Nenhuma experiência comunista resultou noutra coisa que não em regimes assassinos

Comunismo, nazismo e fascismo: tudo a mesma fruta. Por Adolfo Mesquita Nunes.

Nenhuma experiência comunista resultou noutra coisa que não em regimes assassinos, torcionários, ditatoriais, condenando milhões à fome e à miséria. Foi sempre esse o resultado das experiências comunistas.

Anúncios

13 thoughts on “Nenhuma experiência comunista resultou noutra coisa que não em regimes assassinos

  1. André Miguel

    Em contrapartida as experiências capitalistas resultam sempre em crescimento económico, redução da pobreza, melhoria do nível de vida e redução das desigualdades.

    Mas muitas pessoas diabolizam o vil capital e adoram o deus Marx. Há aqui uma patologia sado-maso e uma tendência suicida que merece estudo aprofundado.

    Cá para mim a resposta está em Freud: há demasiada gente que não passa da primeira fase do desenvolvimento infantil.

  2. O Socialismo é um movimento reaccionário e primitivista contra a grande invenção da modernidade: Limites ao Poder.

    O maior passo do humano foi o reconhecer limites ao seu poder , ou seja a sua falta de legitimidade para coagir o outro – mesmo que tenha a possibilidade de o fazer.

    O Socialismo que tudo quer controlar é a reacção.

    —–
    Qual foi a ideologia que mais Comunistas matou?

    R: o Comunismo.

  3. Gaius Octavius

    Não é tudo a “mesma fruta”. O comunismo é muito pior que o fascismo. Quem não vê diferenças, no que respeita à liberdade, bem-estar e nível de vida das populações, entre regimes fascistas como a Espanha franquista, a Itália de Mussolini ou o Chile de Pinochet e regimes socialistas como a Rússia bolchevique, a China maoísta, Cuba ou a actual Venezuela, só há três hipóteses: ou desconhece por completo a história desses regimes, ou conhece mas finge que não, ou então é de esquerda.

  4. A. R

    “Espanha franquista e Chile de Pinochet” não foram regimes fascistas: absolutamente nada com o fascismo. Mussolini baseou o seu regime na mesma cepa leninista: basta ver todo o seu percurso de vida desde os 10 anos.

  5. Sérgio Gonçalves

    Acho um profundo exagero…vivemos há mais de 40 anos num regime comunista e não há registo de mortes políticas. Em Portugal não há um único partido na AR cuja matriz não seja comunista. Até o CDS, do autor do artigo, muito gosta da social democracia à custa dos meus impostos. É, tal como disse, tudo farinha do mesmo saco…

  6. Sérgio Gonçalves,

    Não se pode confluir comunismo e socialismo e social-democracia não evolutiva e pragmatismo situacionista apropinado.

    São bichos completamente diferentes. Só dois enchem valas comuns, embora os quatro esvaziem os cofres.

  7. Um mosquito incomoda, um leão esfomeado mata. Mal por mal, prefiro enfrentar uma horda de mosquitos do que uma leoa com as tripas a pedir pitança.

    Temos de ter a certeza de que o presente mosquito não se transfigura num grande felino com apetite de três dias de jejum.

  8. Lucklucky,

    Deixo no seguimento do que disse uma ANEDOTA SOVIÉTICA:

    — Coelho, porque é que corres?

    — Estão a apanhar todos os camelos para os castrar.

    — Não sei se sabes, mas tu és um coelho. Não és um camelo.

    — E achas que não sei disso? Ora, primeiro caçam-te, capam-te e só depois é que de deixam provar que não és um camelo.

  9. “O comunismo é muito pior que o fascismo. Quem não vê diferenças, no que respeita à liberdade, bem-estar e nível de vida das populações, entre regimes fascistas como a Espanha franquista, a Itália de Mussolini ou o Chile de Pinochet e regimes socialistas como a Rússia bolchevique, a China maoísta, Cuba ou a actual Venezuela, só há três hipóteses: ou desconhece por completo a história desses regimes, ou conhece mas finge que não, ou então é de esquerda.”

    O Fascismo nasceu do Marxismo tal como o Comunismo.
    Infelizmente a 2 Grande Guerra Mundial veio camuflar a paternidade dos 2 irmãos.

    A semente é a mesma, basta ver os percursos e ideologia, e sim o Fascismo é menos extremista do Marxismo. Basta ver que não eliminou a Monarquia.

    Quem é que foi assassinado com com Mussolini em 1945? Niccola Bombacci
    https://en.wikipedia.org/wiki/Nicola_Bombacci

    Assim que o Fascismo se viu livre do conservadorismo da Monarquia em 1943 qual foi o seu caminho? mais socialista ou menos socialista?

    A Republica Social Italiana queria fazer o quê ás empresas?

    Eu teria ainda cuidado em chamar a todas as ditaduras não ligadas ao Comunismo de Fascistas. Muitas são só Ditaduras…

  10. André Miguel

    “O Fascismo nasceu do Marxismo tal como o Comunismo.”

    Exactamente.

    As Origens do Totalitarismo, de Arendt, explica isso bem explicadinho.

  11. Se o nazi-fascismo nasceu de facto do marxismo, porque é que os comunistas foram perseguidos, presos e os partidos (comunista e social-democratas radicais) banidos na Alemanha assim que o Hitler chegou ao poder? E porque é que a retórica do Hitler e Goebbels era abertamente anti-marxista?

  12. Gaius Octavius

    Lucklucky, é verdade que o fascismo italiano, perto do fim, tornou-se mais estatista e extremista. Mas durante a maior parte da ditadura o regime de Mussolini foi brandíssimo em comparação com os regimes socialistas que enumerei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.