2019: por que temos de ir além “disto”

Entre nós, teremos da esquerda geringonça um chorrilho de promessas a disparar em todas as direcções combinado com o agitar do espantalho do “populismo” e da “extrema-direita” para manter bem submissos quaisquer focos de dissonância face à hegemonia política e cultural habitual.

Trecho do novo artigo do Miguel Morgado sobre os reais desafios de 2019 e a necessidade de ultrapassar o teatro progressista que nos condena à estagnação.

Anúncios

11 pensamentos sobre “2019: por que temos de ir além “disto”

  1. O grande problema é que não é só a esquerda geringonça que vomita esse chorrilho , é o coro que a imita com todas as TVs e jornais e muitas vezes tambem o partido a que pertence o MM.
    MM tem toda a razão mas nem as TVs ( que é o que interessa) nem o seu proprio partido lhe dão ouvidos . Enquanto o socialismo tiver onde ir buscar (seja em impostos ou seja emissão de dívida) para encher os bolsos de oligarcas (politicos,meadia e umas poucas corporações) continuaremos neste apodrecimento contínuo até não poder ser mais. E esse dia vai acontecer , mais tarde ou mais cedo , mas com a maior parte da população empobrecida material e mentalmente.

  2. O maior problema “disto” não é a geringonça de esquerda, nem a imprensa tradicionalmente amancebada com a esquerda e que lhe disfarça as canalhices políticas e éticas, nem uma suposta elite (Marcelos, Balsemões, Proenças de Carvalhos, Júdices e etc) que sempre se prostituiu com a esquerda. O problema “disto” é mesmo um eleitorado inculto, infantilizado e cobarde que só quer que a “vidinha” lhe vá correndo sem aparentes chatices, preferindo vender-se a vigaristas que o apascentam iludindo-o pela frente com uns pratos de tremoços enquanto o esmifram à socapa via legislação fiscal. Mesmo após (mais) uma bancarrota e apesar de todas as evidências das suas falhas políticas e pessoais, Sócrates e o PS ainda receberam quase 1/3 dos votos de um eleitorado analfabeto funcional e tão moralmente corrupto como eles. Perante isto, não há artigos de Morgados que nos valham.

  3. Antonio Maria Lamas

    Totalmente de acordo com os comentários anteriores. Só acrescentava à lista de João Sousa o nome de Marcelo. Muita da infantilização do elitorado vem de Belém.

  4. André Silva

    Excelente artigo de Miguel Morgado – embora, de facto, não dizendo nada que qualquer pessoa com a inteligência de um chimpanzé médio com 2 anos de vida não tivese a obrigação de saber de cor ou intuitivamente – mas que (e como sempre; de tão repetido por todos até anjoa) borra claramente a pintura por destrincar entre “o PS” e a “extrema-esquerda”.
    Ai sim??? Pois este, aqui no nosso Portugal ou em qualquer lado do mundo, é que tem sido o principal problema para a democracia e liberdade, para a coesão social, para o diálogo, para a construcpção de um futuro melhor para todos nós mas principalmente para o legado que deixaremos para os nosssos filhos e netos, que não deixará de nos julgar por isso.

  5. É isso. O povo é estúpido quando aceita que lhe deem uma vidinha melhor do que a que tinha há uns anos atrás!
    Se fosse esperto aceitava de novo uns cortes no ordenado e nas pensões (passava a tomar o pequeno almoço em casa e deixava de beber Porta da Ravessa para beber Vinho de Pacote), evitando nova banca rota, que só serviu para uns banqueiros e uns grandes empresários ficarem ainda mais ricos.
    Calma! o povo é sereno!

  6. É isso , É isso
    Ilusionismo e hipnotismo via meadia invertebrada .
    Sim sim , vidinha melhor para alguns , aqueles que ja a tinham boa com boas reformas e os bons empregos no “estado” . Todos os outros , a esmagadora maioria , com baixos salarios e baixas reformas têm uma vidinha igual ou pior pois sacam-lhe muito mais via inflacção e via impostos .
    Diminuiu o desemprego via efeito conjuntural e turismo . O socialismo não leva ao desenvolvimento e progresso mas que consegue colonizar e anestesiar a mente de muita gente é um facto .É isso è isso vidinha melhor e a dívida a aumentar.

  7. Caro Castanheira, a Autoeuropa, a IKEA, as empresas de componentes de automóveis para exportação (subempreiteiros dos fabricantes de automóveis europeus), a Galp, a EDP, as cimenteiras, as papeleiras, as corticeiras, as empresas de biotecnologia, as empresas agrícolas da zona Alqueva, etc. etc. não se queixam.
    Deixe-se de pieguices e, se for empresário, faça como esses outros fazem, trabalhe e poupe.

  8. ManoloHeredia
    A grande maioria dos portugueses não trabalham nessas grandes empresas , algumas delas com acordos socialistas de vantagem fiscal ou outros .
    Voçê pinta um quadro surrealista visivel pelos que estão dentro da redoma de protecção marxista.
    Isto não é pieguice é a realidade que uns tantos se recusam a visualizar .
    Mandar trabalhar os outros é o ADN daqueles que impoem a outrem compulsivamente aquilo que os beneficia sem ter que se esforçar .
    Trabalho e poupo há muitos anos e sou pagador líquido de impostos , pelo que não aceito conselhos de um socialista.

  9. Anonimus

    Portugal só tem xuxalismo e capitalismo de Estado. Varia quem recebe.
    Bancos, empresas (algumas), FP, partidos políticos e seus membros.
    Paga o de sempre.

  10. Castanheira, eu não sou socialista. Vivi no salazarismo, no quase-comunismo e vivo agora no “germano-merkalismo”.
    Portugal desapareceu do mapa como país independente. A independência foi o preço que tivemos de pagar para sermos admitidos no clube dos ricos. O grande esforço que fizemos para atingirmos esse objetivo foi feito no tempo de Cavaco (estavam os socialista na mó de baixo). Os juros são o preço que continuamos a pagar para lá continuarmos. E não há Portexit que nos valha, pois os juros, com estes PIBs, não são pagáveis.
    Os nossos patrões (os credores) não se interessam que os gatos sejam brancos ou pretos, desde que caçem ratos. A Geringonça caça, e portanto é apoiada pelo patrão. A coligação anterior não caçou, por isso foi apeada…
    O socialismo não é chamado para aqui…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.