O Banco de Portugal quer gerir a banca comercial

“A regulação bancária não deveria ser gerir o negócio do regulado. O Banco de Portugal deveria simplesmente zelar pelas fronteiras intransponíveis do negócio que está a regular. São coisas diferentes.”

Destaque do meu artigo de hoje no ECO – Economia Online. Sobre as novas regras do Banco de Portugal para a concessão de crédito à habitação.

Anúncios

14 thoughts on “O Banco de Portugal quer gerir a banca comercial

  1. Num país em que os gestores não são responsabilizados por gerirem para metas auto remuneratórias, bem que a regulação tem pelo menos o direito de os interpelar.

  2. Luís Lavoura

    Discordo totalmente deste artigo. As medidas do Banco de Portugal são apropriadas e corretas. Os bancos comerciais são entidades seguradas pelo erário público e, como tal, têm que ter rédea curta sobre os riscos que correm. Os bancos não podem apenas ser regulados, têm que ser muito mais do que isso, porque se falirem quem se lixa é o contribuinte. O BP tem não somente o direito mas de facto a obrigação de se imiscuir nas práticas dos bancos comerciais.
    Nãos e esqueça o Ricardo de que os bancos comercias criam (imprimem) dinheiro quando concedem crédito. A atividade de imprimir dinheiro tem que ter rédea curta.

  3. «Num país em que os gestores não são responsabilizados por gerirem para metas auto remuneratórias, bem que a regulação tem pelo menos o direito de os interpelar.»

    Que tal serem os accionistas a interpelá-los, se o desejarem, como desejarem e dentro da legislação que até já existe para proteger os direitos dos accionistas dos desmandos dos administradores?

  4. Acho que não tem nada que se preocupar.

    Conta com bons aliados dentro do próprio banco de Portugal.

    Os criminosos do banco de Portugal já demonstraram que seguem bem a vossa cartilha, fechando os olhos a toda a “gestão criativa” da banca privada que tem vindo a dar cabo do país.

    Todos os governadores do banco deviam ter lugar de honra neste blog, com fotos emolduradas a ouro e coroados de louros.

  5. Caro Colaço.

    “tal serem os accionistas” a controlar os gestores.

    AHAHAHAHAHAH

    Os grandes acionistas hoje são a maior parte das vezes fundos de investimento eles próprios controlados por gestores.

    Outros são gestores co-proprietários.

    Muitos outros são proprietários mas eles próprios acumulam cargos de gestão como quem coleciona cromos, sendo uma fonte de receita, e/ou de fuga aos impostos não negligenciável.

    Como sempre o que vocês propõem é a autogestão das raposas sobre o galinheiro.

  6. Inteiramente de acordo com o autor do post.
    O BdP, ao tomar posições destas, até parece que está a lidar unicamente com Banca pública e que não há Bancos privados a operar em Portugal..
    Com medidas deste tipo, o BdP está a dar um sinal de que os gestores dos Bancos são, todos, uns incompetentes, que não merecem confiança.
    A CGD meteu-se em negócios ruinosos, como aconteceu e é público, tanto em Portugal como no Estrangeiro, e o Banco de Portugal nada fez, que se visse, para o evitar e também não fez o necessário para que os gestores corruptos, da CGD e dos outrgos Bancos, fossem parar à cadeia e, agora, sai-se com estas regras que são elementares e que só em condições muito especiais é que devem ser desrespeitadas, como qualquer gestor bancário, minimamente competente, sabe de cor e salteado.
    Em suma, tantas coisas importantes que o BdP tem para fazer e anda a perder tempo com coisas destas.

  7. Haha! na próxima semana temos o Ork ou outro a chorar por discriminação na concessão de crédito. E que o crédito é só para os ricos….

  8. Caro Colaço.

    Não seja hipócrita homem.

    Sabe muito bem que eles se organizam para todos oferecerem as mesmas condições.

    E não, como você está farto de saber, não se pode passar sem bancos nem retalhistas.

  9. Caro Ork,

    Crie então um banco que seja, segundo o seu quadro de valores, completamente ético. E que empreste a Sicrano e a Fulano e a Beltrano segundo os seus justíssimos critérios. E que tenha administradores probos e temeratos.

    A beleza do mercado livre é esta: não precisa de se queixar. Pode agir.

    Se não sabe como, não tem talento, não consegue ou é timorato — claramente o Ork não é temerato — então deixe de se queixar, e deixe os homens grandes tratar de coisas de homens.

    Aposto que é dos que se queixa frequentemente da Microsoft e dos seus monopólios, mas usa Windows. Eu não me queixo da Microsoft e das suas práticas — e uso Linux. Estou a escrever isto em Firefox em Linux (Fedora 28).

  10. Ou seja, para si a casta dos empresários é o único grupo humano que não pode ser criticado e está acima de qualquer ética.

    E diz-se você cristão.

    Você é mas é politeísta.

    Os seus deuses são o Ricardo Salgado e o Mexia ou outro qualquer badalhoco que tenha uma empresa.

    Entretanto a escolha escolha é uma mentira.

    Porque essas práticas não estão limitadas a uma minoria de empresários mas são generalizadas.

    E mesmo que não se escolha nenhuma, quando essas práticas rebentam com toda a sociedade, como quando os seus deuses criam crises especulativas que rebentam com as economia, todos são atingidos, mesmo que não tenham relações comerciais com este ou aquele em concreto.

    Mas você deu em advogado do diabo e isenta qualquer patacoada para justificar todos os crimes – desde que sejam cometidos por ricos claro.

    Heil Mamom caro Colaço…

  11. Francisco, para os ORK só os administradores da coisa pública é que não são badalhocos. Esta gente, se fosse séria, e lesse o que escreveu a Helena Garrido em Quem Meteu a Mão na Caixa (CGD), abandonava imediatamente de ideias, mas, como vivem do Sistema, vão continuar na mesma, a andar por aqui a chatear os outros, quem sabe se apenas como forma de ganhar a vida, vendendo ideias nefastas e retrógradas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.