Jair Bolsonaro promete mudar embaixada do Brasil para Jerusalém

Brazilian Presidential Candidate Vows to Move Embassy to Jerusalem if Elected

Anúncios

10 thoughts on “Jair Bolsonaro promete mudar embaixada do Brasil para Jerusalém

  1. Se o Brasilnão eleger o Bolsonaro, podemos ficar com ele? Far-nos-ia cá muito jeito.

    Especialmente tendo em vista o palerma que temos.

    (Vejam por favor a posição de Paulo Guedes, o seu assessor para matérias económicas. Será do agrado de muitos por este blogue.)

  2. Francisco Miguel Colaço,

    Bolsonaro é o novo Pinochet. Na grande entrevista que deu no outro dia e que foi aqui publicada, diz que aquilo das torturas durante o tempo da ditadura militar no Brasil não foi bem assim: trata-se não de militantes que sofreram tortura, mas de ladrões profissionais a vitimizarem-se que os pobres tenham pena deles e os elejam para que possam pilhar o Brasil.

    Em suma, não se trata apenas de um economista liberal, a ser eleito Bolsonaro irá cortar nas liberdades individuais. Mas que interessa isso se a economia crescer? 🙂

  3. LO,

    Sim, é claro. O Brasil vive com a petralhada num paraíso democrático.

    As palavras Mortadela, Mensalão, Mensalinho, Propina e Miquê não lhe dizem nada?

    Por falar nisso, eu vi as entrevistas dele à Rede Globo e na Terça Livre. Tinha curiosidade. Acabei convencido. Quando os merdia que nos recomendam o Costa, o Sócrates e a Cacarina detestam alguém, sabemos que esse alguém tem valor. Os escarros da merdia são lacre de selo de garantia.

  4. Francisco Miguel Colaço, o seu comentário não se focou nem na tortura nem nas liberdades individuais de que falei, mas argumentou tão bem (sem ter de recorrer à situação da Venezuela) que até a mim me convenceu 🙂

  5. Mas falando sobre o post original, gostaria de perguntar ao AAA qual a vantagem da mudança da embaixada para Jerusalém.

  6. Francisco Miguel Colaço,

    Eu vi a entrevista e sei o que ele disse. Há maneiras e maneiras de dizer as coisas. Provavelmente a PIDE enquanto instituição também não deixou relatórios escritos detalhados sobre todas as torturas do seu longo historial. Não se preocupe e não gaste mais latim comigo.

    Fico só à espera da resposta do AAA quanto às vantagens de a embaixada mudar para Jerusalem, pois no link do post não aparece explicado

  7. LO,

    Nunca me verá a defender a ditadura brasileira. Mas se quer entrar por aí, tem mais desaparecimentos manhosos em regimes que a nossa merdia classifica como democrático do que em toda a terrível ditadura brasileira.

    E há o pormenor ou pormaior de a maior parte dos ditos gerrilheiros da luta armada ter feito com as suas bombas MAIS MORTOS DO QUE OS PIORES NÚMEROS ATRIBUÍDOS AO REGIME MILITAR.

    Por exemplo, dois de uma longa lista:

    25/07/66
    Edson Régis de Carvalho Jornalista – PE Explosão de bomba no Aeroporto Internacional de Guararapes, com 15 feridos e 2 mortos, o jornalista EDSON REGIS DE CARVALHO e o almirante NELSON GOMES FERNANDES.

    25/07/66
    Nelson Gomes Fernandes Almirante – PE Morto no mesmo atentado. Além das duas vítimas fatais ficaram feridas 17 pessoas, entre elas o então coronel do Exército Sylvio Ferreira da Silva que, além de fraturas expostas, teve amputados quatro dedos da mão esquerda e Sebastião Tomaz de Aquino, o Paraíba, guarda civil que teve a perna direita amputada.”Um dos executores do atentado, revelado pelas pesquisas e entrevistas de Gorender, é Raimundo Gonçalves de Figueiredo, codinome CHICO, que viria a ser morto pela Polícia Civil, em abril de 1971, já como integrante da VAR-PALMARES”. (Nos Porões da Ditadura – de Raymundo Negrão Torres).

    Garanto-lhe que há piores.

  8. “E há o pormenor ou pormaior de a maior parte dos ditos gerrilheiros da luta armada ter feito com as suas bombas MAIS MORTOS DO QUE OS PIORES NÚMEROS ATRIBUÍDOS AO REGIME MILITAR.”

    Poderá ver no link abaixo os nomes e alguma biografia das vitimas conhecidas da ditadura militar. Pode concluir que são mais que as mães.
    Os guerrilheiros com meia dúzia de atentados teriam que comer muita sopinha para igualarem o numero de mortos provocados pela ditadura militar.

    Já agora um dado curioso. A “Ação Popular”, o grupo que cometeu o atentado de que fala, era um grupo cristão, maioritariamente de inspiração jesuíta.

    http://www.dhnet.org.br/dados/dossiers/dh/br/dossie64/br/dossmdp.pdf

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.