Trump e o perigo de uma escalada proteccionista (2)

Guerra Comercial: China aumenta tarifas de importação sobre soja, carros elétricos e peixes

A China reagiu à disputa comercial com o presidente dos EUA e aumentou as tarifas de importação numa lista de produtos americanos, incluindo soja, peixe, carros elétricos e uísque.

Leitura complementar: Trump e o perigo de uma escalada proteccionista.

Anúncios

10 thoughts on “Trump e o perigo de uma escalada proteccionista (2)

  1. André Miguel

    A curto prazo pode ser mau para quem vende, mas no médio/longo prazo será pior para os chineses, perdem competitividade e compram mais caro.

    Exemplos não faltam, inclusive com um dos nossos maiores parceiros comerciais.
    Em 2014 Angola aprova nova pauta aduaneira com um brutal aumento das tarifas e o resultado foi o encarecer das importações, com a consequente inflação e gigantesco aumento do custo do vida e redução ao incentivo da modernização da reduzida capacidade industrial. Nem tudo foi consequência do petróleo, por isso em 2018 vem aí nova Pauta e adivinhem? Com redução das tarifas, pois claro…

  2. Não seria de esperar que a UE, Canadá e a China colaborassem em: (1) minimizar o impacto das importações/exportações de e para os E.U.A.; (2) sincronizassem as sanções recíprocas para maximizar o impacto nos principais concorrentes Americanos.

    Ainda assim, talvez o que causasse mais impacto seria focar as atenções nos negócios da familia Trump…

  3. A China já tinha pautas aduaneiras. Nós éramos os tolos que as haviam retirado unilateralmente. Trump desta feita mandou restaurar as deles.

    Porque é que a China se queixa de os Estados Unidos implantarem uma coisa de que a China não se quiser livrar?

    Bem mais burra é a UE.

  4. André Miguel

    Francisco, olhe que não.
    Nisto os EUA é que estavam atrasados, a UE há muito que impõe rígidos controlos sobre as importações da China, há uma série de produtos proibidos e as tarifas aduaneiras existem há muito.

    Pode ver aqui:
    http://trade.ec.europa.eu/tdi/

    E neste artigo:

    https://www.reuters.com/article/us-eu-china-trade/eu-sets-new-trade-rules-to-limit-cheap-chinese-imports-idUSKCN1C81N1

    Tome atenção a esta passagem que resume tudo:

    “Until now, China has been treated as a special “non-market” case, meaning EU investigators decide that its exports are artificially cheap if the prices are below those of a third country, such as the United States.”

    O Trump já percebeu que durante anos o mundo habituou-se a que os EUA fossem um mercado de importação, alimentando os excedentes comerciais dos outros e aumentando o seu défice. Acordaram agora, os outros habituem-se.

  5. A. R

    … até os animais do zoológico comeram! O Maduro um dia será comido também tal é a fome que graça no socialismo do Séc XXI que BE ama e o PCP idolatra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.