E a malta diverte-se…

Era impossível ganhar as primárias…
Era impossível ganhar as eleições…
Era impossível resistir à destituição…
Era impossível fazer regressar empregos…
Era impossível reunir com a Coreia do Norte…
Acho incrível como tantos nos Legacy Media ainda têm emprego.
Confio mais em astrólogos e cartomantes.

Anúncios

14 thoughts on “E a malta diverte-se…

  1. JP-A


    Há muita gente que ainda não percebeu que os americanos sabem perfeitamente quem é Donald Trump e quem é Hillary Clinton, e escolheram. O que é curioso é que geralmente são os mesmos que depois defendem a solução poucochinho derrotada.

    Com o Obama o Nobel da Paz já estava a ser reclamado por tudo o que é bicho do sistema televisivo, nem que fosse por água abaixo.

  2. joaquim

    Eh,eh,eh…os geringonços de todo o mundo arrancam os cabelos e gritam que o mundo vai acabar, coitados. Se a península coreana conseguir refrear os ímpetos nucleares da Coreia Norte já terá valido a pena o Trump ter sido eleito.

  3. Tavares SJ

    E o Rui Carmo já deve estar aí quase a escrever que Trump afinal não é um agente russo mas sim um agente norte coreano

  4. “Era impossível reunir com a Coreia do Norte…”

    Quem é disse tal coisa? Mesmo alguém o tenha dito, uma reunião sem um plano de acção não passa de uma reunião. Grande coisa.

    Espantoso é um líder de um estado democrático a largar rasgados elogios a um ditador. Isso sim, era vídeo para colar no post.

  5. J. Manuel Cordeiro,

    Antes demais, esse é o principal talking point dos Legacy Media e dos seus piores representantes. Só por isso, acho esse comentário desinteressante e … (não vou dizer, para não o insultar).

    Para resposta vou só dar 2 argumentos que qualquer um descredibiliza o seu ponto:
    1. Todos os presidentes americanos.incluindo e mesmo SOBRETUDO o Obama, se encontraram com vários ditadores. Há listas on-line de Obama a se encontrar com diversos ditadores, e são fáceis de encontrar.
    2. Qual é a alternativa? Prefere uma guerra nuclear? Prefere empurrar a Coreia do Norte para os braços da China? Prefere uma falha de Trump sacrificando milhões em vez de paz com um país que, por causa dos Presidentes anteriores e das suas políticas de contenção, é nuclear? O que é que você preferia?

    Foi uma vitória de Trump. E para confirmar pense apenas no seguinte: o que diriam os mesmos que agora criticam Trump se tivesse sido Obama a obter aquela declaração do líder norte coreano?!? Pois.

  6. “largar rasgados elogios a um ditador”

    Qual foi a palavra que não soube ler?

    A alternativa teria sido Trump não ter entrado numa escalada verbal, como é óbvio.

    Insulte, se quiser. Só se deixa insultar quem quer.

  7. J. Manuel Cordeiro,
    Nos meus artigos não aceito insultos ou adjectivações fortes nos comentários de qualquer pessoa e isso, obviamente, inclui os meus comentários.

    Seja como for, reparo que nem responde aos 2 pontos que levantei no comentário anterior. Concluo portanto que não tem resposta para eles.
    Deixo que todos tirem as suas conclusões sobre o que isso significa.

  8. MG,

    Já vi diversos vídeos desse género e é realmente muito triste.
    Só tenho 1 solução: deixar de ver televisões que sejam meros repetidores das agências internacionais. Como por exemplo a RTP.

    Curioso como a CMTV, cuja maioria das notícias são locais e de produção própria, a esta altura parece já ter ultrapassado diversas televisões e jornais generalistas em credibilidade jornalística…

  9. “reparo que nem responde aos 2 pontos que levantei no comentário anterior.”

    Noto dificuldades de interpretação, mas eu ajudo. As duas primeiras frases respondem literalmente ao ponto 1 e a terceira ao ponto 2. Se for preciso, explico.

    Aproveito para deixar uma nota adicional.

    “Antes demais, esse é o principal talking point dos Legacy Media e dos seus piores representantes. Só por isso, acho esse comentário desinteressante e … (não vou dizer, para não o insultar).”

    No seu ponto 1 usa a argumentação que legacy media tais como a Fox News debita regularmente. Reparou que a sua adjectivação que não teve coragem de me dirigir lhe assenta que nem uma luva?

    Diz que não aceita adjectivação forte, seja lá o que isso for, nem insultos. Mas convive bem com a insinuação, bem patente na reticência que diz sem dizer.

    Espero que não ache a minha argumentação muito forte (estou a ser sarcástico; pouco me importa o que ache).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.