Tsipras de gravata

Para a troika sair da Grécia Tsipras até usa gravata

A gravata, vermelha, marcava um distanciamento no estilo, depois de o próprio Tsipras se ter vindo a distanciar da postura mais radical com que se apresentou a eleições e ganhou nas urnas, que incluiu uma reformulação do seu partido para afastar os membros mais radicais do Syriza.

Anúncios

8 thoughts on “Tsipras de gravata

  1. A linha da Grécia não foi afinal seguida com força, mas ultrapassada com cabeça.

    Se Portugal não aprender a distinguir charlatōes depois disto, merece seguir essa linha vermelha até à irrelevância.

  2. Caro Colaço.

    Está muito enganado.

    Desde o Durão Barroso a metade dos jornalistas e cronistas do Observador são peixe podre comprado na lota mal-cheirosa da extrema esquerda – muito mais à esquerda e muito mais mal-heirososos do que o Tsipras, que comparado com uma cavala estalinista nauseabunda como a Zita Seabra era um prudente e ético moderado.

    A extrema direita neolib vive dessas figuras sinistras e broncas que vai comprando na extrema-esquerda porque é uma seita semelhante.

    Aquelas porcarias fora de prazo adaptam-se como uma luva ao sistema neoliberal que é outro depósito de lixo ideológico como o marxismo.

  3. Ork é Estalinista, usa o mesmo asco que os Comunistas aplicam aos traidores. O resto Orwell explica.

    Já agora esse quadro do Banco Mundial não parece nada correcto.

  4. Caro Lucky.

    O seu caso é o perfeito exemplo do que eu estava a falar.

    Perante alguém que constantemente ataca o estalinismo com todo o desprezo, do que é que você se lembra de acusar?

    De estalinismo pois então.

    A lógica e a verdade não o limitam minimamente, nem o medo do ridículo o limita. Você manda qualquer bacorada para o ar com a mesma calma que um estalinista afirma que a Coreia do Norte é uma democracia.

    A nível ético e lógico vocês não faz qualquer diferença dos estalinistas, daí eles se adaptarem tão bem á vossa ideologia.

    No fundo não passam de igrejas ideológicas do mesmo tipo.

    A única diferença é que os estalinistas adoram como deuses uma classe imaginária de operários virtuosos que só existe nas cabeças deles e vocês adoram como deuses uma classe imaginária de ricaços virtuosos que só existe nas vossas cabeças.

    No caso dos estalinistas isso acaba por só beneficiar os ditadores do partido, no vosso caso os ditadores do mercado que são os próprios crony-capitalistas de que dizem não gostar.

    Em qualquer dos casos é um nojo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.