A obsessão…e a resposta do Banco de Portugal

“A diferença entre o que é necessário fazer pelo sistema financeiro e o que o nosso regulador/supervisor nos propõe continua a afigurar-se-me grande.”

Destaque do meu artigo de hoje no ECO – Economia Online. De regresso ao meu texto da semana passada e à diferença entre regulação e regulamentação.

Anúncios

Um pensamento sobre “A obsessão…e a resposta do Banco de Portugal

  1. Joaquim Brito

    Caro Ricardo Arroja: Tenho andado preocupado com certas conversas que vou ouvindo por aí. Já vários amigos, ligados à área das contabilidades, não conseguem conferir as contas dos reembolsos do IRS. Julgam haver qualquer tramóia nos programas informáticos que lhes reduziu a verba do montante a devolver…
    Será verdade? Existem alguma entidade obrigada a fazer auditorias ao Ministério das Finanças?
    Estas situações dos funcionários do fisco terem prémios ou incentivos monetários não dá tranquilidade a ninguém, e quando as noticias dizem que a corrupção está a aumentar em Portugal ainda ficamos com mais dúvidas.
    E agora com o PIB a descer e finalmente a “dívida a subir” todo o cuidado é pouco!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.