência nacional, a unidade do Estado e o regular funcionamento das instituições democráticas” e é o Comandante Supremo das Forças Armadas.”
    Se este lembrete não lhe chegar tem toda a constituição à sua disposição para tirar duvidas e a nós também.
    Em todo o caso deve esclarecer o país sobre qual o ponto em que se baseia para se submeter à orientação do governo.

  2. The Mole

    Os 10 “erros” que aponta – tirando o 1º que é novidade – não são propriamente erros do ponto de vista do PS: são intrínsecos a todos os governos socialistas que já tivemos.

  3. Ricardo

    Infelizmente o caos no PSD é a melhor garantia que o Costa tem de conseguir a reeleição…
    Mas que bosta, ó Costa!

    E como se não bastasse o Marcelo andar atrás do Costa, o Rui Rio não faz melhor… Não é capaz de fazer frente ao PS :S

  4. Anonimus

    Se há de que não podemos acusar Costa, é de colagem.
    O homem é do mais maleável que existe.
    Só se for tipo post-it, mal vê a coisa mal parada, descola logo.

  5. ulaikamor

    Eu não chamaria a estes 10 pontos “erros”, mas sim “estratégias”, que na realidade resultam em garantir um PS com um governo com paz social.

    Na realidade, no meio de impostos mais altos de sempre, incêndios que matam centenas de pessoas, escândalos nos hospitais, …., não vejo muita gente descontente com este governo em Portugal.

  6. Eu não diria “erros” (pelo menos não todos, seguramente).
    Eu diria antes, por muito mais apropriado, “defeitos de carácter” – principalmente de nível moral e ético.

  7. Não são erros, são o que lhe vai assegurar a eleição.
    Só possível claro com as fake news, censura e protecção do jornalismo Marxista que nos dizia que 4% de défice era crime contra a humanidade.

  8. Comove-me a confiança que o Rui Rocha mostra na possibilidade de Costa vir a responder, após a futura falência, por estes erros/esquemas. Infelizmente, eu não partilho desse optimismo. Não nos esqueçamos de que, em 2011, com a terceira falência ainda fresca e com as variadíssimas suspeitas sobre o carácter de Sócrates já a evidenciarem-se, o PS teve perto de 30% dos votos – quase uma em cada três pessoas, apesar da bancarrota e da imoralidade, votou PS/Sócrates.

    O que vai acontecer daqui a um, dois ou três anos, e essa narrativa já está a ser preparada por Costa, Marcelo e jornalismo, é que perante o verniz das cativações a desfazer-se, a culpa não será de Costa/PS(*): será da “crise internacional”, essa entidade abstracta de costas largas que é constantemente culpada pelas governações “à vista” socialistas.

    * não considero Centeno, ao contrário de muitos, um dos principais ideólogos desta fantochada. Ele é apenas um deslumbrado que, em troca da escalada social, cumpre o papel de contabilista criativo e inventa formas de os números parecerem “bater certo”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.