Photo of ‘immigrant child’ in a cage

The truth behind this photo of an ‘immigrant child’ crying inside a cage

A photo of a little boy crying in a cage is being shared on social media as seemingly another heart-rending byproduct of the White House’s “zero tolerance” immigration policy, which separates undocumented parents and kids at the border.

There’s only one problem: The picture is being completely taken out of context — and does not show what it is purported to show.

(…) It is not the first time that alarming photos of caged children have been wrongly attributed to Trump administration policies.

A photograph showing two immigrant children sleeping in a fenced enclosure, which sparked outrage when it surfaced last month, turned out to have been taken in an Arizona detention facility in 2014.

Anúncios

21 thoughts on “Photo of ‘immigrant child’ in a cage

  1. A. R

    Esta é uma fotografia do tempo do Obama. Aliás foi ele que fez estas leis: sabemos que a esquerda é absolutamente intolerante. Obama expulsou muito mais imigrantes que que qualquer outros presidente dos EUA.

  2. Parece que a “tolerância 0” é mais recente e agora até o trump quer 1/2 volta, mas continuem a defender o indefensável, explica muita coisa!

  3. Guna,

    O que impede os cidadãos que querem ir para os Estados Unidos, para esse inferno capitalista, de usarem os canais legais?

    Sabe o que aconteceria se eu, europeu, fosse apanhado sem visto em Angola ou nos Camarões?

  4. Alexandre Tavares

    FRANCISCO MIGUEL COLAÇO

    “Sabe o que aconteceria se eu, europeu, fosse apanhado sem visto em Angola ou nos Camarões?”

    Que bela a lógica a sua. Como nos outros lados é pior, um tipo de actuação repreensível torna-se aceitável. Adaptando essa linha de raciocínio a outros casos então torna-se aceitável que um homem que chega a casa e repara que o jantar não está na mesa dê uma chapada na mulher. Em outros países seria considerado que a mulher como não estaria a cumprir com os seus deveres podia ser punida com um enxerto de porrada. Logo este homem não se comportou como um selvagem, afinal em outros sítios é pior…

  5. Alexandre Tavares

    Francisco

    A Declaração Universal dos Direitos Humanos não requer reciprocidade. Sem contar que um cidadão não pode ser responsabilizado pelas acções reprováveis do Governo do seu pais de origem. Só aqueles que tenham estado directamente envolvidos na actuação desse estado. Ex: Na Alemanha nazi só os altos membros do Estado Alemão e partido nazi foram responsabilizados pelos crimes cometidos contra os outros povos. Pela sua lógica de reciprocidade toda a população alemã teria que ser julgada e punida por estes crimes, incluindo aqueles que tenham saído da Alemanha durante a governação nazi e antes da guerra.

  6. André Miguel

    E pronto lá tinha de vir a alusão aos nazis. Não falha e é excelente para terminar uma discussão.

    Só uma pergunta: o Alexandre tem a porta de casa aberta a qualquer um ou só entra quem V. Exa. permite?

  7. Alexandre Tavares

    André Miguel

    Não sabia que o período nazi era um ponto tão sensível para si. Limitei-me a referi-lo porque é dos mais bem estudados logo mais conhecidos para a maioria das pessoas. Eu reformulo a questão: se um português na Mongólia for apanhado, julgado, encostado à parede e fuzilado por estar lá ilegalmente não dá o direito ao estado português de fazer a mesma coisa a um emigrante ilegal mongol.

    Já agora, colocar questões difíceis como politicas de fluxos migratórios ou tratamento de migrantes como uma casa com portas abertas a todos é demagógico e pouco produtivo.

  8. André Miguel

    “apanhado, julgado, encostado à parede e fuzilado”

    Depois desta tirada ainda fala em demagogia?

    Como não responde à minha pergunta subentende-se qual é a resposta. Estamos conversados.

  9. a rápida aplicação da lei de Goodwin neste contexto seria sempre inevitavél. No entanto, quando penso como foi possivél os nazis chegarem ao poder e terem implicita ou explicitamente a complicidade do povo em geral, basta olhar à minha volta.

  10. A.R.,

    Conhece o “Schrödinger’s Obama” – Obama, a causa da imigração desenfreada nos E.U.A. ao mesmo tempo que deporta o maior n. de imigrantes na história!

  11. Alexandre Tavares,

    «Pela sua lógica de reciprocidade toda a população alemã teria que ser julgada e punida por estes crimes, incluindo aqueles que tenham saído da Alemanha durante a governação nazi e antes da guerra.»

    Falha-me a lógica. A estrada que leva da reciprocidade ao princípio da subsidiaridade é tão tortuosa que deve passar por Ouagadougu. (Se quiser saber onde é Ouagadugu, é uma lindíssima cidade, capital do Burkina Faso, antes Alto Volta)

    Conclamo-o a ler os dois primeiros capítulos do livro de Peter Norvig sobre inteligência artificial, a parte que fala sobre os silogismos. Depois poderá reconhecer quanta confusão tem acerca de conceitos básicos do direito internacional e dos erros crassos de indução e de dedução.

    Deve portanto ser licenciado em Direito Internacional. Induzo eu.

  12. «Já agora, colocar questões difíceis como politicas de fluxos migratórios ou tratamento de migrantes como uma casa com portas abertas a todos é demagógico e pouco produtivo.»

    Esquivar-se a responder a uma questão não é responder a esta.

  13. André Miguel,

    Quando um qualquer laparoco escarralhado se der conta de que não pode contrapor argumentos, por manifesta falta de conceitos básicos, eis que seremos xenófobos, homofóbicos, fascistas, nazis.

    É coisa de calhau. Tivesse eu mil euros por cada ponto da soma dos QI da Cararina, das Mortéguas e do Loucão, e teria extrema dificuldade em comprar o jantar.

  14. Guna,

    Tem razão. Mas a lista já tem precedente. Sempre me perguntei porque é que a URSS convidou os operários da Ford para depois os tratar como lixo, manter reféns e exigir dinheiro para retornar a casa.

    «More than 100,000 Americans applied for jobs at Soviet factories. The Soviets promised high wages, paid vacations, and free medical care. Many Americans embraced Stalin’s Russia as the worker’s paradise.

    When they arrived in the Soviet Union, these Americans were stripped of their passports and put to work in Soviet factories. Many Americans established baseball teams, jazz clubs, and English schools.

    However, their enthusiasm would quickly vanish, as Americans were soon arrested and sentenced by NKVD agents. They became targets and several were killed or sent to gulag. Many begged for their passports to return to the United States.»

    É doença de escarralhado.

  15. joaquim

    Tantas lagrimas de crocodilo. Afinal parece que as leis de imigração dos EUA foram feitas no mandato actual. Tal como as instalações / centros para imigrantes junto à fronteira com o México onde em vez de grades usam rede de arame para dividir o espaço. Só dos portugueses expulsos dos EUA para os açores, que tiveram que deixar famílias e filhos para toda a vida, desses ninguém tem pena. As crianças mexicanas são novamente entregues aos pais, assim que o processo de repatriamento esteja concluído. Bom, bom era no tempo da URSS em que os migrantes eram mortos a tiro na fronteira, assim que procuravam sair do paraíso comunista.

  16. Afinal o trump até tem bom senso e acabou com a práctica… vamos lá criticar o potus pela falta de reciprocidade, abrir as portas aos mexicanos, etc. etc.

  17. O processo que deveria ser seguido era manter as famílias juntas durante o processamento e antes da seleção ou expulsão. Dito isto, afinal ainda era pior no tempo do Obama. Leiam no Drudge.

    Porque é que coisas que são feitas desde Clinton só agora vêm a lume? Digo eu que o Trump consertou a economia (os Millennial estão agora a sair de casa e o desempenho bate recordes de vinte e muitos anos por baixo). Fez um acordo com o Jong-un, quer tirar as tropas da Síria e os americanos vão sentindo mais dinheiro no bolso.

    Sem melhores argumentos, venham os inauditos perenes escândalos por quem ainda não percebeu que o Trump ganhou as eleições e que, segundo a Rasmunssen, se elas decorressem hoje voltaria a ganhar. É o preço que tem de pagar quem atrapalha os planos do filantropo Soros.

  18. “…desempenho bate recordes…” — lol
    https://www.marketwatch.com/story/the-last-time-the-economy-was-this-good-trump-thought-it-was-terrible-2018-06-21

    “Fez um acordo com o Jong-un” — então fazer “acordos” com despotas (ainda por cima com o restante regime tipo estalinista) é bom?!?! Quem se segue, Hamas???

    ” o Trump ganhou as eleições e que, segundo a Rasmunssen, se elas decorressem hoje voltaria a ganhar” — como é que é que as coisas têm corrido aos recentes candidatos do partido republicano ao congresso???

    O Francisco não falha uma!!!

  19. Trump != Republicanos. Com todos os seus males, o homem tem capital próprio. Há uma grande dose de pessoas que não foram republicano e votam no Trump. É o que dizem as sondagens.

    Quando às Intercalares, dizem que as coisas vão mal para os burrocratas. Veremos em Novembro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.